Quarta-Feira, 26 de Junho de 2019

Diário de Sorocaba

buscar

<< Pannunzio concede redução de jornada dos auxiliares de Educação

Publicada em 18/10/2013 às 21:57
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

Os auxiliares de Educação da rede municipal de Ensino conquistaram, nesta sexta-feira (18), um dos seus maiores anseios enquanto profissionais, a redução da jornada de trabalho de 40 horas para 32 horas semanais, com duas de formação. Diante do secretário da Educação, José Simões de Almeida Junior, do presidente da Câmara, José Francisco Martinez, e de representantes da categoria, o prefeito Antônio Carlos Pannunzio anunciou a medida, que passa a vigorar a partir de 2014.

Explicando os caminhos que levaram o Executivo a acatar o pedido dos auxiliares, o prefeito disse que chegar a essa situação significou cumprir estágios imprescindíveis como a colocação de auxiliares administrativos em todas as creches – já que algumas auxiliares exerciam tal função, assim como completar o quadro de professores que, também a partir do próximo ano, vão atuar no Berçário e na C-I. "Se não tivermos pessoas vocacionadas, e motivadas e valorizadas, não conseguiremos dar a qualidade que a educação na primeira infância exige", referiu-se alegando que encerrava, então, o passo que faltava para a valorização da categoria.

Sorocaba conta com 1.200 Auxiliares de Educação, atuando em 56 creches, mas a expectativa é de que o número seja aumentado. De acordo com Pannunzio, além de chamar aquelas pessoas que prestaram concurso para a função ou abrir novo processo neste sentido, a Secretaria da Educação dará oportunidade àqueles auxiliares que estão em outras funções para que retomem ao cargo de origem. Até porque somente terá direito à redução da jornada o auxiliar que estiver exercendo suas atividades em sala de aula.

De acordo com o secretário José Simões, que esteve no comando das negociações com os auxiliares, os horários desses servidores será reorganizado por cada gestor de unidade, de modo que o serviço não perca em qualidade.

COMPROMISSO CUMPRIDO - Para a auxiliar Débora Bonna, uma das mais emocionadas com o resultado das negociações mantidas com a Sedu, a notícia não poderia ser melhor. Esta conquista se traduz para a categoria não apenas em um avanço na qualidade do serviço que prestam, pois terão condições de se recuperar da exaustiva tarefa de cuidar de crianças pequenas, mas também em ter mais tempo para a própria vida, a própria família. "Teremos mais tempo, também, para nos preparar para cuidar ainda melhor das crianças nas creches. O que nós fazemos é por amor, somos todas comprometidas com nossa missão", garantiu. 

Para Leda Maria dos Santos, a formação continuada direcionada ao atendimento de crianças foi outra vitória de peso. Isso porque a qualificação dos profissionais permitirá que os auxiliares tenham capacidade de prestar novos concursos e ascender dentro da profissão, que tem 18 níveis no serviço público. "No decorrer do tempo, conquistamos algumas coisas, mas a redução era o que nos faltava. Estamos muito gratas ao secretário José Simões, porque ele cumpriu com aquilo que havia assumido com a gente", reiterou.

O projeto de lei que trata da redução será enviado ao Legislativo para apreciação e votação.


 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar