Segunda-Feira, 17 de Junho de 2019

Diário de Sorocaba

buscar

<< Relatório da Vara de Execuções diz que Genoino apresenta saúde estável

Publicada em 31/12/2013 às 13:38
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

Por ordem do presidente do Supremo, Joaquim Barbosa, Procuradoria da República tem três dias para enviar pedido de transferência de Marcos Valério
 
Um relatório feito pela Vara de Execuções Penais do Distrito Federal afirma que o ex-deputado e ex-presidente do PT, José Genoino, condenado na Ação Penal 470, o processo do mensalão, apresenta boa aparência e quadro geral de saúde estável. No dia 26 de dezembro, Genoino recebeu a visita de uma assistente social e de uma psicóloga, responsáveis pela avaliação periódica de detentos que cumprem prisão domiciliar provisória. O documento foi enviado ao presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, pelo juiz Bruno André Silva Ribeiro, da Vara de Execuções.

Em um breve relatório, as duas profissionais informaram que Genoino declarou não ser necessário passar por consultas periódicas, com exceção das reavaliações de recuperação da cirurgia cardíaca, prevista para o dia 7 deste mês, em São Paulo. O ex-parlamentar também relatou que faz uso diário de medicamentos e que, esporadicamente, faz exames para verificar a coagulação do sangue, cuja coleta tem sido feita em casa para evitar deslocamentos. Genoino está na casa dos sogros de sua filha, em Brasília. De acordo com a Seção Psicossocial, responsável pelo acompanhamento de presos, os comprovantes médicos devem ser apresentados a cada dois meses para garantir o benefício domiciliar.

Na sexta-feira (27), o presidente do Supremo, Joaquim Barbosa, decidiu prorrogar a prisão domiciliar de Genoino até 19 de fevereiro. No entanto Barbosa rejeitou o pedido de transferência para São Paulo, e Genoino deverá ficar em Brasília até nova avaliação médica. 

TRANSFERÊNCIA DE MARCOS VALÉRIO - O presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, pediu à Procuradoria-Geral da República que, num prazo de três dias, envie parecer sobre o pedido de transferência apresentado pelo empresário Marcos Valério, de Brasília para Belo Horizonte. Somente após analisar o parecer, Barbosa decidirá se autoriza a remoção. Valério cumpre pena de 37 anos e cinco meses por envolvimento no mensalão.

Preso na Papuda, em Brasília, desde 15 de novembro, Valério pediu na semana passada transferência para o presídio Nelson Hungria, na região metropolitana de Belo Horizonte. Sua defesa argumenta que a família tem arcado com altos custos para visitá-lo na Capital federal.


Fernando Henrique Cardoso não vê Barbosa como líder para o País

O ex-presidente, Fernando Henrique Cardoso (PSDB), disse que o presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, não tem traquejo para ocupar a presidência da República na hipótese de o ministro decidir se candidatar ao Planalto. Para Cardoso, Barbosa não possui as características necessárias para liderar o País e sugeriu que seria mais positivo se ele, eventualmente, se candidatasse ao Senado ou à vice-presidência.

Barbosa já negou que tenha intenção de se lançar candidato à Presidência em 2014, mas não descarta disputar uma eleição futuramente. Ele admitiu se aposentar antes do limite legal de 70 anos e seu nome costuma ser incluído em cenários de pesquisas de intenção de voto. O ministro ganhou projeção ao relatar o processo do mensalão. Por ser magistrado, conforme a legislação eleitoral, Barbosa possui um prazo diferente para se filiar a um partido político e disputar um cargo eletivo - ele pode fazer isso até seis meses antes do pleito, ou seja, até abril do ano que vem.

O nome do atual presidente do Supremo começou a ser ventilado pela opinião pública como opção a uma eventual candidatura à Presidência logo depois dos protestos de junho. Barbosa, inclusive, começou a figurar nas principais pesquisas de intenção de voto, muitas vezes na liderança de políticos de carreira. Na pesquisa Datafolha publicada em julho, o ministro aparecia adiante do governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), e com a mesma percentagem que o senador mineiro Aécio Neves (PSDB).

Para Fernando Henrique Cardoso, o nome do ministro Joaquim Barbosa ganhou força no cenário político por causa da descrença da sociedade com as instituições, sentimento que veio à reboque das manifestações do meio do ano.


Revalida registra pior índice de aprovação de médicos em 2013

No ano em que o governo criou o “Mais Médicos” e liberou profissionais do programa de revalidar seus diplomas no Brasil, o Revalida registrou o pior índice de aprovação no exame. Dos 1.851 inscritos no Revalida em 2013, 109 foram aprovados, o que representa 5,9%. O percentual cai desde a criação da prova, em 2011. Naquele ano, o índice de aprovação foi de 9,6%, resultado de 65 aprovados dos 677 inscritos. Em 2012, 77 médicos foram promovidos entre os 922 que fizeram a inscrição, um índice de 8,3%. 

Dos 111 médicos que fizeram a segunda etapa no ano passado, só dois foram reprovados. Entre os que passaram, 50 são brasileiros, 22 são bolivianos e seis, colombianos. Se comparadas as origens dos diplomas, o recorde é da Bolívia, com 33 aprovados; em seguida, estão Cuba e Paraguai, com 14 cada. O resultado foi divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. O índice de aprovação para a segunda fase do programa também indicou o pior resultado desde a criação do Revalida, em 2011. Em 2013, apenas 9,7% dos candidatos foram aprovados para a segunda fase. No primeiro ano, passaram 14% dos inscritos para a segunda etapa. Em 2012, a taxa de aprovação na primeira fase foi de 12,5%. 

O Revalida, feito por médicos estrangeiros interessados em trabalhar no Brasil e por brasileiros que tenham obtido o diploma no exterior, é aplicado anualmente desde 2011. Os profissionais estrangeiros recrutados no exterior para trabalhar no programa "Mais Médicos", entretanto, não precisam fazer o Revalida. A facilidade foi criticada por entidades médicas desde que a ideia do programa foi apresentada.


Para Aécio Neves, pronunciamento de presidente foi campanha eleitoral

Os partidos de oposição acusaram a presidente, Dilma Rousseff, de usar seu 17º pronunciamento em rede nacional, feito no domingo (29), para fazer autoelogio e campanha eleitoral. Também a classificaram como autoritária, por dizer que críticos a seu governo fazem guerra psicológica. O presidente do PSDB, senador Aécio Neves (MG), provável candidato ao Palácio do Planalto no ano que vem, reagiu. Ele disse que, sob o pretexto das festas de fim de ano, a presidente voltou à tevê para fazer autoelogio e campanha eleitoral. “Lamentavelmente, a oposição não pode pedir direito de resposta", escreveu Aécio em sua página oficial de Facebook.

No texto, o senador chamou de abusiva a convocação desta aparição na mídia - uma prerrogativa presidencial - para apresentar um País de ilha da fantasia. Ele reclamou do conteúdo. "Nenhuma palavra sobre as famílias vítimas das chuvas e as obras prometidas e não feitas. Nenhuma menção à situação das empresas públicas, à inflação acima do centro da meta, ao pífio crescimento da economia. Nenhuma menção à situação das estradas, à crise da segurança e à epidemia do crack que estraçalha vidas.” Ele arrematou dizendo que o governo acredita que a propaganda e o ilusionismo podem demonstrar força, enquanto, na verdade, só acentuam a sua fraqueza. O presidente nacional dos Democratas, senador José Agripino (RN), também condenou a aparição da adversária política. O líder disse que a mandatária fez uma apelação. 

O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, saiu em defesa da presidente, rebatendo as acusações de que ela não teria sido democrática ao citar que os críticos do governo fazem guerra psicológica. "Quando os críticos falam é democrático e quando ela fala é antidemocrático? Não é possível. Quem critica pode ser criticado", defendeu o ministro.

RECORDE DE APARIÇÕES NA TV; CADA UMA CUSTA R$ 90 MIL - A estratégia da presidente Dilma Rousseff de aparecer cada vez mais em pronunciamentos em rede nacional de rádio e televisão custou até agora R$ 1,2 milhão aos cofres públicos desde o primeiro ano de seu mandato, em 2011. Cada vez que Dilma vai à TV, o Palácio do Planalto desembolsa R$ 90 mil com produção, gravação, edição, computação gráfica, trilha, locução, equipe e equipamentos.

No domingo, 29 de dezembro, ela fez seu 17º pronunciamento desde que tomou posse. Trata-se de uma média que supera cinco aparições por ano. Seus antecessores, Luiz Inácio Lula da Silva e Fernando Henrique Cardoso, registraram uma média inferior a três pronunciamentos de TV anuais.


Dois municípios fluminenses estão em alerta máximo devido à cheia de rios

Os municípios de São João de Meriti, na Baixada Fluminense, e Bom Jesus do Itabapoana, no noroeste do Estado, estão em alerta máximo devido ao aumento do nível de rios que cortam estas cidades. Segundo o Instituto Estadual do Ambiente, que monitora a cheia dos rios nestes territórios, o alerta máximo é o mais grave em uma escala de quatro níveis e significa que o rio já atingiu 80% do nível de transbordamento.

No caso de São João de Meriti, o problema é com o rio Pavuna, que já transbordou e provocou enchentes no município nas chuvas dos dias 10 e 11 de dezembro passado. Em Bom Jesus, a preocupação é com o rio Itabapoana, que também transbordou em meados de dezembro, deixando desabrigados no município. Na Baixada Fluminense, estes dois municípios estão em alerta, o segundo mais grave, por causa do nível do rio Capivari, Belford Roxo e Duque de Caxias. Choveu na noite de segunda-feira (30) no Grande Rio, provocando alagamentos na cidade do Rio e na Baixada Fluminense. 

MINAS GERAIS - Foi encontrado na segunda-feira (30) à tarde em Virgolândia, no Vale do Rio Doce, o corpo de Elias Rodrigo Gandes de Souza, desaparecido desde sexta-feira (27), quando uma tromba d`água devastou o município, deixando duas pessoas mortas. Com isso, sobe para 22 o número de mortos no Estado. O corpo, que já estava em decomposição e soterrado na lama, foi descoberto pela equipe do Corpo de Bombeiros, que mantém 36 militares na região. 


GIRO PELO MUNDO

Ataque na Rússia

Subiu para 33 o número de mortos nos dois atentados suicidas que atingiram a cidade russa de Volgogrado. Na noite de segunda-feira (30), uma das pessoas feridas na explosão do dia anterior na principal estação ferroviária do município morreu no hospital.

Resgate na Antártida 

O mau tempo frustrou o resgate aéreo das 74 cientistas a bordo do navio russo Akademik Shokalskiy, que está preso no gelo desde o dia 24 do mês passado na Antártida. 

Acidente nos EUA

Um trem que carregava petróleo descarrilou e pegou fogo nos Estados Unidos. Antes de descarrilar, o veículo bateu em outro que transportava comida. Vários vagões explodiram minutos depois. A coluna de fumaça podia ser vista a quilômetros de distância. 

Vulcão na Indonésia 

Milhares de pessoas tiveram de ser evacuadas no oeste da Indonésia, onde começaram a ocorrer numerosas explosões e jatos de lava no vulcão Sinabung, que está em erupção desde a metade de setembro e se localiza no norte da ilha de Sumatra.

Tremor no Japão 

Um terremoto de 5,4 graus na escala Richter estremeceu ontem a costa leste do Japão, mas sem que fosse ativado o alerta de tsunâmi, informou a Agência Meteorológica do país.

Inflação na Venezuela 

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou na segunda-feira que seu país encerrou o ano com um índice de inflação de 56%. Ele colocou a culpa na 'burguesia parasitária'.

Libertação na França

O presidente francês, François Hollande, anunciou ontem a libertação do padre francês, Georges Vandenbeusch, sequestrado, em meados de novembro, em Camarões, por homens armados que afirmaram pertencer ao grupo armado islâmico Boko Haram.

1ª Mulher no Tribunal

O tribunal islâmico federal do Paquistão, que aprecia as leis à luz das regras religiosas muçulmanas, nomeou ontem a primeira mulher para integrar o seu coletivo de juízes.

Jornalistas mortos

Pelo menos 108 jornalistas foram assassinados em 2013, ano em que a Síria mostrou ser o país mais perigoso para a comunicação social, concluiu a Federação Internacional de Jornalistas.
 
 
 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar