Sábado, 6 de Junho de 2020

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< John Lennon faria 70 anos neste sábado

Publicada em 09/10/2010 às 15:07
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

O músico inglês John Lennon, morto em 1980, completaria 70 anos neste sábado (9). O cantor foi assassinado no dia 8 de dezembro, em frente ao edifício em que morava, em Nova York.

Entre as comemorações para celebrar a vida do músico estão exposições, shows e cerimônias em diferentes cidades do mundo. Liverpool, cidade natal de Lennon, fará a maior homenagem, com mais de 20 eventos nos próximos dois meses.

De sábado a 9 de dezembro, dia seguinte ao 30º aniversário de sua morte, o artista britânico terá apresentações musicais, entre elas uma organizada pela orquestra filarmônica real da cidade, um tour pela Liverpool de John Lennon, sessões de leituras, espetáculos no Cavern Club, onde os Beatles foram descobertos.

Um monumento pela paz deve também ser inaugurado no local no sábado por um de seus filhos, Julian, e por sua primeira mulher Cynthia. Na Islândia, sua última companheira, Yoko Ono, acenderá no sábado perto de Reykjavik a torre "Imagine Peace", memorial que ela dedicou a Lennon, e a Yono Ono Plastic Band, que foi trazida de volta no ano passado com seu filho Sean Ono Lennon, fará uma apresentação.

Em Nova York, onde Lennon viveu por quase dez anos, uma "festa de aniversário de 70 anos de John Lennon" será realizada no sábado em City Winery com as apresentações de várias de suas músicas, antes de um grande show no dia 12 de novembro, no qual se apresentarão, por exemplo, Patti Smith e Cyndi Lauper.

Ainda nos Estados Unidos, o Hall da Fama do Rock and Roll, em Cleveland, também celebra este aniversário com várias manifestações, entre elas a exibição de imagens da cerimônia de inclusão de Lennon, como Beatle, em 1988, e depois como artista solo, em 1994.

Também neste sábado, o YouTube vai disponibilizar depoimentos de nomes como Ringo Starr, Jeff Bridges e o Aerosmith, entre muitos outros, em homenagem ao ex-beatle. O site também terá uma página inicial e um logotipo especiais.

BEATLES - Durante os anos 60, John Lennon liderou ao lado de Paul McCartney o grupo de rock mais famoso de todos os tempos, os Beatles. Desde 1968, antes da dissolução do grupo, Lennon já lançava gravações feitas à parte dos Beatles, em parceria com sua segunda mulher, Yoko Ono.

Dessa época, são as gravações de "Give Peace a Chance", em que Lennon fala de pacifismo, e "Cold Turkey", sobre sua luta contra a dependência de heroína.

Depois da dissolução oficial dos Beatles, anunciada em 1970 por Paul McCartney, Lennon lançou em 71 o single "Power to the People" e o disco "Imagine", que chegou às paradas de sucesso com a faixa de mesmo nome.

Em 1973, o cantor lançou o disco "Mind Games", cuja faixa título teve algum sucesso. Nesse período, Lennon enfrentava uma guerra judicial com o departamento de imigração norte-americano que não queria conceder-lhe um "green card" (permissão de trabalho para estrangeiros) por causa de um processo por porte de maconha, de 1968.

De 74 a 75, Lennon viveu em Los Angeles, separado de Yoko Ono. São dessa fase as composições "Whatever Gets You Through the Night", em parceria com Elton John, e "Fame", em parceria com David Bowie. No final de 75, Lennon e Yoko se reuniram e em meados de 76 ele recebeu o tão esperado "green card".

Lennon só voltaria a gravar em 1980, quando lançou o disco "Double Fantasy", que reunia composições suas e de Yoko Ono. O single "(Just Like) Starting Over" estava subindo nas paradas quando Lennon foi morto por Mark Chapman.
 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar