Domingo, 17 de Novembro de 2019

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< EM 20 DIAS - Quase dobra o número de casos de dengue na região

Publicada em 27/03/2015 às 08:03
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

O mosquito Aedes aegypti tem infectado cada vez mais pessoas (Foto:Arquivo DS)
Em um período de 20 dias, o número de casos de dengue confirmados na região de Sorocaba cresceu 94,28%. No último levantamento feito pelo DIÁRIO, no dia 6 deste mês, os municípios de Porto Feliz, Votorantim, Mairinque, Itu, Araçoiaba da Serra, Salto de Pirapora, Iperó e Alumínio, somavam 2.014 casos confirmados. Atualmente, confirmam 3.913 ocorrências. Em comparação com Sorocaba, que registra 26.580 casos, segundo levantamento não oficial divulgado na quarta-feira (25), a região representa 14,7%. Dos municípios que fazem divisa com Sorocaba, apenas Salto de Pirapora confirma uma morte por dengue.
 
Com 51.628 habitantes, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Porto Feliz está com 144 casos – desde o começo do mês de março, quando havia 36, o número aumentou 300% e a diferença atualmente é de 108 casos, podendo ser um a cada 358 pessoas. Já em Votorantim, com 116.706 habitantes, passou de 328 ocorrências para 868, representando um aumento de 540 casos, cerca de 164,63% a mais, um a cada 134 pessoas. 
 
Mairinque tem 45.729 habitantes e confirma 59 fatos. No levantamento passado, a cidade tinha 29 ocorrências, a diferença é de aproximadamente 103,44%, o que representa mais 30 casos, e um a cada 775 pessoas. Com 165.511 habitantes, Itu registrava até esta quinta-feira (26) 137 casos - aumento de 87, cerca de 174%, já que no começo deste mês tinha 50 registros. Naquele município, a cada 1.186 pessoas, uma pode estar com a doença. Em Araçoiaba da Serra, havia 40 casos, agora existem 74, aumento de 85%. Portanto uma a cada 415 pessoas pode estar doente, pois a cidade tem 30.713 habitantes. 
 
Já em Salto de Pirapora, com 43.148 habitantes, o número de ocorrências passou de 749 para 1.311. A diferença é de 562 infectados, podendo ser um a cada 32 pessoas. Iperó está com 1.301 diagnósticos positivos. No último levantamento, a cidade, com 32.568 habitantes, registrava 778 casos. Com aumento de 523 registros, uma a cada 62 pessoas pode portar a doença. Em Alumínio, houve um aumento de 15 casos. No começo de março, o município, que faz divisa com Sorocaba no sentido sudeste, tinha apenas quatro. Alumínio tem 17.924 habitantes e entre 943 pessoas pode haver uma infectada. 
 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar