Segunda-Feira, 17 de Junho de 2019

Diário de Sorocaba

buscar

<< Multinacional pretende gerar mil empregos até 2015 ABB é líder no mercado de energia e automação

Publicada em 27/02/2014 às 00:11
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

A quinta fábrica da multinacional suíço-sueca ABB foi oficialmente inaugurada na tarde desta quarta-feira (26), em Sorocaba. Com 125 mil metros quadrados e um investimento de U$S 200 milhões, atualmente conta com 350 funcionários e deve chegar a mil empregos no próximo ano, direta e indiretamente, informou o presidente da ABB no Brasil, Rafael Paniagua. A cerimônia de descerramento da placa inaugural ocorreu no interior do prédio principal da empresa, e contou com a presença do CEO mundial da ABB, Ulrich Spiesshofer; do ministro de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Mauro Borges, que na ocasião representou a presidente Dilma Rousseff (PT); governador Geraldo Alckmin (PSDB); prefeito Antônio Carlos Pannunzio (PSDB); embaixador da Suíça, André Regli; e demais autoridades da região, clientes e empresários. Antes da inauguração, as autoridades visitaram as dependências da empresa e posaram para fotos com funcionários. 

ABB – Líder no mercado de energia e automação, a multinacional está no Brasil há 102 anos e acumula no currículo o fornecimento dos equipamentos elétricos do bondinho do Pão de Açúcar, no Rio de Janeiro, e implantação de metade das turbinas geradoras da Usina Hidrelétrica de Itaipu, além de parte dos equipamentos elétricos. Com duas unidades em Guarulhos, uma em Osasco e outra em Blumenau (Santa Catarina), o presidente da ABB no Brasil ressalta que Sorocaba foi escolhida por sua localização e qualidade de mão de obra. “A logística é importante, por exemplo, para transporte de equipamentos de baixa-tensão, que serão 25 mil unidade por dia.” 

A unidade de Sorocaba iniciou parte das operações no segundo semestre de 2013 e abriga a primeira fábrica de eletrocentros da multinacional, subestações compactas de energia. Ainda vai produzir linhas de geradores, motores, retificadores, sistemas de acionamento, produtos de medição e de baixa-tensão.  

Durante coletiva concedida à imprensa, o diretor de automação de processos, Ricardo Hirschbruch, contou que a ABB irá entregar 175 módulos para um projeto da Vale, e também é responsável pelo fornecimento do sistema elétrico que será implantado em sete navios sonda, montados no Estaleiro Jurong Aracruz, no Espírito Santo. O CEO mundial da ABB, Ulrich Spiesshofer, destaca que o Brasil é uma das principais economias do mundo e considera o mercado chave da multinacional. 

Por sua vez, Pannunzio afirma que em todas as regiões do País é possível encontrar peças produzidas em Sorocaba, e fez um pedido ao ministro de Desenvolvimento Econômico. “O Congresso está debatendo um projeto de emenda constitucional que pretende estender os efeitos dos benefícios à Zona Franca de Manaus por um longo período. O Governo e o Congresso devem apreciar e decidir, mas faço uma ponderação para que os benefícios da lei geral da informática, que atende às indústrias do setor de eletroeletrônicos, possam ser mantidos pelo mesmo período que será concedido à Zona Franca.”

O ministro Mauro Borges frisou que a presidente Dilma Rousseff tentou manter a agenda para participar da inauguração, presença que foi cancelada na véspera da cerimônia. Ele afirmou que a ABB é uma das empresas ícones da industrialização no Brasil e acredita que, para o País se posicionar no “novo ciclo de expansão mundial”, precisa aprofundar a relação com o mundo. “A ABB escolheu bem, Sorocaba é a capital da tecnologia, inovação e vanguarda do conhecimento. Queremos que o ‘made in Sorocaba’ vá para todo o mundo e vamos verificar a questão da importação”, disse o governador Geraldo Alckmin.   

Ainda participaram da cerimônia, o diretor de produtos de baixa-tensão, Paolo Pescali; diretor de Discrete Automation and Motion, Richard Suurland; vice-prefeita e secretária de Desenvolvimento Social, Edith di Giorgi; presidente do Parque Tecnológico, Vitor Lippi; secretário de Governo e Segurança Comunitária, João Leandro da Costa Filho; de Desenvolvimento, Geraldo César Almeida; Gabinete, Rodrigo Maldonado; e os vereadores Cláudio do Sorocaba I (PR), presidente da Câmara; Jessé Loures (PV), Irineu Toledo (PRB) e Neusa Maldonado (PSDB).
 
 
 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar