Segunda-Feira, 21 de Outubro de 2019

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< Dilma homenageia Luiz Gonzaga e entrega Ordem do Mérito Cultural a 41 premiados

Publicada em 05/11/2012 às 18:25
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

Espaço de lançamento de programas governamentais com autoridades da política e da economia, o Salão Nobre do Palácio do Planalto foi ocupado nesta segunda-feira (5) por artistas e intelectuais durante a entrega da Ordem do Mérito Cultural. No total, foram 41 premiados entre intelectuais e instituições. 

Todos os anos, a Ordem do Mérito Cultural homenageia uma personalidade. Este ano, o escolhido foi o compositor popular e instrumentista Luiz Gonzaga, pelo centenário de seu nascimento. Mandacarus, planta comum no Nordeste, compunham a decoração e músicas interpretadas pelo Rei do Baião foram tocadas durante a cerimônia. Elba Ramalho e Chambinho do Acordeão entoaram Asa Branca, música consagrada na voz de Gonzaga.

“Alguns dos agraciados não estão mais no nosso convívio, mas deixaram o legado que nos marca para sempre. A cultura tem a característica de ser atemporal ao mesmo tempo em que reflete o tempo histórico mais do que qualquer outra  manifestação da atividade humana”, destacou a presidenta Dilma Rousseff. “Acultura brasileira é um mosaico muito rico de tradições, criações e inovações de diferentes etnias e costumes”, completou a presidenta.

Entre os agraciados na edição 2012 do maior prêmio da cultura nacional estão artistas conhecidos como Elba Ramalho, Alceu Valença, Fafá de Belém e Regina Casé, o apresentador Silvio Santos e o autor de novelas Aguinaldo Silva. A apresentadora Hebe Camargo e o escritor Jorge Amado foram premiados in memoriam.

Entre as personalidades premiadas por atuar em trabalhos sociais está o cacique Almir Suruí, reconhecido internacionalmente por ter denunciado à Organização dos Estados Americanos (OEA) a exploração ilegal de madeira em terras indígenas e por lutar pelos direitos dos índios.

O Movimento Gay de Minas Gerais, o Museu Histórico Nacional, a Orquestra Popular Bomba do Hemetério e o Bloco Afro Olodum estão entre as instituições premiadas.

A lista completa dos agraciados está no site do Ministério da Cultura. A ministra Marta Suplicy destacou a dificuldade de selecionar os homenageados em um país com tantos talentos. "A dificuldade é grande, mas creio que contemplamos entre eles alguns que já são consagrados pela população e outros já notáveis pela atuação em seus segmentos."

Os premiados tiveram os nomes sugeridos por integrantes da sociedade, por meio da internet, e analisados pelo Conselho da Ordem do Mérito – formado por vários setores do governo. Mas a última palavra foi dada pela presidenta da República.

A homenagem aos agraciados com a Ordem do Mérito Cultural será encerrada com um jantar oferecido pela presidenta Dilma Rousseff nesta segunda (5) no Palácio do Planalto.


Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar