Sexta-Feira, 22 de Novembro de 2019

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< Papa Bento diz que não abandonará a Igreja

Publicada em 24/02/2013 às 10:35
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

"Deus me pediu para dedicar-me à oração e à meditação", afirmou neste domingo o papa Beto 16 para milhares de pessoas reunidas na praça de São Pedro para sua última oração do Angelus como pontífice, mas ele completou que não abandonará a Igreja.

Com a voz marcada pela emoção e interrompido pelos aplausos, o papa declarou: "Neste momento de minha vida, sinto que a palavra de Deus está dirigida a mim. O Senhor me chama a subir ao monte, a dedicar-me ainda mais à oração e à meditação".

Mas, mesmo fora do comando da Igreja Católica, o papa disse que estará sempre junto e próximo aos fiéis e à Santa Sé em "oração". "Isso não significa abandonar a Igreja, ao contrário, se Deus me pede isso é para que eu possa continuar a servi-la do mesmo modo dedicado com que o fiz até agora, mas de acordo com a minha idade e as minhas forças", disse Bento 16.

O pontífice reforçou o valor da oração, que, segundo ele, dá fôlego a vida espiritual. "Orar não é isolar-se do mundo e de seus problemas, mas tomar o caminho da ação."

Ao fim, agradeceu ainda aos fiéis pelas orações dedicadas a ele e à igreja nesta fase de transição. O agradecimento foi feito em sete diferentes idiomas, entre eles alemão, italiano, polonês, espanhol e português. 

"Obrigado pela presença e todas as manifestações de afeto e solidariedade, em particular pelas orações que estão me acompanhando todos esses dias."

Cerca de 200 mil fiéis, peregrinos e turistas acompanham a cerimônia para se despedir do pontífice alemão. A segurança do local foi reforçada por 2.000 homens, entre agentes de polícia e voluntários. Também foram instalados detectores de metal na praça.

 

Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar