Sexta-Feira, 29 de Maio de 2020

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< DIA INTERNACIONAL DA MULHER: Solidariedade e Cultura entram nas comemorações Doações de cabelos puderam ser feitas na praça central

Publicada em 08/03/2015 às 08:03
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

Entre as atividades estava a de maquiagem (Foto:Fernando Rezende)
A mulher que passou pela Praça Coronel Fernando Prestes, no Centro, na manhã deste sábado (7), pôde participar das atividades sociais, culturais e educacionais, desenvolvidas pelos estudantes dos cursos de Pós-Graduação em Administração e Organização de Eventos do Senac. Chamada de “AquarElas”, a iniciativa ocorreu em parceria com a Prefeitura de Sorocaba, através da Secretaria de Desenvolvimento Social, e serviu de homenagem ao Dia Internacional da Mulher, comemorado neste domingo (8). 
 
A secretária de Desenvolvimento Social e vice-prefeita, Edith Di Giorgi, explica que a pasta foi procurada pelos alunos para que o evento pudesse ser organizado. Ela comenta que a atividade também conta como trabalho de conclusão de curso dos organizadores. De acordo com Edith, a secretaria promove em todos os anos alguma comemoração relacionada à mulher e, desta vez, juntou-se à proposta dos pós-graduandos. “Avalio a parceria como positiva, porque eles (alunos) também foram atrás de outros parceiros, como médicos.” 
 
Seis tendas foram instaladas na praça central para abrigar mulheres, com faixa-etária entre 18 e 40 anos. Cada um dos 12 alunos organizou a atividade com que mais se identificou ou de que tivesse algum conhecimento. Conforme o estudante e um dos organizadores, Renato Lazarine, aquelas que passassem pela área de beleza poderiam escolher ser maquiada ou aprender a fazer tranças. Senhas de acesso foram distribuídas entre as participantes para manter a organização. O tempo médio de espera era de 15 minutos. 
 
A auxiliar de produção, Ivonete Maria Ferreira, foi uma das atendidas pela aluna Karina da Silva Moreno. Moradora na Vila Sabiá, Ivonete assegura não ter o costume de ir ao salão de beleza, mas aproveitou a passagem pela região central para dar “um retoque no visual”, como justificou. Ela aprovou a iniciativa e diz que outros eventos parecidos deveriam ser desenvolvidos na cidade. Enquanto a munícipe elogiava o trabalho, Karina afirmava ser grande a responsabilidade de estar maquiando diversas pessoas em um dia. “Tenho de ter muito cuidado. Primeiro pergunto o de que ela gosta e faço tudo para agradá-la.” 
 
Na tenda da beleza, estudantes promoveram o corte de cabelo solidário. A atividade foi destinada a colaboradores que quisessem doar seus cabelos para mulheres em tratamento contra o câncer. “Preferencialmente, o atendimento é para quem pode doar mais de dez centímetros de cabelo, mas qualquer um que ajudar será bem-vindo.” Lazarine salienta que muitas pessoas já tinham deixado suas doações antes de o evento começar. No momento do corte, a voluntária era orientada sobre o destino do cabelo e os procedimentos adotados na atividade. Segundo o organizador, o material é destinado à ONG “Acreditar”, de Porto Feliz (SP).
 
O ginecologista Jefferson Delfino foi um dos responsáveis pela tenda da saúde. Ele explana que o objetivo daquela equipe era sanar dúvidas das mulheres sobre doenças que podem aparecer no organismo feminino. Por isso, médicos de diferentes áreas uniram-se para ajudar mulheres que precisassem de orientação. As demonstrações foram feitas por meio de conversas, panfletos e painéis. 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar