Quarta-Feira, 26 de Junho de 2019

Diário de Sorocaba

buscar

<< Grêmio e Santos ficam no empate

Publicada em 13/11/2010 às 22:29
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

O Santos voltou a complicar a vida do Grêmio. Depois de desencadear uma crise ao eliminar os gaúchos da Copa do Brasil no primeiro semestre, o time do litoral paulista contou com a expulsão de Jonas para empatar em 0 a 0, neste sábado, e frustrar o objetivo de G-4 do adversário. 

Com um jogador a mais desde o primeiro tempo, o time paulista esteve próximo de vencer o jogo com um pênalti cobrado por Zé Eduardo, mas defendido por Victor. Mesmo assim, os donos da casa atingiram o objetivo declarado pelo técnico Marcelo Martellote antes da partida. "Se nós pudermos evitar que o Grêmio chegue na Libertadores, vamos fazer", disse.

O resultado leva o Grêmio para a 5ª colocação com 54 pontos, porém o Atlético-PR pode superar o time tricolor vencendo ou empatando com o Grêmio Prudente neste domingo. A distância para o quarto colocado segue em 2 pontos, e tanto Botafogo quanto Atlético-PR - adversários pela 4ª posição -  enfrentarão o Grêmio no Olímpico nas próximas rodadas. Sem grandes objetivos no campeonato, o Santos ficou em 7º com 52 pontos.

O JOGO - O Santos começou melhor a partida. O desinteresse suposto pela falta de objetivos no Campeonato Brasileiro não fez com que o time paulista diminuísse o ritmo. Jogando em casa, o Santos teve oportunidades com Zé Eduardo, Rodriguinho e Pará, todas antes dos 10 primeiros minutos.

Passados 10 minutos, o Grêmio conseguiu conter o ímpeto dos donos da casa e emparelhou a partida. Entre um ataque e outro, o Santos apostava na boa atuação de Zé Eduardo, que na ausência de Neymar monopolizava as funções ofensivas. Enquanto isso o Grêmio tinha em Douglas sua principal figura.

Tudo transcorria normalmente, o Grêmio estava no ataque, aos 19 minutos do primeiro tempo, e Jonas dominava a bola pelo lado esquerdo com Adriano na marcação. Porém, o goleador do Brasileirão perdeu a cabeça e tentou acertar uma cotovelada no jogador adversário. O lance foi assinalado pela arbitragem e rendeu a expulsão ao camisa 7.

Jonas já havia sido expulso em outro jogo importante na Vila Belmiro. No segundo encontro da semifinal da Copa do Brasil, o time tricolor corria atrás do resultado negativo e o atacante deu um tapa em Mádson recebendo o cartão vermelho.

Inferiorizado, o Grêmio assumiu uma postura defensiva e viu o Santos crescer na partida. Marquinhos colocou Durval em condição de marcar aos 35 minutos, porém o zagueiro cabeceou para fora perdendo grande oportunidade. O primeiro tempo encerrou em 0 a 0, com pressão santista.

SEGUNDO TEMPO - Depois de ser pressionado no fim do primeiro tempo, o Grêmio começou melhor a segunda etapa. Mesmo que o Santos dominasse a partida, o Grêmio esteve mais parto de marcar, com André Lima. Renato Gaúcho optou por não fazer substituições e manteve a mesma ideia tática. Enquanto isso, Marcelo Martellote colocou Allan Patrick na vaga do volante Roberto Brum para tentar o ataque.

Aos 23 minutos, o Santos transformou a pressão em algo mais efetivo. Rafael Marques deu carrinho em Zé Eduardo na ponta direita da área e acertou o atacante Santista. O árbitro não pensou duas vezes e marcou pênalti. O próprio Zé Eduardo cobrou e Victor defendeu.

Depois do pênalti, Grêmio e Santos alternaram bons momentos, com os donos da casa pressionando sempre, mas o resultado foi mantido. O Grêmio não entrou no G-4 e segue sem vencer o Santos na Vila Belmiro pelo Brasileirão. O Santos, por sua vez, freou o oponente, que pode ser revisto na competição continental em 2011.

Na próxima rodada, o Grêmio tem confronto direto pelo G-4 com o Atlético-PR, no Olímpico, sábado, às 19h30. Enquanto isso, o Santos cumpre tabela diante do Goiás, domingo, às 19h30, no Serra Dourada.

Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar