Quarta-Feira, 26 de Junho de 2019

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< Prefeito inaugura primeiro Caps 24 horas do Município

Publicada em 11/10/2013 às 23:04
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

Uma nova etapa na área de Saúde Mental de Sorocaba teve início na manhã desta sexta-feira (11). O prefeito Antônio Carlos Pannunzio e o secretário municipal da Saúde, Armando Raggio, inauguraram o primeiro Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas III (Caps AD III) - modalidade de serviço de atenção extra-hospitalar e assistência a dependentes químicos 24 horas - da cidade. Localizada em um imóvel da Vila Angélica, onde antes funcionava o Caps AD II Jovem, a nova unidade será referência territorial para a população das regionais Norte e Oeste da Secretaria da Saúde (SES).

"Sorocaba cumpre mais uma de suas obrigações com a entrega deste Caps AD III. Nós não podemos mais assistir passivamente ao problema da dependência química em nossa sociedade, este flagelo que destrói vidas", afirmou o prefeito. "Os governos de todas as esferas devem entrar nesta batalha contra as drogas, aumentando a oferta de tratamento e atenção aos usuários e ampliando atividades de prevenção. Nós estamos começando a fazer nossa parte com a inauguração deste Caps 24 horas, mas sabemos que Sorocaba precisa de pelo menos mais dois. E vamos trabalhar muito para que isso ocorra", completou Pannunzio.

O secretário da Saúde, Armando Raggio, comemorou mais este importante passo, agradecendo aos profissionais envolvidos, e elogiando-os, não só aos da SES, mas também de várias secretarias, que tornaram possível a entrega deste Caps em menos de dez meses de governo. "Este é o primeiro Caps do município que funcionará 24 horas por dia, inclusive fins de semana e feriados. E também o primeiro da cidade a ser totalmente tripulado pelo município, por nossa gente. Tenho certeza de que será um local totalmente acolhedor, de atenção, de tratamento para todos aqueles que se encontrem em situação de insegurança", disse Raggio.

Também participaram da inauguração do Caps AD III a vice-prefeita e secretária de Desenvolvimento Social, Edith Di Giorgi, e demais secretários municipais; os vereadores Luís Santos e Rodrigo Manga; a presidente do Conselho Municipal sobre Drogas de Sorocaba (Comad), Maria Clara Scheneidman, e demais autoridades. Alguns pacientes do Hospital Psiquiátrico Vera Cruz, que está sob gestão da Prefeitura, estiveram presentes na cerimônia e foram convidados pelo prefeito para ajudar a cortar a fita inaugural da unidade.

O vereador Rodrigo Manga (PP), presidente da Comissão Especial de Dependência Química da Câmara Municipal de Sorocaba, exaltou a implantação da unidade em Sorocaba. “Com um único Caps funcionando, a cidade estava precisando de um instrumento para melhorar a rede de atendimento aos usuários de drogas. O Caps AD III representa uma esperança para os pais que desejam a recuperação de seus filhos dependentes químicos.”

A implantação da unidade na cidade estava entre as reivindicações da comissão de vereadores da Câmara, que apresentou, em junho, um relatório com sugestões de medidas para ser adotadas pelo Executivo para melhorar o atendimento aos usuários de drogas em Sorocaba.

A UNIDADE - O Caps AD III, que será coordenado pela psicóloga Renata Koury Hanna, atenderá a pessoas (e seus familiares se necessário) que apresentem graves problemas relativos ao uso de drogas, 24 horas por dia, compondo, com outros pontos de cuidado, a Rede de Atenção Psicossocial de Sorocaba. A unidade funcionará de porta aberta, ou seja, não é necessário que a pessoa tenha encaminhamento e referência de outras unidades. O atendimento será prestado por uma equipe multidisciplinar.

O Caps AD III começa a funcionar às 7 horas da próxima segunda-feira (14). O endereço da unidade é rua Professor Júlio Pinto Ferreira, 1.422 (na esquina com a avenida Angélica), na Vila Angélica.

GRAFITAGEM NO VERA CRUZ - No mesmo momento em que o Caps AD III era entregue à população, cerca de 40 pacientes do Hospital Psiquiátrico Vera Cruz começaram a fazer grafite em um dos muros da instituição. Esta atividade marcou o Dia Mundial da Saúde Mental, celebrado na última quinta-feira (10).

"Nesta data, a SES reafirma o compromisso de qualificação e ampliação de uma rede diversificada de cuidados propostos, de forma singular a cada pessoa e sua família, em seu contexto real de vida, voltada para a construção de autonomia, protagonismo e mudança do lugar social reservado às pessoas com transtornos mentais, incluindo aquelas com necessidades decorrentes do uso de drogas", afirma Raggio.


 

Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar