Terça-Feira, 10 de Dezembro de 2019

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< Artista plástico expõe suas obras na Casa `Aluísio de Almeida'

Publicada em 04/03/2015 às 10:03
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

O artista plástico Eduardo Lages expõe suas telas no Instituto Histórico (Foto:Divulgação/Thiago Lages)
Como parte das comemorações alusivas à passagem do 61º aniversário do Instituto Histórico, Geográfico e Genealógico de Sorocaba (IHGGS), comemorado neste 3 de março, juntamente com o 354º aniversário da elevação do Povoado de Nossa Senhora da Ponte de Sorocaba à categoria de Vila, as obras do artista plástico Eduardo Lages estão expostas no salão de exposições da sede do Instituto, anexa à Casa "Aluísio de Almeida", à rua Ruy Barbosa, 84, no bairro do Além-Ponte.
 
O artista plástico é natural de Rancharia, mas há anos vive em Sorocaba, onde fixou residência e começou a trilhar seu caminho na arte. Tudo começou por acaso, ainda na adolescência, ao pintar uma ave para um concurso da escola onde estudava. Apesar de ter ganho o concurso em primeiro lugar, Eduardo Lages só tomou real consciência de seu talento anos depois.
 
Em sua primeira fase, ao pintar o impressionismo, inspirava-se nas obras dos grandes mestres da pintura como Monet, Manet e Van Gogh entre outros. Mesmo nas fases seguintes, ao pintar desenhos geométricos, cenas do cotidiano, objetos, animais e natureza de forma geral, essa inspiração sempre esteve presente. Em sua jornada diária de trabalho solitário, entre pincéis, paletas e tintas, tem sempre como companhia a música erudita.
 
Eduardo Lages define-se hoje como um pintor sem estilo e sem rótulos, porque pinta o que sua inspiração pede no momento que pega em seus pincéis. Seus trabalhos são feitos em tinta a óleo e nunca usa cores puras. Sua forte ligação com a natureza o inspira a pintar pássaros, borboletas e flores, com imagens sobrepostas. Algumas de suas obras possuem mais de 1.700 variações de cores. Ao serem admiradas, encantam pela riqueza de detalhes e cores alegres, revelando formas diferentes para cada admirador, parecendo ter movimento como em um caleidoscópio.
 
Eduardo passou também algum tempo na Europa, visitando museus, admirando de perto as obras de seus ídolos. Também teve algumas de suas obras expostas em Portugal e na França, em Paris, na "Semaine d'art Brésiliense à Paris", na Galerie Artitude. Além de colocar algumas obras em Sorocaba, parte de seus trabalhos é vendida na Europa, Estados Unidos e São Paulo. 
 
A exposição segue até 15 de março. O horário para visitação pública é de segunda à sexta-feira, das 8 às 12 e das 13 às 17 horas, com entrada franca.
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar