Terça-Feira, 7 de Julho de 2020

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< Chefe da polícia do Equador renuncia após rebelião nacional

Publicada em 01/10/2010 às 12:19
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

O chefe de polícia do Equador, Freddy Martinez, oficializou publicamente sua renúncia nesta sexta-feira, após uma rebelião de policiais ter levado o país ao caos ontem. Segundo a imprensa oficial equatoriana, Martinez será substituído interinamente pelo general Floresmilo Ruiz.

O presidente, Rafael Correa, ficou isolado em um hospital por quase 12 horas e só foi liberado no início da madrugada de hoje. Para levá-lo de volta ao palácio presidencial, o Exército do Equador e policiais rebelados entraram em confronto e houve troca de tiros. Em discurso após ser resgatado, Correa afirmou que fará uma "limpeza profunda na polícia nacional" e que "não haverá perdão, nem esquecimentos".

As intensas manifestações desta quinta no país foram motivadas por uma proposta do governo que reduz benefícios salariais das forças de segurança e que está em votação na Assembleia Nacional. Em reação ao amplo protesto de policiais e de parte dos militares, o Equador decretou estado de exceção por uma semana em todo o território nacional e delegou o policiamento e a segurança interna e externa do país às Forças Armadas.
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar