Quarta-Feira, 26 de Junho de 2019

Diário de Sorocaba

buscar

<< Polícia Rodoviária inicia Operação Carnaval nesta sexta-feira A ação começa às 18 horas e segue até as 12 horas do dia 5 de março

Publicada em 26/02/2014 às 10:54
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

A Polícia Militar Rodoviária inicia nesta sexta-feira (28) a “Operação Carnaval 2014”, a partir das 18 horas. A ação, desencadeada pela Secretaria de Segurança Pública, terá o reforço do policiamento em todo o Estado e a fiscalização de trânsito nos mais de 22 mil quilômetros de rodovias estaduais paulistas, durante o período de festas, que terminará no dia 5 de março (quarta-feira), às 12 horas. 

A operação será desenvolvida com o Departamento de Estradas e Rodagem (DER), o Desenvolvimento Rodoviário S.A (Dersa), Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp) e as concessionárias de rodovias. O apoio é da Secretaria Estadual de Logística e Transportes. De acordo com o tenente Mário Machado, o policiamento permanecerá em regime especial de trabalho, com redução de folgas e emprego do efetivo administrativo, atuando diariamente nas rodovias do Estado. “O reforço policial será concentrado em todas as rodovias, como a Castelo Branco e a Raposo Tavares, onde existem maior fluxo de veículos.” 

As cinco unidades de policiamento, como os cinco batalhões da Polícia Militar Rodoviária, sediados em São Bernardo do Campo, Bauru, Araraquara, Jundiaí e Sorocaba, além do comando de São Paulo e de outras unidades da PM, estarão trabalhando no feriado prolongado. Cerca de 700 viaturas ficarão espalhadas pelas estradas, como também 125 radares móveis e 349 etilômetros para a fiscalização de motoristas que estiverem alcoolizados. “Nossa fiscalização será potencializada aos condutores que estiverem dirigindo embriagados. Nesta época de festas é muito comum que as pessoas bebam grande quantidade de bebida alcoólica, portanto estaremos atentos para coibir esse tipo de infração que possa oferecer riscos de acidentes nas estradas”, disse o tenente. 

De acordo com Mário Machado, a atenção será redobrada também quanto ao uso de cinto de segurança. Ele alerta que é muito comum os passageiros no banco traseiro não usarem o cinto, o que serve de risco para acidentes. “As pessoas costumam usar o cinto de segurança quando estão na cidade, mas não nas estradas. Houve um caso onde três pessoas de uma mesma família foram lançadas de um veículo, num capotamento que ocorreu no quilômetro 51 da Castelo Branco, em Araçariguama. A mãe, o bebê e o tio da criança morreram ao ser atirados, porque não usavam cinto de segurança. O alerta que fazemos é que, não somente o condutor do veículo venha a usar o cinto de segurança, mas também os passageiros, que costumam não prestar atenção quanto a este precioso detalhe.” 

A Polícia Militar divulgou os horários de maior pico que os motoristas devem evitar para não pegarem congestionamento: a partir das 18 horas da sexta-feira (28); no sábado, entre as 6 e às 13 horas; na terça-feira, das 12 até a meia-noite; e na quarta-feira (5), das 6 às 13 horas. “Pedimos que os condutores evitem esses horários, onde as estradas receberão um grande número de veículos, com destino ao Litoral e também ao Interior. Recomendamos também que, antes de pegar a estrada, seja feita a devida revisão no carro. Se o motorista tiver alguma dúvida, procure um dos postos da Polícia Rodoviária para qualquer tipo de informação”, salienta o tenente Mário.  


Homem ameaça estourar botijão de gás no quarto 

A ameaçada de um homem de 32 anos em estourar um botijão de gás em seu quarto, mobilizou três viaturas da Guarda Civil Municipal (GCM), uma da Polícia Militar (PM), duas ambulância do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu-192), um carro de autocomando e um caminhão autobomba plataforma do Corpo de Bombeiros, na manhã desta terça-feira (25). O movimento no imóvel, localizado na Avenida 9 de Julho, chamou a atenção dos moradores do Jardim Nova Esperança. 
Segundo a irmã do rapaz, ele é esquizofrênico e usuário de crack, e não foi a primeira fez que teve crise. “Levamos ele ao Hospital Regional e tentamos interná-lo, mas ele não quer e não pode ser obrigado.” Familiares tentavam acalmar o homem desde as duas horas da madrugada, quando começaram a acionar o Samu e a PM, que chegou ao local por volta das 10 horas. “Durante esse tempo ele jogou óleo quente na minha mãe e sujeira na parede”, contou a irmã. 

Os oficiais tentaram convencer o homem a sair, sem sucesso. Às 10h45, um policial empurrou a porta do cômodo, que não estava trancada, apenas com uma mesa barrando a abertura. Médicos do Samu amarraram o paciente numa maca. Ele não resistiu ao atendimento e foi encaminhado ao Hospital Regional. 


Porteiro sofre tentativa de homicídio 

O porteiro Wanderson Ricardo Barros da Rocha, 29 anos, ficou seis dias internado como indigente e passou por duas cirurgias para retirada de coágulo do cérebro após ter sido vítima de tentativa de homicídio pelo próprio colega, que morava com ele. Rocha relatou aos policiais que chegou bêbado a sua casa, no Jardim Luciana Maria, no domingo (23), e não se lembrava direito se discutiu com o rapaz, só se lembra de ter sido agredido por ele com uma pancada na cabeça. 

Rocha chegou a ser socorrido por algumas pessoas que passavam na rua e o encaminharam ao hospital. Ele disse que só se lembrou do acontecimento no local. O porteiro registrou boletim de ocorrência no plantão policial norte na segunda-feira passada. O agressor sumiu desde domingo. 


Suspeitos de extorsão na Ciretran de Piedade têm prisão temporária prorrogada

A prisão temporária dos suspeitos pela extorsão a empresas de vistoria de veículos em Piedade e Tapiraí foi prorrogada por mais cinco dias pela Polícia Civil e por promotores do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco). O delegado titular de Piedade e diretor da Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran), José Chaves de Mello, foi apontado nas investigações como o chefe da quadrilha, e agia juntamente com o filho Douglas Chaves de Mello e com o vereador Marcos Pinto de Camargo, conhecido como Marquinhos da Ciretran.  
 
 
Segundo o promotor Antônio Domingues Farto Neto, já foram ouvidas 15 pessoas envolvidas no caso. Outras dez devem prestar esclarecimentos nos próximos dias, entre elas, representantes de empresas de vistoria, despachantes e funcionários da Ciretran de Piedade. O inquérito policial deve ser concluído ainda nesta semana. O caso será apresentado à Justiça com o pedido de prisão preventiva dos envolvidos. 


Trio é detido com produtos sem nota fiscal

Dois homens e uma mulher foram detidos na tarde de segunda-feira (24) por transportarem diversos produtos sem nota fiscal em um ônibus. Eles foram abordados no quilômetro 64, da rodovia Raposo Tavares, em Mairinque. Eles vinham de Campo Grande (MS) e seguiam para São José dos Campos (SP). 

A Polícia Militar apreendeu com o trio 1.600 unidades de cabos USB, 1.800 baterias de celular, balões infláveis infantis e 125 caixas de maquiagem. Os produtos, avaliados em R$ 8 mil, vieram do Paraguai. Os homens e a mulher foram presos em flagrante e encaminhados à delegacia de Polícia Federal de Sorocaba. 

PRESO COM RELÓGIOS DE PULSO - Um motorista foi detido por policiais rodoviários com 31 mil relógios de pulso na rodovia Castelo Branco, na segunda-feira (24). A mercadoria era transportada em uma GM Blazer. 

O condutor e a mercadoria foram encaminhados à Polícia Federal de Sorocaba. Após prestar depoimento, o condutor foi autuado em flagrante por descaminho. Foi arbitrada fiança de R$ 3 mil, que foi paga pelo motorista, sendo liberado em seguida. 


Sete jovens são apreendidos por incêndio a ônibus em Tatuí 

Os ataques aos três ônibus de Tatuí (SP), que foram depredados e incendiados na madrugada do último dia 20, foram esclarecidos pela Polícia Civil. Ao todo, sete pessoas foram detidas (dois maiores e cinco menores). As investigações demonstraram que os incêndios foram uma reação à morte de um adolescente de 15 anos, baleado após trocar tiros com a Polícia Militar, no Jardim Gonzaga. O menor estava com liberdade assistida, depois de ter sido apreendido na Fundação Casa por tráfico de drogas.

De acordo com o delegado Emanuel dos Santos Françani, as prisões ocorreram entre a quinta-feira da semana passada e o domingo (23). Eles foram detidos no bairro onde o adolescente foi atingido. Elvis Aparecido Diniz de Oliveira, 24 anos, irmão da vítima, e Elias de Oliveira Weneck, de 20, tiveram a prisão temporária decretada por cinco dias e estão recolhidos à cadeia pública de Capão Bonito (SP). Os adolescentes, sendo dois de 13, um de 12, um de 14 e outro de 17, foram apreendidos e encaminhados à Fundação Casa de Sorocaba.

A ação criminosa foi liderada por Elvis, que comandou os outros jovens, amigos da vítima. O primeiro ataque a ônibus deu-se nas margens da rodovia Mário Batista Mori (SP 141). O motorista do veículo contou à polícia que fazia a penúltima viagem da noite quando dois homens fizeram sinal para ele parar. Um deles estava armado e teria arrancado o motorista de dentro do veículo.

O Corpo de Bombeiros foi acionado para controlar as chamas, mas o veículo ficou completamente destruído. O fogo também se alastrou pela vegetação ao lado da rua. Minutos depois, o grupo ateou fogo a um pedaço de espuma e colocaram embaixo de outro ônibus, no Jardim Aeroporto. Os bombeiros foram ao local e conseguiram apagar as chamas, mas, logo em seguida, um micro-ônibus foi incendiado na Vila Angélica. 

Os coletivos queimados eram da empresa Rosa. “A pronta resposta na elucidação dos crimes só foi possível graças ao apoio que a Polícia Civil recebeu da Polícia Militar e da Guarda Municipal, além do imprescindível comprometimento do Poder Judiciário e do Ministério Público da Comarca, que analisaram de imediato todas as representações da delegacia daquele município, decretando as custódias necessárias”, explicou a delegado do Departamento de Polícia Judiciária de São Paulo Interior (Deinter 7), Júlio Guebert. 

A maioria dos jovens tinha passagens por tráfico de drogas. Os sete responsáveis responderão pelos crimes de formação de quadrilha, incêndio e roubo porque, minutos antes da queima aos coletivos, os jovens levaram R$ 300, que era o valor das passagens de um dos ônibus. “A Polícia Civil continua com as investigações sobre outros envolvidos no caso para a conclusão do inquérito e tem o mandado de prisão preventiva dos de Elvis e Elias”, relatou o delegado Emanuel dos Santos Françani. 


Bombeiros localizam corpo de empresário na raia da USP

O Corpo de Bombeiros localizou na manhã desta terça-feira (25) o corpo do empresário Everaldo Miranda, 42 anos, que desapareceu na raia olímpica da Universidade de São Paulo (USP), na região do Butantã, zona oeste da capital. Ele sumiu na segunda-feira (24) depois de um temporal, quando treinava stand-up paddle no local - esporte praticado com prancha e remo.

Por volta das 18h30 da segunda-feira, Miranda praticava o esporte junto com outras seis pessoas, integrantes da equipe do Corinthians, quando foi surpreendido por uma forte chuva e não conseguiu chegar à margem.

Em entrevista à TV Bandeirantes, o capitão Antunes, do Corpo de Bombeiros, afirmou que dez homens trabalharam na busca. Nenhuma testemunha soube informar precisamente o local onde o empresário desapareceu. A raia olímpica da USP tem 2,5 quilômetros de extensão e seis metros de profundidade.

O grupo só percebeu o desaparecimento de Miranda depois que encontrou o equipamento dele boiando na raia olímpica, enquanto o carro do empresário permanecia estacionado no local. A Guarda Universitária foi comunicada por volta das 20h10.

Durante a madrugada, os bombeiros utilizaram barco e mergulhadores na procura por Miranda. No entanto a operação precisou ser interrompida por conta da baixa visibilidade.

Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar