Terça-Feira, 20 de Agosto de 2019

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< Chefe de quadrilha construía pousada em praia com dinheiro de drogas

Publicada em 27/09/2013 às 21:35
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

PRA LÁ DE BAGDÁ

Os planos de Alberto Cardoso, 41 anos, vulgo “Betico”, e de sua mulher, Renata Cristina Dias, de 34, estavam prestes a ser concluídos não fosse o trabalho conjunto da Polícia Civil de Sorocaba, Itu e Iguape. O casal foi preso no início da manhã de ontem junto com outras dez pessoas acusadas por integrar uma quadrilha envolvida no tráfico de drogas que chegava a movimentar mensalmente R$ 100 mil. Seis suspeitos foram presos em Iguape e outros seis em Itu. Entre eles há um homem de Brigadeiro Tobias, em Sorocaba. 

A construção da pousada que “Betico” e a mulher tinham na praia de Ilha Cumprida era sustentada com o dinheiro do comércio ilícito que ele chefiava. Até que pudesse se mudar, o casal residia num condomínio na mesma praia. De acordo com o delegado de Itu, Nicolau Isuf Santarém, responsável pela operação denominada “Pra lá de Bagdá”, Nelson de Jesus Oliveira Neto, 29 anos, era o subchefe do bando. Ele também foi preso e, conforme as investigações, que tiveram início há cerca de dois meses, respondia diretamente a Alberto. Os dois já estavam sendo procurados pela Justiça por tráfico de drogas.

Ontem à tarde, na Delegacia Seccional de Sorocaba, Santarém explicou sobre a atuação da quadrilha na região e baixada norte do Estado, e apresentou seis presos, entre eles Anderson Vieira da Veiga, 30 anos, vulgo “Ney”, que tem família em Brigadeiro Tobias, mas atualmente residia em Iguape. Esse foi preso em Itu. Também foram apresentados Luiz Francisco Candiani, 33 anos, vulgo “Luizinho”; Hércules César Luz Rosa, de 47, conhecido como “Careca”; Paulo Henrique de Souza, de 34, chamado por “Paulinho”; Edson Wesley Ribeiro, de 21, “Chico”; e Francisco José de Oliveira Junior, de 24, vulgo “Paraná”. Os outros seis presos estão em Iguape.

O NOME DA OPERAÇÃO – De acordo com o delegado Santarém, a operação recebeu esse nome porque a quadrilha utilizava um bar, chamado “Pra lá de Bagdá”, que fica no Jardim Estância Bom Viver, em Itu. Ali eles recebiam, distribuíam e vendiam as porções de entorpecentes, além de organizarem o trabalho dos integrantes do bando. Ainda segundo o delegado, a droga com que a quadrilha abastecia a região ficava enterrada rente ao trilho de trem, perto do bar. Para encontrar o entorpecente, as equipes contaram com o apoio de cães farejadores. 

PRISÕES EM FLAGRANTE – Três dos seis presos em Itu foram em flagrante. Na casa deles ou com eles, a polícia encontrou porções de drogas, entre cocaína, crack e maconha; e um total de R$ 2.575 em dinheiro. “Careca”, dono do bar, foi um dos presos em flagrante. Os investigadores encontraram no comércio e na casa dele várias porções de drogas. “Paulinho” e “Luizinho” também foram presos em flagrante. Esses três estão detidos no Centro de Detenção Provisória (CDP) de Sorocaba e os outros foram recolhidos à cadeia de São Roque.

Durante o cumprimento das prisões, que tiveram início às 5h30 de ontem e terminaram por volta das 15, as equipes encontraram na casa de Nelson um caderno, com folhas rasgadas por ele, que informavam os nomes dos integrantes da quadrilha e a quantidade de drogas passadas a eles. “São os nomes dos que estão presos”, garantiu Santarém.

Todo o processo contra a quadrilha será feito em Itu. Os presos foram autuados por tráfico de drogas e associação para o tráfico e devem permanecer na cadeia por, pelo menos, mais 29 dias. Nos próximos dias, o delegado pretende concluir o inquérito e conseguir na Justiça a prisão preventiva dos envolvidos. “Nesse decorrer, outros integrantes da quadrilha podem ser descobertos”, ressaltou.


PM apreende cigarros em brechó no Centro 

A Polícia Militar e o setor de fiscalização da Prefeitura Municipal estiveram ontem num brechó localizado na rua Francisco Scarpa, centro da cidade, onde apreenderam 48 pacotes fechados de cigarros contrabandeados. De acordo com o capitão Ubiratã Marques da Silva, responsável pela 3ª Cia. da PM, o flagrante aconteceu graças à denúncia anônima que chegou até a equipe. Por conta dessa e de outras ocorrências registradas na região central, a corporação prometeu aumentar a segurança local.

Além de peças de roupas e calçados, os PMs e os fiscais da Prefeitura encontraram os cigarros no estabelecimento. O local acabou fechado por conter irregularidades na documentação. Conforme o capitão, o proprietário nada disse sobre a apreensão. Por volta das 15 horas de ontem, ele foi levado para a delegacia, autuado e liberado para responder ao processo em liberdade.

O capitão ressalta que crime como esse pode ser evitado e descoberto com a ajuda da população; evitado a partir do momento em que a pessoa deixa de comprar um produto contrabandeado, e descoberto quando a população denúncia o fato. “A população pode denunciar pelo telefone 181 ou até mesmo aos policiais que fazem a segurança na área central; além das bases que ficam em pontos estratégicos”, informou.

SOLICITAÇÃO DE MAIS SEGURANÇA – Em nome da “Operação Centro Seguro”, o capitão Ubiratã confirmou que a segurança na região central será intensificada. Ontem, o Conselho de Segurança Comunitária (Conseg) Centro divulgou nota informando que, com base nas ocorrências de roubos e furtos registradas no trecho que corresponde à rua da Penha, Padre Luiz e Professor Toledo, sempre entre as 18 e 19 horas, foi solicitado à PM uma viatura para ficar estacionada na esquina da rua da Penha com a Miranda Azevedo.

Conforme a nota, assinada pelo presidente do Conselho, Hudson Pessini, a medida é temporária até que se normalize a situação na área. Também a nota informa que, caso alguém seja importunado por indivíduo suspeito e queira denunciar, deve procurar os PMs que estarão nesta viatura ou ligar pelo telefone 190.  


GCM prende dois com drogas em fundo de escola municipal

Na manhã de ontem, dois homens foram presos pelo Patrulhamento Escolar Comunitário da Guarda Civil Municipal (GCM), após ser flagrados com drogas na rua de trás da Escola Municipal “Paulo Fernando de Nóbrega Tortello”, no Parque das Laranjeiras. O flagrante ocorreu quando os guardas patrulhavam pela unidade de ensino e perceberam a dupla na rua José Bello, fundos da escola. Os dois estavam negociando drogas com motoristas que ali passavam. 

Para abordar os indivíduos sem deixá-los fugir, os guardas pediram o apoio de outra viatura da GCM e, enquanto aguardavam a chegada, viram a dupla suspeita indo para um terreno baldio próximo, onde pegava algo entre os entulhos e entregava às pessoas. 

Com a chegada do apoio, os suspeitos foram abordados e identificados como o pintor Lucas Oliveira Fiais, 24 anos, e Jonas Gasparini Machado, de 19. Com eles havia três porções de cocaína e R$ 107 em dinheiro, além de uma nota falsa de R$ 50. Em buscas no terreno, os guardas encontraram um saco plástico contendo mais 245 porções de cocaína embaladas igualmente às outras. 

Mediante a apreensão, os detidos foram conduzidos ao plantão policial norte, onde foram autuados em flagrante por tráfico de drogas e encaminhados ao CDP.


Jovem em fuga causa acidente de carro e fere três pessoas

Policiais militares em patrulhamento pelo bairro Wanel Ville, no início da madrugada de ontem, viram um Honda Civic, de cor prata e placas de Tatuí, trafegando em alta velocidade. Os agentes perseguiram o veículo e viram o momento em que, ao entrar pela rua Márcio Santos Flores, o condutor perdeu o controle da direção na curva e se chocou contra um GM Vectra estacionado na via.

Com o impacto, o Vectra foi arremessado e bateu num Honda FIT, que acabou colidindo no portão do Pronto-Atendimento do bairro. O motorista do Honda Civic, Thiago da Silva, 24 anos, foi abordado pelos PMs e ao sair do carro apresentou ferimento grave no joelho esquerdo. Outras três pessoas que estavam com ele no veículo também ficaram feridas.

Em pesquisa, os militares constataram que o Honda Civic tinha queixa de furto ocorrido em Tatuí no último dia 26, no Jardim São Conrado. As vítimas do acidente foram socorridas ao Pronto-Socorro do Hospital Regional. Depois de ser medicado, Thiago foi levado para a delegacia, onde permaneceu à disposição da Justiça.


Deic prende quadrilha de roubo a carros-fortes em Campinas

Uma quadrilha especializada em ações de roubo a carros-fortes no Estado de São Paulo foi presa na quarta-feira (25), em Campinas. O grupo, liderado pela mulher de um detento, planejava uma ação em Itatiba, quando foi presa por policiais do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic).

Foram detidos oito criminosos (cinco homens e três mulheres) nas cidades de Campinas e Sumaré. A suposta líder do grupo foi detida em Presidente Epitácio. Com eles foram encontrados um fuzil AK-47, uma metralhadora, uma pistola .40, um revólver de calibre 38, coletes à prova de balas e roupas de uma empresa de transporte de valores.

Pelo menos seis ações de roubo a carros-fortes realizadas desde o ano passado são atribuídas à quadrilha, que agia sempre com violência, segundo o delegado da 2ª Divecar, Alberto Pereira Matheus Júnior. "Eles atiraram em três policiais militares com fuzil", afirmou. Em duas ações da quadrilha monitoradas por câmeras de segurança, o grupo atirou contra PMs e GCMs. A última foi no dia 5 de setembro, quando os criminosos fariam um roubo em Mogi Guaçu e foram seguidos por uma viatura da Guarda Municipal. 

Uma das câmeras de segurança flagrou o momento em que três dos assaltantes descem do carro em que a quadrilha fugia e disparam contra a guarda. Ninguém ficou ferido. Os homens que atiraram contra a viatura da GCM já foram identificados entre os presos. Em outra ação em Araras, no dia 4 de abril, o grupo parou dois carros-fortes na rodovia Anhanguera, atirando com fuzil e depois explodiu os cofres. A Polícia Militar Rodoviária foi recebida a tiros. O grupo fugiu com R$ 7 milhões.

Segundo as investigações do Deic, uma nova ação aconteceria na quarta-feira, em Itatiba, e estava sendo organizada de dentro do presídio de segurança máxima de Presidente Bernardes.


 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar