Quinta-Feira, 27 de Junho de 2019

Diário de Sorocaba

buscar

<< Prefeitura vai avaliar projetos para gestão de resíduos sólidos

Publicada em 06/05/2015 às 03:05
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

A Prefeitura vai implantar um sistema novo para gestão integrada de resíduos sólidos e, minclusive, já saiu publicado na edição de 30 de abril da Imprensa Oficial do Município edital de chamamento para que empresas manifestem interesse em apresentar propostas de Parceria Público-Privada (PPS) para a iniciativa, que buscará avaliar projetos para que Sorocaba otimize o gerenciamento de ações na área, sob a responsabilidade da Secretaria de Serviços Públicos, como a coleta de lixo doméstico; limpeza e varrição de ruas, avenidas, áreas de feiras-livres e banheiros públicos; roçagem, capinação e limpeza de praças, parques, terrenos e áreas públicas; cortes e podas de árvores; e coleta seletiva.
 
De acordo com o edital, a iniciativa visa o aprimoramento dos serviços de limpeza pública, qualidade de vida e bem-estar da população, redução de custos, melhoria da qualidade do serviço e eficiência na gestão. O coordenador do Conselho Gestor de PPP, Wilson Soares, explica o processo não terá implicação nos contratos em vigor ou processos licitatórios em andamento. "A partir dos estudos, pretendemos nos estruturar para implantar um sistema de médio a longo prazo", explica.
 
A proposta de PPP prevê a gestão dos serviços de coleta, transporte e destinação final da coleta de lixo doméstico e demais serviços correlatos. No caso dos resíduos, a ação abrange materiais como pneus, lâmpadas fluorescentes, pilhas e baterias e resíduos eletroeletrônicos, além de materiais que não representam riscos à saúde, e ainda a integração das cooperativas que atuam na coleta de materiais recicláveis. A princípio, a PPP seria firmada na modalidade de concessão administrativa por um prazo estimado em vinte anos. O edital, que também está disponível pela Internet no endereço www.sorocaba.sp.gov.br/ppp , prevê um prazo de dez dias úteis para que as empresas interessadas requeiram autorização para a execução dos estudos. Finalizado este primeiro prazo, o projeto referente deve ser entregue em até sessenta dias.
 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar