Area Administrativa
Quarta-Feira, 26 de Junho de 2019

Diário de Sorocaba

teste

buscar

<< Deputada vai pedir antecipação do trem metropolitano

Publicada em 09/01/2015 às 00:01
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

Clodoaldo Pelissioni, que assumiu a pasta de Transportes Metropolitanos, e a deputada Maria Lúcia - Divulgação
A deputada estadual Maria Lúcia Amary (PSDB) pretende pedir ao novo secretário de Estado dos Transportes Metropolitanos, o sorocabano Clodoaldo Pelissioni, que o projeto do trem metropolitano, que ligará a cidade à Capital, saia o quanto antes do papel. Para isso, iniciou contato na quarta-feira (7) a fim de viabilizar um encontro com ele ainda neste mês. A previsão de implantação do sistema é para 2018, mas a parlamentar considera o prazo longo para as expectativas e transformações necessárias em torno dele, e defende que seja realizado em um tempo menor a partir da retirada de obstáculos.
 
“Temos boas perspectivas com o secretário Clodoaldo, porque é da nossa cidade e conhece a urgência dessa implantação. O que vamos fazer é nos colocar à disposição para ajudar a eliminar possíveis entraves. Queremos celeridade a esse processo.” Maria Lúcia afirmou também que está confiante em uma possível antecipação por conta da decisão do governador Geraldo Alckmin (PSDB), que já adiantou que este será um mandato voltado às ferrovias. Ela também quer discutir sobre a garantia de que Sorocaba terá duas estações, no Centro e no bairro Brigadeiro Tobias. 
 
A deputada defende uma estação para São Roque, pois, dessa forma, o trem metropolitano partiria da estação de Sorocaba, passando por Brigadeiro e depois São Roque, chegando ao bairro Água Branca, em São Paulo, com um percurso total de 87,65 quilômetros de extensão. O trem faria essa viagem 54 vezes por dia, entre ida e volta, com uma velocidade média de 160 quilômetros por hora, e intervalo de 15 minutos a cada partida. A tarifa deve ser competitiva e inferior a viagem de carro e ônibus.
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar