Terça-Feira, 18 de Junho de 2019

Diário de Sorocaba

buscar

<< Receita arrecada valor recorde de R$ 123,667 bilhões em janeiro Especialistas já esperavam resultado que variasse de R$ 108 bilhões a R$ 129 bilhões, mas abaixo da mediana estimada

Publicada em 26/02/2014 às 11:00
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

A arrecadação de impostos e contribuições federais cobrados pela Receita Federal bateu recorde histórico em janeiro deste ano, ao atingir R$ 123,667 bilhões. Houve alta real, com correção da inflação pelo IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) de 0,91% ante janeiro do ano passado, enquanto em relação a dezembro de 2013 a arrecadação apresentou alta real de 3,91%, de acordo com a Receita. O recorde anterior era de janeiro de 2013, com arrecadação de R$ 122,548 bilhões, em valor corrigido pelo IPCA.

O resultado da arrecadação federal no mês passado ficou dentro do intervalo das expectativas dos especialistas, que variava de R$ 108,000 bilhões a R$ 129,670 bilhões, mas abaixo da mediana estimada, de R$ 124,600 bilhões.

A arrecadação das chamadas receitas administradas pela Receita Federal somou R$ 117,136 bilhões no mês passado. As demais receitas (taxas e contribuições recolhidas por outros órgãos) foram de R$ 6,531 bilhões.

Já por parte da arrecadação do Imposto de Renda Pessoa Jurídica, a Receita Federal acumulou R$ 22,289 bilhões, assim como na Contribuição sobre o Lucro Líquido, em janeiro, ficando em R$ 11,669. Os valores são respectivamente, 6,89% e 2,73% menores que os vistos em 2013. De acordo com o Fisco, estes resultados devem-se à base de comparação, já que, no mesmo mês em 2013, houve uma elevada concentração nos pagamentos destes tributos.

Com imposto de importação, a arrecadação somou R$ 3,426 bilhões no mês passado, um crescimento de 9,14% ante janeiro de 2013. O aumento deu-se, segundo o Fisco, da elevação no valor em dólar das importações e da alta na taxa média de câmbio. Com IPI Vinculado, a arrecadação foi de R$ 1,343 bilhão, uma alta de 5,94% na mesma base de comparação.


Mensaleiro está sozinho em cela e terá dieta especial

O ex-deputado Roberto Jefferson (PTB), que começou na segunda-feira (24) a cumprir a pena de sete anos e 14 dias por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, está em uma cela individual do Instituto Penal Coronel Francisco Spargoli Rocha, em Niterói, região metropolitana do Rio de Janeiro. A informação é da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária. 

Condenado no processo do mensalão, Jefferson teve o pedido de prisão domiciliar negado na sexta-feira (21) pelo presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa. Segundo a Secretaria, Jefferson receberá uma dieta alternativa, buscando atender às necessidades do preso, preparada por uma nutricionista da Secretaria. Desde que se submeteu a um tratamento contra câncer de pâncreas, em 2012, Jefferson cumpre uma rigorosa dieta, toma injeções a cada 15 dias e faz exames periódicos. O ex-deputado, delator do mensalão, terá direito a banho de sol em dias e horários alternados. As visitas ocorrerão depois que as pessoas próximas do mensaleiro forem credenciadas.

NAS REDES SOCIAIS - Impedido de ter acesso à internet, a telefone celular e às redes sociais, o ex-deputado Roberto Jefferson delegou a assessores a função de abastecer seu blog e sua conta no Twitter. Nesta página, assessores explicaram que Jefferson pediu que continuassem nas redes sociais e disseram que o ex-deputado prometeu entrar em contato assim que for possível. A assessoria também ressaltou que há uma conta bancária aberta para o delator do mensalão receber doações para pagamento da multa de R$ 720 mil, imposta pelo Supremo Tribunal Federal. 


Ex-presidente diz que País precisa de ar e sangue novos

O ex-presidente, Fernando Henrique Cardoso, defendeu ontem que o Brasil precisa de ar e sangue novos. Em solenidade, no Senado, de homenagem aos 20 anos do Plano Real, o ex-líder disse que a democracia requer sempre renovação e que está na hora de mostrar ao País que há caminhos. 

Sob risos da plateia, Fernando Henrique disse que a sua geração já passou. "Somos todos octogenários, nós já morremos.” Segundo FHC, é preciso passar para outra geração, uma vez que o País tem muita gente jovem e com entusiasmo para mudar.

Ele afirmou que o Brasil está avançando e destacou que é bom que avance mesmo; mas defendeu que chegou o momento de a Nação tomar novos rumos. Destacou que a economia contemporânea requer inovação. 

Fernando Henrique disse ter sido criticado durante suas gestões porque não foi aprovada uma ampla reforma política. Mas, em uma crítica ao governo Dilma Rousseff, disse que o momento chegou diante do quadro de fragmentação partidária. "Agora não dá mais, não dá mais, não é possível conviver com 30 partidos e 39 ministérios. É a receita para a paralisação da administração."


Tentativas de fraude contra o consumidor cresceram 8,2%

As tentativas de fraude contra o consumidor aumentaram 8,2% em janeiro deste ano, na comparação com o mesmo mês de 2013, de acordo com o indicador da empresa de consultoria Serasa Experian. Foram registradas, no mês, 186.549 tentativas de fraude, o que representa uma tentativa a cada 14,4 segundos no País. Em relação a dezembro, houve queda de 2%.

A Serasa considera tentativa de fraude contra o consumidor o roubo de identidade, em que dados pessoais são usados por criminosos para firmar negócios sob falsidade ideológica ou obter crédito com a intenção de não honrar os pagamentos.

Entre os segmentos, a telefonia respondeu por quase metade das tentativas de fraude. Em janeiro, foram 84.310 registros, o que representa 45,2% do total. O setor de serviços, que inclui construtoras, imobiliárias e seguradoras, teve 51.517 registros, o equivalente a 27,6% do total.


Ligações de fixos para celulares ficarão 13% mais baratas em março

As ligações feitas de telefones fixos para celulares ficarão 13% mais baratas a partir de março. Nas chamadas locais entre fixos e móveis, o preço médio do minuto cairá de R$ 0,45 para R$ 0,39, segundo a Agência Nacional de Telecomunicações.

Nas ligações interurbanas com DDD, iniciando pelo mesmo dígito - como São Paulo (11) e Ribeirão Preto (16), por exemplo - o preço médio do minuto passará de R$ 0,93 para R$ 0,80. Já para as demais chamadas interurbanas entre fixo e celular, o preço médio do minuto cairá de R$ 1,05 para R$ 0,92.

A queda no valor das ligações é consequência de uma decisão da Agência Nacional que reduziu a chamada tarifa de interconexão entre as redes. A taxa funciona como uma espécie de pedágio, paga pela operadora de telefonia fixa quando a ligação usa uma rede de celular.


Diretores do Google Brasil são denunciados por desobediência

Dois diretores jurídicos do Google Brasil foram denunciados à Justiça, em ação penal apresentada pelo Ministério Público Federal em São Paulo, pela prática do crime de desobediência. A Procuradoria afirma que Fabiana Regina Siviero e André Zanatta Fernandes de Castro deixaram de cumprir ordens judiciais em várias ações destinadas à apuração de divulgação de materiais obscenos, envolvendo crianças, por usuários do Orkut, que pertence ao Google.

Segundo Termo de Ajustamento de Conduta, firmado em 2008 com o Ministério Público, a empresa comprometeu-se a comunicar os casos em que o material ilícito fosse divulgado e a preservar em seus servidores os conteúdos necessários à investigação do crime, por um prazo de 180 dias, prorrogável por igual período. Mas, de acordo com o Ministério, ainda que o Google tenha notificado a Justiça sobre a veiculação de tais materiais, em muitas ocasiões os denunciados não respeitaram os prazos e não forneceram as informações requisitadas posteriormente, como dados dos usuários e imagens exibidas.

Em nota, o Google Brasil informou que ainda não foi formalmente intimado, razão pela qual não pode pronunciar-se sobre este caso específico. A empresa também ressaltou que sempre colabora com as autoridades brasileiras em investigações contra este tipo de material e cumpre à risca todas as ordens judiciais que estão ao seu alcance, inclusive dentro do Termo de Ajustamento de Conduta assinado com o Ministério Público em 2008.


Alckmin descarta competição entre programas em São Paulo

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), afirmou que a inclusão de dependentes químicos no Programa Emergencial de Auxílio Desemprego, conhecido como Frente de Trabalho, não compete com o "De Braços Abertos", lançado no início do ano pelo prefeito Fernando Haddad (PT). 

Alckmin disse que teve ao menos três reuniões com Haddad sobre o assunto. Ele afirmou que há uma boa parceria em todas as áreas e também naquilo que envolve o governo federal.

Segundo o líder estadual, o governo tem atendido às demandas da Prefeitura. "A Prefeitura pede o policiamento e nós reforçamos. A Prefeitura pediu para ampliarmos o Bom Prato e nós ampliamos." De acordo com o governador, as responsabilidades do Estado e da Prefeitura complementam-se. 

RACIONAMENTO - Alckmin também afirmou que um possível racionamento de água na Capital é uma decisão técnica que está sendo monitorada dia a dia pela Sabesp. Ao ser questionado se o governo ainda poderia garantir que não haverá racionamento, ele respondeu que este assunto será decidido mais adiante.
 
 
GIRO PELO MUNDO

Expulsando diplomatas

Os Estado Unidos expulsaram três diplomatas venezuelanos em resposta à medida semelhante tomada por Caracas na semana passada, informou uma fonte do governo norte-americano, em condição de anonimato. 

Captura de mercenário 

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou a captura de um suposto mercenário estrangeiro, que faria parte de um plano para desestabilizar o país.

Contingente militar

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, ordenou ao Pentágono que planeje a retirada, até o fim deste ano, de todo o contingente militar norte-americano, ainda presente no Afeganistão.

Ajuda financeira 

A União Europeia está pronta para prestar ajuda financeira imediata à Ucrânia, seja por meio das instituições do bloco ou dos governos nacionais, disse ontem o comissário para assuntos econômicos e monetários da UE, Olli Rehn.

Investigações na Turquia

O chefe do escritório da promotoria da Turquia abriu ontem uma investigação sobre os registros de áudio, com as supostas vozes do primeiro-ministro Recep Tayyip Erdogan e de seu filho.

Ataque aéreo

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, recusou-se a dizer se seu país fez ou não um ataque aéreo contra um suposto carregamento de armas do Líbano para a Síria. 

Bíblia salva motorista

A Bíblia que um motorista de ônibus americano guardou no bolso salvou sua vida ao evitar que dois tiros o atingissem no peito, informou ontem a polícia. "Houve, obviamente, algum tipo de intervenção envolvida neste incidente, porque ele provavelmente não deveria estar aqui", declarou o sargento.

Crianças sírias em risco 

Cerca de 2 mil crianças sírias menores de 5 anos e refugiadas no Líbano correm o risco de morrer de desnutrição se não receber tratamento imediato, anunciou ontem a Unicef.

Desperdício de comida

Cerca de 30% dos alimentos produzidos nos Estados Unidos são desperdiçados. Isso significa que 60 bilhões de quilos de comida vão parar em depósitos de lixo todos os anos, de acordo com o Departamento de Agricultura do país.

Mortes na Nigéria 

Um ataque contra um colégio do ensino secundário na região nordeste da Nigéria, supostamente cometido pelo grupo islamita radical Boko Haram, provocou 29 mortes.



Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar