Sábado, 6 de Junho de 2020

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< Palmeiras goleia e sobe no Brasileirão

Publicada em 07/10/2010 às 23:44
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

A alegria voltou ao Palmeiras. Valdívia marcou dois na goleada sobre o Avaí por 4 a 1, no Pacaembu, pela 28.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Em sua melhor partida no torneio, o time alviverde chegou aos 42 pontos e ficou mais perto do G-3. O clube catarinense, por sua vez, continua com 29, na luta contra o rebaixamento.

O jogo desta quinta-feira também contou com um lance inusitado. O goleiro Zé Carlos conseguiu a proeza de defender uma penalidade e cometer outra na sequência ao provocar Kléber e dar um tapa na cara do atacante do Palmeiras. O lance, que culminou no terceiro gol, foi decisivo para a vitória palmeirense.

O time de Luiz Felipe Scolari completou o quinto jogo sem derrota - é a terceira melhor campanha do segundo turno. No próximo dia 14, o Palmeiras terá duelo contra o Universidade de Sucre, da Bolívia, no primeiro confronto das oitavas de final da Copa Sul-Americana - o torneio é uma das prioridades para conquistar uma vaga na Libertadores 2011.

Com o efeito suspensivo da punição, Felipão esteve presente no banco de reservas no Pacaembu. O treinador mais uma vez começou com Lincoln na reserva e atuou com Valdívia como homem de criação no meio-campo. O chileno se destacou e fez uma de suas melhores atuações com a camisa alviverde.

Após levar um susto no comecinho com uma bola na trave do Avaí, o Palmeiras reequilibrou o jogo e abriu o placar aos 12 minutos. Em cobrança de falta de Marcos Assunção pela esquerda, Valdívia desviou de cabeça e mandou no canto esquerdo de Zé Carlos - o primeiro gol após 13 partidas de seca na volta ao Brasil.

O Palmeiras foi melhor no primeiro tempo e criou boas chances para ampliar. Contudo, a pontaria não esteve muito bem. Aos 34 minutos, Rivaldo fez uma jogada sensacional pela meia esquerda, invadiu a área e bateu em diagonal. O goleiro Zé Carlos espalmou e mandou para escanteio, para alívio da zaga do Avaí.

Apesar da superioridade, o Palmeiras bobeou aos 36 minutos e permitiu ao Avaí o gol de empate. Em cobrança de escanteio, Gabriel desviou e a bola sobrou na área do Palmeiras. Edinho se atrapalhou com Roberto, que estava em posição duvidosa, e a bola foi para o fundo do gol de Deola.

Felipão foi bravo para o intervalo e cobrou mais atenção dos jogadores no segundo tempo. O Palmeiras correspondeu e voltou mais atento. O segundo gol chegou logo aos 4 minutos da etapa final. Em jogada sensacional, Valdívia recebeu na intermediária, limpou a marcação e meteu no ângulo esquerdo de Zé Carlos.

O Avaí ficou desestabilizado e protagonizou uma das cenas mais curiosas deste Brasileirão. Aos 8 minutos, Patric derrubou Rivaldo dentro da área e cometeu pênalti. O time reclamou demais com o árbitro Cláudio Francisco Lima e Silva, principalmente Zé Carlos, punido com o cartão amarelo.

O goleiro do Avaí defendeu a cobrança, foi até o atacante Kléber, que estava caído, e gritou "quer que eu coloque a bola no gol para você?". Na sequência, ele deu um leve tapa no rosto do atacante palmeirense. Corretamente, o árbitro marcou nova penalidade e expulsou o goleiro, que irritado disse ter "apenas feito um carinho".

Kléber desta vez não perdeu a chance e aos 13 minutos cobrou o pênalti no fundo das redes do Avaí. Foi o décimo gol dele no Brasileirão. O goleiro Renan entrou na vaga Bruno, mas ficou parado no meio do gol e não conseguiu defender o chute do palmeirense. 
O Palmeiras marcou o quarto gol aos 24 minutos. Em uma grande jogada, o lateral-esquerdo Gabriel Silva mandou de fora da área e acerto o ângulo direito de Renan. Na próxima rodada do Brasileiro, no domingo, o rival será mais forte do que o Avaí - o Botafogo, no Engenhão, que também luta por uma vaga no G-3.

Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar