Terça-Feira, 12 de Novembro de 2019

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< Comércios e prédios do Centro são alvos de vândalos durante Carnaval

Publicada em 17/02/2015 às 12:02
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

Centro amanheceu nesta segunda-feira com vários comércios pichados (Foto: Fernando Rezende)
Criminosos aproveitaram o carnaval para fazer um arrastão no Centro de Sorocaba, no último fim de semana. Seis lojas tiveram as portas depredadas e uma delas foi arrombada e saqueada. Os autores da ação conseguiram entortar a porta metálica, de fechamento eletrônico, e invadiram a loja, furtando peças de roupas. O proprietário do estabelecimento constatou o saque na manhã desta segunda-feira (16), quando foi abrir a loja, localizada no Bulevar Dr. Braguinha. 
 
Outras lojas da mesma rua também sofreram danos, mas os criminosos não conseguiram consumar o furto. Mais três comércios quase foram furtados, um deles na Rua Monsenhor João Soares, outro na Penha e outro na Praça Coronel Fernando Prestes. 
 
Durante a onda de crimes, vários prédios e estabelecimentos tiveram as paredes pichadas, como na Rua Quinze de Novembro. Um contêiner para lixo de grande porte, instalado na Rua São Bento, em frente aos Correios, foi incendiado. O material plástico escorreu pela rua. Sacos de lixo também foram espalhados pelas vias. Um homem foi assaltado próximo da antiga estação ferroviária. Abordado por três menores, ele ficou sem o celular e o relógio.
 
Os relatos sobre os casos de vandalismos foram ouvidos pelo presidente da Associação do Centro Estendido de Sorocaba (Aceeso), Hudson Pessini. Segundo ele, os delitos ocorreram entre a noite de sábado (14) e a madrugada de domingo (15). “Fui informado pelos comerciantes de que criminosos tentaram arrombar as lojas, sendo que de uma delas conseguiram levar os produtos. Estes locais ficam próximos um do outro. Eu acredito que faltou patrulhamento na região central, pois todo o efetivo da PM e GCM estava dando atenção ao Carnaval em outros pontos da cidade.” 
 
Pessini destacou que existem câmeras de videomonitoramento da Guarda Civil Municipal no Centro, mas que elas, pelo jeito, não foram averiguadas pela corporação. Ele também disse que, como os crimes não foram flagrantes, serão registrados somente nesta quarta-feira, no 5º Distrito Policial, que é responsável pelas investigações da área central, e não na Delegacia Seccional, como geralmente ocorre. 
 
O subcomandante da GCM, Gilmar Ezequiel de Oliveira, disse que não foi informado das tentativas de furtos e pichações e que as câmeras não detectaram nenhuma ação suspeita nesses locais. “Não fomos comunicados oficialmente de nenhum ato de vandalismo neste final de semana. Nosso efetivo trabalhou normalmente fazendo o patrulhamento. Preciso que os comerciantes registrem os boletins de ocorrências para sabermos, exatamente, quais pontos foram acessados pelos criminosos. Depois disso, poderemos verificar se nossas câmeras detectaram algum delito. Peço que a população fique atenta a qualquer situação anormal e ligue para a GCM.” Ainda, conforme o subcomandante, a corporação prendeu 20 pessoas no início deste ano, envolvidas em pichações de muros nesta região. 
 
O capitão Fábio Haro, que comanda a 3ª companhia da Polícia Militar, responsável também pelo patrulhamento da área central, não foi encontrado para comentar sobre o assunto. No entanto a PM informou que está operando com o patrulhamento especial durante a operação de Carnaval. 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar