Segunda-Feira, 17 de Junho de 2019

Diário de Sorocaba

buscar

<< Relíquia de João Paulo II chega ao Rio neste domingo

Publicada em 06/07/2013 às 01:55
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

MUNDO JOVEM NA EXPECTATIVA
 
A relíquia do Beato João Paulo II chega ao Rio de Janeiro neste domingo, dia 7. Trazida pelo presidente do Pontifício Conselho para os Leigos (PCL), cardeal Stanislaw Rylko, a relíquia é a mesma utilizada no processo de beatificação do Pontífice. Ela será apresentada aos fiéis na Missa presidida pelo cardeal e concelebrada pelo arcebispo do Rio de Janeiro e presidente do Comitê Organizador Local (COL), dom Orani João Tempesta. A celebração terá lugar no Santuário da Medalha Milagrosa, na Tijuca, às 10h30.

Desde este domingo, a relíquia, parte do sangue do Beato João Paulo II, seguirá em peregrinação pela cidade sede da JMJ Rio 2013. Durante a Jornada, a relíquia poderá ser venerada pelos peregrinos nos Atos Centrais. Ela ficará exposta nos palcos centrais de Copacabana e Guaratiba e ainda circulará por outros pontos que também recebem a programação da Jornada.

A Missa deste domingo contará ainda com a presença dos símbolos da JMJ, a Cruz Peregrina e o Ícone de Nossa Senhora, entregues aos jovens pelo Beato no período do seu pontificado.

A VENERAÇÃO DAS RELÍQUIAS - O costume de venerar relíquias dos santos data do início do Cristianismo. Inicialmente, os cristãos veneravam os corpos dos mártires e os enterravam com grande piedade. As relíquias podem ser fragmento do corpo ou objetos utilizados por eles.

O Papa Emérito Bento XVI, por ocasião da JMJ em Colônia (2005), na Alemanha, explicou aos jovens: “As relíquias orientam-nos para o próprio Deus. De fato, é Ele que, com a força da sua graça, concede aos seres frágeis a coragem de o testemunhar diante do mundo. As relíquias dos santos são vestígios daquela presença invisível, mas real, que ilumina as trevas do mundo, manifestando o Reino dos Céus que está dentro de nós. Elas bradam conosco e por nós: ‘Maranatha!’, ‘Vem, Senhor Jesus!’”

Além da relíquia do Beato João Paulo II, os peregrinos da JMJ Rio 2013 poderão venerar as relíquias de Santa Terezinha do Menino Jesus e de Santa Teresa dos Andes (esta última também carmelita descalça que morreu com apenas 19 anos).

CANONIZAÇÃO DE JOÃO XXIII E JOÃO PAULO II - Ontem, o porta-voz do Vaticano, Federico Lombardi, anunciou que os beatos Papa João XXIII (no mundo, Angelo Roncalli - 1881-1963) e Papa João Paulo II (Karol Wojtyla - 1920-2005) serão proclamados santos até o fim do ano, sem precisar a data. O Papa Francisco já tinha reconhecido outro milagre pela intercessão de João Paulo II, na Costa Rica, conforme publicou o jornal católico espanhol "La Razón". Trata-se de Floribeth Mora, que havia sofrido um aneurisma cerebral, que foi inexplicavelmente curado em 1º de maio de 2011, exatamente no dia da Beatificação de João Paulo, quando mais de 1,5 milhão de fiéis lotaram a praça São Pedro para honrar o Pontífice. Floribeth acordou com uma dor de cabeça muito forte em 8 de abril e foi para o hospital, onde seu estado de saúde piorou tanto que foi para a casa com um diagnóstico de um mês de vida. Sua família rezou a João Paulo II pedindo sua intercessão, e o aneurisma desapareceu. Outro milagre de João XXIII não foi necessário.  

CIDADE DO VATICANO CONSAGRADA A SÃO JOSÉ E SÃO MIGUEL - Ontem de manhã, o Papa Francisco encontrou-se com o Papa Emérito Bento XVI, nos jardins do Vaticano, após o lançamento da nova Encíclica começada por Bento e terminada por Francisco. No encontro, Francisco mostrou-lhe as novas imagens de São José e de São Miguel Arcanjo, que serão colocadas na cidade do Vaticano, como seus guardiães. Os dois Papas conversaram por alguns minutos e se abraçaram.


Primeira encíclica de Francisco (e Bento XVI) é divulgada 

Pouco mais de três meses depois de ser escolhido, o Papa Francisco divulgou nesta sexta-feira, no Vaticano, a sua primeira Encíclica. O documento, considerado um dos mais importantes do Pontificado, é dividido em quatro capítulos, uma introdução e uma conclusão. A Encíclica, intitulada "Lumen fidei" ("A luz da fé"), foi escrita inicialmente pelo Papa Emérito Bento XVI e encerrada pelo atual Papa. Francisco faz questão de afirmar que o documento foi escrito pelos dois.

Ao tratar da Fé, Francisco demonstra a forte influência das opções de Bento XVI no texto do documento, que já havia escrito sobre a Esperança e a Caridade.


'Mensalão' volta a julgamento na segunda quinzena de agosto

O Supremo Tribunal Federal (STF) deverá julgar os primeiros recursos da Ação Penal 470, o processo do mensalão, a partir da segunda quinzena de agosto. De acordo com a assessoria de imprensa da Corte, essa é a vontade do presidente do Supremo, Joaquim Barbosa, responsável por colocar o processo em pauta. 

Ainda segundo a assessoria, a ação penal não deverá ser pautada logo no início do mês porque Barbosa combinou que avisaria com antecedência de dez dias os ministros da Casa sobre a proximidade do julgamento. Como o STF volta do recesso no dia 1º de agosto e tem sessões apenas nas quartas e quintas-feiras, o julgamento poderia recomeçar, em tese, a partir do dia 14 de agosto

A cúpula da Corte estima que o julgamento dos embargos declaratórios demore cerca de um mês. Também é estudada a possibilidade de convocação de sessões extras nas segundas-feiras, conforme ocorreu no ano passado. A medida terá de ser aprovada entre os ministros para ser implementada.

Todos os 25 réus condenados apresentaram embargos declaratórios, além do empresário Carlos Alberto Quaglia, que não chegou a ser julgado pelo STF. Ele pede que seu caso seja enviado para a Justiça de primeiro grau sem a acusação de formação de quadrilha. A maioria dos advogados pede a absolvição de seus clientes ou, alternativamente, a redução das penas.

Os réus que não têm prerrogativa de foro querem um novo julgamento, pois a Constituição garante duplo grau de jurisdição. Os advogados também argumentam que o acórdão está "capenga" e deve ser anulado, pois houve supressão de mais de mil falas dos ministros, o que prejudicou o entendimento do texto. Alguns advogados pedem a substituição de Joaquim Barbosa na relatoria do processo.


Falha de sinalização teria causado colisão com trem no Rio

Ontem, um ônibus bateu em um trem de manutenção ao invadir uma ferrovia nas imediações de Marechal Hermes, na zona norte do Rio. O motorista do ônibus afirmou à polícia que o alarme de sinalização do cruzamento da ferrovia, local do acidente, não teria funcionado no momento em que o veículo foi atingido. Porém, segundo a delegada da 30ª DP (Marechal Hermes), Márcia Julião, o alarme soava normalmente no momento em que ela esteve no local para acompanhar a perícia.

Para verificar se houve, de fato, uma falha de sinalização, a chefe do distrito policial ouvirá depoimentos de outras testemunhas E analisará imagens das câmeras internas e externas do ônibus, e do circuito de segurança do 9º BPM, situado nas imediações do cruzamento da ferrovia.

Se for comprovado que o motorista do ônibus avançou o sinal vermelho, ele poderá ser indiciado por lesão corporal culposa.

Segundo o Corpo de Bombeiros, 17 passageiros do ônibus apresentam ferimentos leves. A Supervia, concessionária que administra o transporte ferroviário no Rio, informou que o acidente envolveu um trem de manutenção, no qual estavam apenas o maquinista e o seu auxiliar. Ambos saíram ilesos.

Os feridos foram encaminhados hospitais estaduais Albert Schweitzer, Getúlio Vargas e Carlos Chagas. Uma pessoa foi atendida e liberada no local.

HOMEM CAI NO TRILHO DA ESTAÇÃO LUZ - A CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), região central de São Paulo, informou que na tarde desta sexta-feira, um homem caiu no trilho do trem e morreu. 

O Corpo de Bombeiros foi chamado para resgatar a vítima, que estava presa no trilho, mas ela não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Conforme informações de passageiros que estavam na linha do trem no momento do acidente, o homem teria caído no trilho durante o empurra-empurra do embarque. A informação não foi confirmada pela CPTM, que ainda não descarta a possibilidade de a vítima ter-se jogado. O caso está sendo investigado.

Devido ao acidente, os trens circulavam desde às 18 horas com maior intervalo. Mas, segundo a CPTM, a circulação entrou em processo de normalização 30 minutos depois. 


Maior concurso da história terá 59 mil vagas para professores

A Secretaria da Educação do Estado lançou ontem um pacote inédito de medidas para o ensino paulista. Entre as medidas anunciadas pelo governador Geraldo Alckmin e pelo secretário da Educação, Herman Voorwald, está um novo concurso para 59 mil novos educadores, a maior contratação da história do ensino paulista. Desde janeiro de 2011, já foram nomeados mais de 34 mil docentes, o que totaliza 93 mil professores.

Também a partir de agora, os 181,5 mil professores efetivos e estáveis da rede estadual de ensino paulista poderão acumular o cargo com a contratação temporária, o que permitirá, por exemplo, que ele substitua um outro professor em horário distinto de sua jornada, além de aumentar a carga horária de acumulação para 65 horas semanais. As medidas reforçam a política da Secretaria pela ampliação do quadro de docentes efetivos na rede estadual.

"Atrelado ao reforço da política salarial –com o aumento de 8,1% para todos os servidores–, nossos professores poderão agora atribuir mais aulas, o que também possibilitará ganho salarial. Oportunidade inédita para eles e uma novidade importante para os estudantes, que poderão contar com um docente substituto da mesma escola", afirma o secretário Herman Voorwald.

O edital, previsto para ser publicado ainda no segundo semestre, trará também mudanças na convocação para agilizar o ingresso dos novos professores na sala de aula. Após selecionados, os servidores passarão por formação específica, na Escola de Formação e Aperfeiçoamento do Estado de São Paulo "Paulo Renato Costa Souza", simultaneamente ao estágio probatório. Antes, estas fases ocorriam em fases distintas.

Outra novidade é que os novos ingressantes não precisarão mais cumprir os três anos de atuação obrigatória na unidade de ensino (estágio probatório) para só então participarem do processo de remoção.

No pacote de valorização da rede, também foram contemplados outros servidores que compõem o quadro da Educação. A Secretaria anunciou a nomeação de 973 agentes de organização escolar, a criação de 127 cargos de oficial administrativo e 87 de executivo público.

NOVOS CARGOS - O governador anunciou ainda a criação de mais de 800 cargos na rede estadual de ensino. Os profissionais atuarão nas Diretorias Regionais de Ensino e nos órgãos centrais da pasta, a fim de desburocratizar ainda mais as atividades da escola e permitir maior dedicação à sala de aula.

Serão 400 para analista de tecnologia, função inédita na pasta, que será focada nos núcleos de informática e execução das obras, e 418 novos postos de trabalho para analistas administrativos, responsáveis por auxiliar na gestão de recursos humanos e ainda na gestão financeira.


Senado aprova PEC do Ecad sobre nova regra de direitos autorais

Diante de músicos de fama nacional, entre eles, Caetano Veloso, Erasmo Carlos, Roberto Carlos, Lenine e Carlinhos Brown, foi aprovada na quarta-feira (3) a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) que define as condições de arrecadação e distribuição de direitos autorais de obras musicais. 

Conhecida como PEC do Ecad, a matéria altera a maneira como o Escritório Central de Arrecadação de Direitos Autorais (Ecad) repassará os direitos dos músicos e estabelece formas de fiscalização da arrecadação desses direitos.

Pela proposta aprovada, o Ecad passa a ser fiscalizado por um órgão específico e precisa prestar informações precisas sobre a distribuição dos recursos. O relator, senador Humberto Costa (PT-PE), acatou emenda do líder do PSDB, senador Aloysio Nunes Ferreira (SP), que estabelece que o órgão fiscalizador deverá ser ligado à administração pública, mas não necessariamente ao Ministério da Cultura.

Outra emenda acatada do líder oposicionista estabelece que as emissoras de rádio e televisão terão prazo até o dia 10 de cada mês para repassar ao Ecad a lista com as músicas que foram utilizadas no período, o que deve facilitar a cobrança e a fiscalização sobre o repasse dos recursos.

Outra mudança refere-se aos créditos retidos quando o Ecad não identifica os autores da obra. Pelo texto, essas arrecadações só podem ficar retidas durante cinco anos e, depois, precisam ser distribuídas proporcionalmente pelos detentores de direitos. A mudança evita que o dinheiro seja usado para equilíbrio de finanças ou pagamento de prêmios, por exemplo.

As alterações, no entanto, ainda não estão valendo. A PEC precisa passar pela Câmara dos Deputados, onde será votada em dois turnos. Se receber alterações, a matéria precisará voltar ao Senado para última análise antes de seguir para promulgação.


 

Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar