Terça-Feira, 18 de Junho de 2019

Diário de Sorocaba

buscar

<< Cidade para e assiste passagem de tropeiros pelas ruas centrais

Publicada em 27/05/2013 às 21:51
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

A população saiu às portas e janelas, sentou-se nas calçadas, juntou-se nas ruas e parou dentro de carros para ver cerca de 200 cavaleiros e muladeiros que participaram, no domingo (26), do desfile de encerramento das comemorações da 46ª Semana do Tropeiro de Sorocaba.

A maior parte dos integrantes foi composta por homens, mulheres e crianças, que saíram de Itararé no último dia 17 para percorrer os quase 360 quilômetros, que separam aquela cidade de Sorocaba, dentro da oitava edição da Tropeada Itararé-Sorocaba. Aqui, visitantes de municípios vizinhos e populares de diversos bairros se juntaram às comitivas.

Por locais onde passava, a tropa era saudada pelas pessoas que, em todos os anos, aguardam o evento, que é considerado o ponto alto da festa tropeira. Apoiado pela Secretaria da Cultura e Lazer (Secult), o desfile teve sua concentração no Parque das Águas e seguiu caminho pela avenida Dom Aguirre até a praça Lions, onde ganhou a Afonso Vergueiro em direção à rua Dr. Álvaro Soares, passou pela Sete de Setembro até a Professor Toledo, adentrou a Cesário Mota, desceu a rua São Bento, Quinze de Novembro e foi para a avenida São Paulo onde, em frente ao Monumento ao Tropeiro, a tropa foi abençoada. De lá, pela Padre Madureira os homens voltaram ao Parque das Águas, onde a festa terminou.

Neste ano, por coincidir com o início da Festa Junina, uma ambientação tropeira também foi montada no recinto do Parque das Águas pela equipe da Estância Sankara, de Votorantim. Quem procurou o lugar para se divertir com os shows ainda viu de perto todos os equipamentos utilizados pelos tropeiros em sua lida, tanto no passado, quanto na atualidade. E as crianças eram as mais encantadas.

Criadores de muares (mulas e jumentos), o casal Mário e Cida Modesto ainda levaram três animais para a área, oferecendo a oportunidade de as pessoas conhecerem as espécies e aprender a diferenciá-las de cavalos. "Para nós é muito gratificante explicar às pessoas o que são esses animais, o quanto foram e são importantes e mostrar como vivem os tropeiros de hoje", comentou Cida referindo-se ao caminhão-trêiler que tem até ar-condicionado para conforto dos bichos durante as viagens.


 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar