Terça-Feira, 18 de Junho de 2019

Diário de Sorocaba

buscar

<< Adolescente desaparece em lagoa do Parque Vitória Régia

Publicada em 20/01/2015 às 01:01
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

Os bombeiros passaram toda a tarde de ontem procurando pelo garoto na lagoa (Foto: Fernando Rezende)
Um adolescente de 17 anos desapareceu ontem (19), na lagoa conhecida como Prainha, no Parque Vitória Régia, zona norte de Sorocaba. Os bombeiros estão à procura do rapaz desde as 13 horas de ontem, quando ele foi nadar no local com um grupo de amigos com idade entre 14 e 18 anos.
 
Segundo populares, o jovem e mais dez garotos brincavam na lagoa sobre um colchão inflável, que estava furado. O colchão rasgou-se e os meninos caíram na água. Um deles quase se afogou, mas conseguiu salvar-se; já o adolescente afundou e não voltou mais. 
 
Ainda, conforme os populares, o garoto estava com um machucado no pé causado por uma queda recente de uma motocicleta, por isso não teria conseguido nadar. O padrasto da vítima compareceu ao local e disse que ficou sabendo do ocorrido por volta das 14 horas, quando estava em casa. Ele demorou alguns minutos para contar sobre o afogamento à esposa, com medo de que ela pudesse passar mal. 
 
Depois de ser informada, a mulher, que trabalha como empregada doméstica, seguiu com o restante da família à lagoa para acompanhar as buscas dos bombeiros, que continuam nesta terça-feira (20). 
 
OUTROS CASOS - Mais duas pessoas morreram afogadas no último final de semana na região, elevando para nove o número de mortes por afogamento somente neste ano. De acordo com o Corpo de Bombeiros, o calor intenso tem levado muita gente a recorrer a rios e lagos para se banhar, sem observar as condições mínimas de segurança. 
 
Na noite de domingo (18), um rapaz de 19 anos afogou-se numa cachoeira do Bairro da Chave, em Votorantim. No final da tarde, um jovem da mesma idade morreu afogado na Pedreira do Toque, em Laranjal Paulista. Na sexta-feira (16), os bombeiros já haviam retirado de um açude, em Tatuí, o corpo de um adolescente de 16 anos.
 
Rios, lagos e cachoeiras da região ficaram lotados por causa do forte calor. Em Sorocaba, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) registrou 36,7ºC no domingo, às 16 horas, a mais alta temperatura do verão.
 
A cachoeira do Bairro da Chave, em Votorantim, chega a receber mil pessoas nos fins de semana e não há salva-vidas. No último dia 10, um homem já havia se afogado nesse local. Na represa do Iporanga, em Sorocaba, dois jovens, de 19 e 22 anos, morreram afogados no último dia 11. Outras três mortes ocorreram em lagos e cachoeiras de Itapetininga, Itaberá e Itapeva.
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar