Segunda-Feira, 17 de Junho de 2019

Diário de Sorocaba

buscar

<< Ministro recebe pedido de mais 900 casas do 'Minha Casa Minha Vida'

Publicada em 20/01/2015 às 01:01
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

Gilberto Kassab recepcionou prefeitos e políticos em Porto Feliz (Foto: Divulgação)
BOITUVA
 
O ministro das Cidades, Gilberto Kassab, esteve em Porto Feliz no último sábado (17), onde se reuniu com prefeitos e políticos da região; no entanto Sorocaba não enviou nenhum representante. Aproveitando a oportunidade, o prefeito de Boituva, Edson Marcusso (PTB), conversou com Kassab sobre a possibilidade de ampliação do número de casas do programa "Minha Casa Minha Vida". “Já conseguimos 500 casas, que estão em obras. Agora estamos solicitando mais 300 e mais 600 unidades, ou seja, mais 900 casas para Boituva”, disse Marcusso. 
 
Marcusso também apresentou outras duas demandas do município, de convênios que foram conquistados nos últimos meses. O primeiro refere-se à pavimentação de ruas do Recanto Maravilha II e a outra, às obras do sistema de drenagem por galerias da Eugênio Motta e de um parque linear no Jardim Esplanada. “São projetos em andamento, e aguardamos a liberação dos recursos para a execução”, comentou.
 
Durante a visita, Kassab enfatizou que a proposta do encontro foi estabelecer um diálogo mais próximo com os municípios do País, para alinhar ações conjuntas com cada prefeito. “É o Ministério das Cidades, portanto é o ministério dos prefeitos e das prefeituras.” E continuou: “As parcerias serão feitas na medida de nossas possibilidades e nas necessidades, evidentemente priorizadas, para que os municípios se sintam atendidos”, ressaltou.
 
Para o prefeito de Boituva, a possibilidade que de se discutir soluções conjuntas e projetos com o ministro das Cidades representa uma oportunidade e que não deve ser desperdiçada. “Trouxemos nossos pedidos e justificamos cada um deles. Nossa expectativa é de que os investimentos sejam consignados no orçamento do governo federal, resultando em mais benefícios para a população boituvense”, explicou.
 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar