Quinta-Feira, 21 de Novembro de 2019

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< Laudo médico descarta doença grave em Genoino O ex-ministro José Dirceu, condenado no mensalão, ganhará R$ 20 mil mensais se for liberado para trabalhar em hotel

Publicada em 26/11/2013 às 21:10
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

A enfermidade pode ser controlada com medicação anti-hipertensiva

Laudo elaborado por médicos da Universidade de Brasília indica que o deputado licenciado José Genoino (PT) não precisa permanecer em casa para cuidar de sua doença cardíaca. O documento de nove páginas mostra que Genoino é portador de cardiopatia que não se caracteriza como grave. A doença, conforme o laudo, pode ser controlada com medicação anti-hipertensiva de forma regular, acompanhamento ambulatorial periódico e dieta.

Os cinco médicos que compõem a junta indicada pelo presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, disseram que este tratamento medicamentoso deve ser coadjuvado por dieta hipossódica, restrição de atividade física vigorosa, prática regular de leve a moderada atividade física aeróbica e restrição da influência de fatores psicológicos estressantes, não sendo imprescindível, para tanto, a permanência domiciliar fixa do paciente, salvaguardadas a oferta e a administração de medicação.

Com base nestas informações, Barbosa decidirá se Genoino retorna ao presídio da Papuda para cumprir a pena imposta pelo tribunal no julgamento do mensalão ou se permanece em prisão domiciliar. Atualmente, Genoino continua na casa da filha, no Distrito Federal.

APOSENTADORIA - De licença médica desde o último mês de julho, o deputado José Genoino (PT-SP) pode receber aposentadoria integral de R$ 26,7 mil mesmo se pedir renuncia do cargo. Segundo alguns servidores da área técnica da Câmara, em razão de o petista ter solicitado a aposentadoria por invalidez antes do início de um possível processo de cassação, esta solicitação deve ter efeito retroativo.

GERENTE DO HOTEL - O ex-ministro José Dirceu receberá R$ 20 mil por mês como gerente administrativo do Hotel Saint Peter, um quatro estrelas de Brasília, caso receba autorização da Vara de Execuções Penais de Brasília para trabalhar fora do presídio. O horário de expediente é das 8 às 17 horas, com um horário de intervalo para almoço.

O contrato de trabalho a título de experiência foi encaminhado ao Supremo e à Vara de Execuções Penais. Os termos, já assinados pelos responsáveis pelo hotel, admitem que Dirceu pode ser transferido para outro serviço no qual demonstre melhor capacidade de adaptação desde que compatível com sua condição pessoal.

Na ficha cadastral em que pediu o emprego, assinada no dia 18 deste mês, Dirceu informa que se candidatou à vaga por necessidade e por apreciar hotelaria e a área administrativa. Informou ainda que nas horas vagas gosta de ler, assistir a filmes e viajar.

CONDENADAS TOMAM BANHO DE SOL - Presas no Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília, as duas mulheres condenadas, a ex-presidente do Banco Rural, Kátia Rabello, e a ex-funcionária de Marcos Valério, Simone Vasconcelos, tomaram banho de Sol durante cerca de uma hora ontem de manhã. 

PIZZOLATO ATACA O STF - Em novo vídeo divulgado na internet, o ex-diretor de Marketing do Banco do Brasil, Henrique Pizzolato, critica duramente o presidente do Supremo, Joaquim Barbosa, e outros ministros da Corte, que o condenaram a 12 anos e sete meses de prisão por peculato, corrupção passiva e lavagem de dinheiro no processo do mensalão. 


Protesto em apoio aos ‘mensaleiros’

Um grupo de 50 manifestantes da CUT (Central Única dos Trabalhadores) protestou ontem em frente ao prédio do Supremo Tribunal Federal contra as prisões dos petistas José Dirceu, José Genoino e Delúbio Soares. Eles gritavam: “Dirceu, guerreiro do povo brasileiro”.

O aglomerado também gritava palavras de ordem contra o presidente da Corte, Joaquim Barbosa: “Joaquim, como que é?! Você bateu na sua mulher”. Em 1986, a ex-mulher de Barbosa registrou boletim de ocorrência acusando-o de agressão, mas, em seguida, acabou afirmando que o episódio fora superado.


Aécio tenta rebater acusações e diz que PT é um mal à democracia

O líder nacional do PSDB, senador Aécio Neves (MG), publicou ontem uma série de medidas para tentar rebater declarações envolvendo políticos do seu partido em suspeitas de corrupção e formação de cartel em São Paulo.

Em entrevista ao lado de dirigentes do partido, o senador e provável candidato do PSDB à presidência da República pediu a demissão do ministro José Eduardo Cardozo. Aécio disse que Cardozo perdeu as condições de ser o coordenador de investigações como ministro da Justiça, por motivos de omissões. "O PT faz um mal enorme para a democracia, ao fazer do poder sua razão de existir."

Titular da pasta da Justiça do governo Dilma Rousseff, Cardozo diz ter encaminhado à Polícia Federal um texto no qual um ex-diretor da Siemens cita como destinatários de propina o deputado federal licenciado Edson Aparecido (PSDB), atual dirigente da Casa Civil do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), e o deputado federal Arnaldo Jardim (PPS), ligado aos tucanos paulistas.

O documento, de autoria do ex-diretor da multinacional alemã, Everton Rheinheimer, consta do inquérito da Polícia Federal que apura o escândalo dos trens. Outros políticos, como o líder do PSDB no Senado, Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP), cotado para ser vice na chapa presidencial de Aécio, são citados como próximos do lobista Arthur Teixeira, suspeito de intermediar propinas pagas pelas empresas do cartel. Todos negam ter participado de qualquer ilegalidade.

Em um discurso inflamado da tribuna do Senado, o líder do PSDB na Casa, Aloysio Nunes Ferreira (SP), pediu, durante as acusações contra o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, que ele fique quieto e se concentre no papel de ministro que não é chefe da Polícia Federal.

MENSALÃO - Com fortes críticas ao ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, a cúpula do PSDB acusou o governo federal de reeditar o "escândalo dos aloprados" - a suposta encomenda de um dossiê falso contra José Serra (PSDB) nas eleições de 2006 - como forma de diminuir o impacto das prisões decorrentes do esquema do mensalão.


Donos de veículos usados pagarão 5,16% menos IPVA 

Os proprietários de veículos usados pagarão, em média, 5,16% menos IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) para licenciá-los no Estado de São Paulo, em 2014. Neste ano, a queda média foi de 8,56%.

Este percentual de queda é em termos nominais, ou seja, sem considerar a perda aquisitiva do dinheiro. Quando se registra a inflação, estimada entre 5% e 6% para este ano, a queda real ficará em torno de 11%, em média.

A tabela com os valores venais dos veículos foi divulgada ontem pela Secretaria da Fazenda paulista. Esses valores servirão de base para o cálculo do IPVA de 2014. A pesquisa de preços dos veículos foi feita pela Fipe em setembro (foram pesquisados 10.795 diferentes marcas, modelos e versões de veículos).


Operários de Belo Monte iniciam paralisação por reajuste salarial

Vinte e sete mil empregados que trabalham na construção da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, no Pará, paralisaram as atividades ontem de manhã. Em assembleia no sábado (23), eles rejeitaram a proposta do CCBM (Consórcio Construtor Belo Monte), que prevê um reajuste salarial de 11% para a maioria dos trabalhadores, de 30% na cesta básica e vale-alimentação, fora o aumento de 12% na Participação nos Lucros e Resultados.

Os trabalhadores reivindicam um aumento de 15% nos ganhos para toda a categoria, além de cesta básica de R$ 380. Os empregados também pediram que os sábados fossem considerados dias livres ou, no caso de trabalho, que fosse pago como hora extra, mas o pleito não foi aceito pela empresa.

O CCBM informou que, diante da não ocorrência de acordo, está avaliando as medidas que serão tomadas. A diretoria reuniu-se ontem para analisar a possibilidade de novas propostas. A data-base dos trabalhadores encerra-se neste mês.


Escolas técnicas paulistas lideram pontuação no Enem

As cinco escolas públicas estaduais com melhor desempenho no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) de 2012 estão em São Paulo, segundo planilha divulgada ontem pelo Ministério da Educação. Todas são técnicas, ou seja, o estudante recebe formação específica em determinada área durante o Ensino Médio.

A Escola Técnica Estadual de São Paulo lidera o ranking das estaduais, com uma média de 664,45, em uma escala que vai até 1.000. Em seguida, o Colégio Técnico de Campinas, da Universidade Estadual de Campinas, com uma média de 660,09. Em terceiro lugar, o Colégio Técnico Industrial Professor Isaac Portal Roldan, com 645,59, e, em quarto, o Colégio Técnico Industrial de Guaratinguetá Professor Carlos Augusto Patrício Amorim, com 637,23, os dois da Universidade Estadual Paulista. Em quinto, a Escola Técnica Estadual Getúlio Vargas, com 630,53.

Para a elaboração da planilha, o Ministério considerou 11,2 mil escolas, todas com mais de 50% de participação no exame. Com base na seleção, é nas escolas estaduais que está a maioria dos concluintes que participaram do Enem, 65,53% dos estudantes. 


Palavras duras

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, disse ontem que os integrantes da União Europeia devem parar de dizer palavras duras a respeito da situação na Ucrânia e afirmou que um acordo de livre comércio entre Ucrânia e UE seria uma ameaça à economia russa. 

Invasão em Pequim

Dois aviões bombardeiros americanos B-52 entraram ontem na polêmica zona de defesa aérea disposta pela China, sem informar Pequim.

Eleições na Colômbia

O presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, seria reeleito em primeiro turno se as eleições no país fossem hoje, revela uma nova pesquisa de intenção de voto.

Multas na França

Os deputados franceses debaterão a partir de hoje um projeto de lei do governo socialista que pretende apenar os clientes da prostituição com multas de 1,5 mil euro e de até 3 mil euro em caso de reincidência.

Mortes na Nigéria

Homens armados mataram 37 pessoas na madrugada de ontem no centro da Nigéria, uma região assolada por recorrentes conflitos entres muçulmanos e cristãos.

Nova ilha no Japão

Um rio de lava foi observado na ilha que surgiu a mil quilômetros ao sul de Tóquio, segundo imagens divulgadas pelas autoridades japonesas.

Manifesto na Tailândia 

Manifestantes tailandeses cercaram ontem novos ministérios em Bangcoc, na Tailândia, um dia depois da tomada de dois prédios oficiais, e exigiram a renúncia do governo.

Exortação apostólica 

Em sua primeira exortação apostólica, "Evangelii Gaudium", o papa Francisco advertiu que a desigualdade e a exclusão social geram violência no mundo e podem provocar uma explosão.

Erupções na Indonésia

As autoridades da Indonésia informaram ontem que 18 mil pessoas que vivem em um raio de cinco quilômetros ao redor do vulcão Sinabung, na ilha de Sumatra, foram evacuados após o registro de várias erupções.


 

Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar