Quinta-Feira, 9 de Abril de 2020

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< CineCafé encerra janeiro com 'Revelando Sebastião Salgado'

Publicada em 27/01/2014 às 19:07
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

Fechando a programação cinematográfica de janeiro, o "CineCafé" apresenta nesta terça-feira, dia 28, às 19 horas, o filme "Revelando Sebastião Salgado", com direção de Betse de Paula. Um documentário brasileiro que fala sobre um dos mais importantes e mais respeitados fotógrafos contemporâneos, reconhecido por seu estilo único de fotografar. Para prestigiar a sessão, os interessados devem retirar os ingressos com uma hora de antecedência, na Central de Atendimento do Sesc Sorocaba (rua Barão de Piratininga, 555, esquina com a avenida Washington Luiz, no Jardim Faculdade), gratuitamente.

Produzido em 2013, o longa-metragem retrata a trajetória do artista, desde sua infância, sua formação e evolução profissional como especialista em fotojornalismo. Apresenta ainda as técnicas que Sebastião Salgado utiliza em seus trabalhos mais importantes. "Revelando Sebastião Salgado" foi, aliás, um dos filmes selecionados para participar do Festival de Gramado em 2013 e o primeiro a ser produzido por Betse de Paula.

Após a exibição, o cineasta Marcelo Domingues interage com o público do Sesc através do projeto "Cinema em Reflexão", às 21 horas, que desta vez terá a participação especial de ninguém mais do que a própria diretora Betse de Paula.


'Mais Cultura - Conexões' recebe inscrições desde ontem

Desde esta segunda-feira, dia 27, começaram a ser recebidas inscrições aos cursos do projeto "Mais Cultura - Conexões", da Secretaria da Cultura da Prefeitura de Sorocaba. O "Mais Cultura - Conexões" dura cinco meses e oferece cursos de iniciação artística em desenhos urbanos, pintura em tela, teatro, musicalização, tai chi chuan, circo, dança urbana e dança de salão. São doze locais: os Territórios Jovem do Jardim Maria Eugênia, João Romão e do Cajuru; Clube do Idoso, Cras (Centro de Referência de Assistência Social) do Parque das Laranjeiras, CIS (Centro de Integração Social) do Parque da Vila Gabriel, Biblioteca Infantil, Museu Histórico Sorocabano (junto ao Parque-Zoológico "Quinzinho de Barros"), Comunidade Kolping, no bairro do Éden; Parque dos Espanhóis, no bairro de Pinheiros, e Centro Comunitário da Vila Helena, além do Barracão Cultura.

As inscrições vão até 5 de fevereiro e podem ser feitas, pessoalmente, das 8 às 12 e das 13 às 16h30, no Palacete Scarpa, sede da Secretaria da Cultura do Município, à rua Souza Pereira, 448 - Centro, pelos telefones 3234.7074 e 981.247.986 ou ainda pelo e-mail maiscultura2014@rarizcultural.com.br . Cada um dos espaços dispõe de número limitado de vagas e, se houver excedente na demanda, a Secretaria da Cultura vai sortear os inscritos. A confirmação dos contemplados com os cursos acontece nos dias 6 e 7 de fevereiro.


Cultura faz chamamento para peritos à Linc'2014 

A Secretaria da Cultura da Prefeitura também já o período de credenciamento de peritos que comporão o grupo técnico de análise dos projetos culturais que vierem a participar da edição 2014 da Lei de Incentivo à Cultura (Linc) do município de Sorocaba. Os interessados em concorrer à função têm até o dia 14 de fevereiro para se inscrever e devem, obrigatoriamente, preencher requisitos profissionais que partem da qualificação específica e capacitação técnica (experiência) e passam pela compreensão das dimensões simbólica, econômica e cidadã da cultura, capacidade de redigir textos com impessoalidade, clareza e concisão e pela familiaridade com gestão cultural.

Outra exigência do edital de credenciamento da Secult diz respeito à escolaridade e os candidatos devem comprovar formação com especialização, mestrado ou doutorado, que atribuirão pontuações distintas aos interessados. Os peritos avaliarão trabalhos nas categorias de Artes Cênicas, Artes Visuais, Cinema e Vídeo, Letras, Música, Formação Cultural, Festivais e Patrimônio Histórico e Cultural. Quanto à qualificação específica, ela poderá ser de formação em Antropologia, Arqueologia, Arquitetura e Urbanismo, Arte/Educação, Biblioteconomia, Cinema, Comunicação, Conservação e Restauro, Dança e Fotografia, entre outras.

A função de perito, de acordo com a lei 10.709, de 8 de janeiro deste ano, será remunerada de acordo com o volume de trabalhos a serem examinados, até o limite de três. O interessado deverá indicar os segmentos das áreas culturais em que objetiva ser credenciado dentre as descritas, devendo preencher os requisitos pertinentes a cada uma delas. Estão impedidos de se candidatar membros de órgão de direção ou administração da Secretaria Municipal de Cultura e suas vinculadas, seus cônjuges ou companheiros, parentes consanguíneos ou afins, em linha reta ou colateral, até o terceiro grau, inclusive os dependentes; servidores da Prefeitura de Sorocaba e suas vinculadas; e/ou servidores da Administração Pública, direta e indireta, qualquer que seja sua esfera governamental, quando não amparados pela acumulação legal de cargos, exceto professores universitários.

Independentemente do número de inscritos, a Comissão de Desenvolvimento Cultural (CDC), responsável pela regulamentação da Linc, avaliará todos os currículos para posterior seleção. Para mais informações, os interessados deverão encaminhar email para linc@sorocaba.sp.gov.br ou entrar em contato pelo telefone (15)3234-7332, de segunda à sexta-feira, das 8 às 16h30. 


Cia. Tempo de Brincar apresenta 'Cantos de Assombração' sexta na Sala Fundec

A Sala Fundec recebe na próxima sexta-feira, no dia 31, às 20 horas, o espetáculo "Cantos de Assombração", apresentado pela Cia. Tempo de Brincar. Trata-se de uma peça sobre o mistério da vida e da morte, do medo e da coragem, que mostra personagens e mitos em histórias cantadas. Os ingressos para o evento estarão disponíveis para venda antecipada no próprio dia 31, das 8 às 18 horas; ingressos remanescentes ficarão disponíveis na recepção a partir das 19.

No musical, estrelado por Elaine Buzato e Valter Silva, com a participação especial do músico Richard Ferrarini, estão presentes bonecos e adereços de festas e tradições populares. Eles aparecem em cada cena da apresentação, criando movimento e fazendo com que o público entre em contato com a riqueza da cultura popular brasileira. "Histórias de assombração e mistério fazem parte do imaginário popular e aparecem nos contos e cantigas tradicionais na forma de criaturas mitológicas e personagens lendários incríveis. Estes mitos ajudam na reflexão da condição humana e a enfrentar a vida com mais coragem e sabedoria", antecipa Elaine Buzato.

Seguindo um roteiro dramatúrgico musical, que redesenha o lugar imaginário dos pequenos autos, pastoris e festas que celebram a arte da vida, o espetáculo promove um reencontro com laços ancestrais, além de propor novos significados entre o presente e o futuro, tendo a simplicidade como uma das grandes riquezas da cultura popular. A Companhia traz à cena, assim, histórias cantadas, como "Boi da Cara Preta" e "Ciranda da Caveiras", além de canções de Valter Silva, como "Pescador que sumiu nos braços da Sereia", "Coco das Assombrações" e "Eu Tenho Medo".

A plasticidade do espetáculo fica por conta da artista Elaine Buzato. Seus cenários, bonecos, adereços e adornos são únicos, misturando as influências da arte naif e as técnicas mais sensíveis da animação. Confeccionados pela própria atriz, eles têm o espírito e a força dos objetos do teatro popular brasileiro que, em cena, transitam pelo espaço incorporando figuras ancestrais, como o artesão, o pastor e o narrador, e se comunicam diretamente com o público.

COMPANHIA 'TEMPO DE BRINCAR' - Brincadeiras de quintais, cantigas de roda, conversas e histórias ao pé do fogo, festas na praça com cantorias e danças, enfim, o rico universo da Cultura Popular Brasileira é a fonte de inspiração para o trabalho da Companhia Tempo de Brincar, formada pela atriz e artista plástica Elaine Buzato e pelo músico e compositor Valter Silva. Ao longo de sua trajetória, a Cia. tem descoberto uma linguagem própria para a criação de seus espetáculos cênico-musicais, unindo, de forma harmônica, as cantigas e contos tradicionais, os mitos e ritmos musicais brasileiros, costurados pelo teatro de bonecos e por belos cenários, figurinos e adereços. "O trabalho é dedicado não só ao público infantil, mas pretende brincar com a criança adormecida em cada pessoa, fazendo de nossa memória a fonte de nosso conhecimento e transmitindo às gerações futuras a cultura criada por nosso povo", expõe Elaine.

A Sala Fundec fica à rua Brigadeiro Tobias, 73, Centro, e os ingressos custarão R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia).
 
 
 

Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar