Domingo, 16 de Junho de 2019

Diário de Sorocaba

buscar

<< Prefeitura lança nas escolas o projeto Musicalização

Publicada em 07/05/2015 às 10:05
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

Os alunos da rede municipal de educação vão ter a oportunidade de desenvolver suas sensibilidades sonoras e potencializar seus acessos ao universo da música. A Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria da Educação (Sedu), lançou ontem à tarde (6) o projeto de Musicalização nas escolas. O objetivo é difundir a tradição musical popular brasileira aos alunos da rede pública de ensino, seja por meio da ampliação do conhecimento de elementos musicais ou da percepção auditiva e do corpo. O projeto faz parte do programa Escola Viva, da Sedu.
 
De acordo com o secretário da Educação, José Simões, há dez anos um trabalho com fanfarras é desenvolvido nas escolas. “A Musicalização vai dar continuidade a esse trabalho, mas ampliando e somando experiências”, diz o secretário. O projeto também contará, agora, com Canto Coral e também a Escola de Música. “A Escola de Música é um avanço. É um espaço de formação não só para os alunos, mas também para os professores”, afirma José Simões.
 
A Escola de Música vai funcionar, a princípio, no Espaço Frei Galvão, na Vila Santana. “No futuro, teremos um espaço maior e também o embrião da Escola das Artes, onde teremos outras expressões além da música”, revela o secretário.
 
O projeto vai contar com atividades musicais para alunos com necessidades educacionais especiais. “Esse foi um pedido do prefeito Antônio Carlos Pannunzio”, conta José Simões. O prefeito Pannunzio também fez outro pedido ao secretário. “No final do ano, teremos a Cantata de Natal e será realizada no Jardim Botânico, em frente ao Palácio de Cristal.”
 
Para desenvolver o projeto, uma empresa foi contratada por meio de licitação. Entre os profissionais que devem estar à disposição está o maestro Jonicler Real. Ele explica que, por meio da musicalização, é possível também alfabetizar os alunos. “Nós podemos trabalhar com cores, sinais, signos, com desenho e com pintura. A Musicalização vai trazer um panorama novo de aprendizagem, tanto artístico quanto lógico”, acredita Jonicler.
 
O foco de ação é para que os alunos não sejam apenas repetidores de músicas. “A Secretaria da Educação pede para que o aluno seja musicalizado e deixe de tocar de ouvido, do tipo: veja o que eu faço e repita. É totalmente o contrário.” O maestro explica que os alunos vão aprender a ler uma partitura musical, reconhecendo as notas musicais. “Eles vão pegar uma partitura e tocar sem nunca ter ouvido a música”, diz o maestro Jonicler Real.
 
Antes do projeto, 13 escolas contavam com fanfarras. “Esse número, num primeiro momento, passará para 20, com atendimento a 600 crianças”, afirma o secretário José Simões. No total, serão 80 unidades escolares que vão ter o projeto Musicalização. “Já Escola de Música, a previsão é de que ela vá atender a 300 alunos.”
 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar