Quinta-Feira, 2 de Julho de 2020

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< Presos por suposta participação em quadrilha já estão soltos

Publicada em 23/07/2014 às 00:53
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

Três homens que foram presos durante uma ação da Polícia Militar da Força Tática, que procurava integrantes de uma quadrilha especializada em roubos, foram colocados em liberdade por não existirem provas da participação deles no crime. Fernando Ferreira, 33 anos, seu sogro, Fernando Rodrigues Correia, de 48, e seu cunhado, Vítor Elias Correia, de 19, foram encaminhados ao Centro de Detenção Provisória (CDP) de Sorocaba, mas saíram nesta semana por determinação da Justiça.  

Na noite da quarta-feira (2), um grupo estourou um caixa eletrônico em Tapiraí e foi encontrado na manhã do dia seguinte, quando saía de uma chácara, em Votorantim. Na ocasião, foram presas sete pessoas. Segundo Fernando Ferreira, ele, o sogro e o cunhado dormiam no local, mas não estavam entre os integrantes. “Eu trabalho como cozinheiro num restaurante, em Boituva. Não participei do roubo ao caixa eletrônico. Meu sogro trabalha como motoboy, à noite. Nós três fomos detidos sem comprovação de envolvimento no crime. Não tivemos a chance de nos defendermos naquele momento.” 

Após ter sido comprovada a inocência dos três, a juíza Luciana Carone Nucci Eugênio Mahuad, da Vara Criminal de Votorantim, expediu o alvará de soltura e determinou o arquivamento do caso. Alisson Rodrigues Ferreira, 20 anos, Genilson Mendes Oliveira, de 28, Aguinaldo da Silva Carvalho, vulgo "Guina", de 44, e Andressa Serate Carvalho, 19 anos, porém, continuam presos, acusados de participarem da quadrilha. 

Em resposta à ação da PM, o tenente Júlio César Aranha disse que os policiais receberam uma denúncia anônima de que o bando estaria escondido numa chácara, em Votorantim, após ter invadido a agência do banco Bradesco, localizada no Centro de Tapiraí. Os agentes chegaram ao endereço citado e encontraram os três indivíduos, além de um veículo roubado. Eles prenderam os suspeitos, como determinação das atuações da Polícia Militar. “O trio estava na chácara e tinha a suspeita de envolvimento no crime. Eles foram levados à delegacia de Votorantim, e o delegado plantonista assinou o boletim de ocorrência com os nomes dos três homens relacionados à quadrilha. Só agimos como a PM faz em todas as ações de captura”, ressaltou. 

Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar