Terça-Feira, 20 de Agosto de 2019

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< 'Música para cortar os pulsos' é atração desta quarta no Sesc Espetáculo revela histórias amorosas de três jovens com aproximadamente 20 anos de idade; ingressos estão à venda na bilheteria da unidade

Publicada em 26/02/2013 às 21:03
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

O espetáculo mira a comunicação com o público jovem (Foto: Divulgação)
A peça “Música para cortar os pulsos”, da Cia. Empório de Teatro Sortido, chega ao palco do Sesc nesta quarta-feira, às 20 horas. A peça conta as histórias amorosas de Isabela, Felipe e Ricardo, que se desenrolam com a intensidade das músicas para cortar os pulsos, passando por Roberto Carlos, Wong Kar Wai, Cazuza, Chico Buarque, entre outros. A montagem venceu o prêmio APCA (Associação Paulista dos Críticos de Arte), em 2010, na categoria Melhor Peça Jovem. Os ingressos estão à venda.

Com direção e texto inédito de Rafael Gomes (autor da série infanto-juvenil “Tudo o que é sólido pode derreter”, exibida pela TV Cultura), a apresentação traz em dez cenas curtas, os universos particulares de três jovens em torno dos 20 anos: Isabela (Mayara Constantino), Ricardo (Victor Mendes) e Felipe (Fabio Lucindo). Durante as cenas, os personagens vão desenrolando seus sentimentos íntimos, anseios, frustrações e dúvidas.

Com estrutura de monólogos intercalados, a trilha sonora é o componente fundamental do enredo, pois traduz os sentimentos dos personagens, que são cambiáveis e mutantes, podendo variar a cada apresentação para complementar a trama.

O espetáculo, estreado em outubro de 2010 em São Paulo, mira a comunicação com o público jovem, que em geral encontra-se negligenciado pelas produções teatrais. A apresentação cumpriu duas bem sucedidas temporadas, com reações entusiasmadas dos espectadores e reconhecimento crítico. “Música para cortar os pulsos” esteve entra as 10 melhores peças em cartaz no ranking da revista Veja SP e venceu o Troféu Ítalo Rossi (2011), nas categorias de Melhor Espetáculo e Melhor Direção.

SERVIÇO - Os ingressos estão à venda na bilheteria do Sesc por R$ 2 (trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculados e dependentes), R$ 4 (usuário matriculado, deficientes físicos, aposentados, maiores de 60 anos, estudantes e professores da rede pública de ensino, com comprovante) e R$ 8 (inteira). O Sesc fica na Rua Barão de Piratininga, 555, Jardim Faculdade. Mais informações pelo telefone (15) 3332-9933


Museu de Arte Contemporânea inscreve para oficinas culturais

O Museu de Arte Contemporânea de Sorocaba (MACS) está com inscrições abertas 
para sua agenda de oficinas deste primeiro semestre. Todos os cursos, que começam agora em março, serão realizados no Chalé Francês, situado na Avenida Afonso Vergueiro, 280, em frente à antiga Estação Ferroviária de Sorocaba. As inscrições devem ser feitas pelo telefone (15) 3233-1692.

A primeira oficina será “Modelo Vivo”, na qual os alunos receberão orientações para aperfeiçoar técnicas de desenho, observação de incidência de luz e de proporções anatômicas. As aulas serão ministradas pela artista plástica Laura Matos e acontecem de 5 de março a 26 de novembro, sempre às terças-feiras, das 14 às 16h30. O investimento é de R$ 200, por mês. Para este curso, é importante ter conhecimento básico de desenho.

Outra oficina comandada por Laura Matos é o “Grupo de estudos em artes do MACS”. O tema a ser discutido, neste primeiro semestre, será: “A formação conceitual sobre a arte contemporânea, ancorada nos grandes mestres da História da Arte”. William Turner, Van Gogh, Picasso e Mark Rothko serão os artistas que embasarão as discussões, que terão início no dia 13 de março. Os encontros são gratuitos e acontecerão, sempre, na 2ª quarta-feira de cada mês.

Os amantes da fotografia ganham dois cursos especiais. A oficina “Olhar fotográfico – Introdução à fotografia digital” propõe ao participante uma nova forma de ver e pensar fotograficamente. O curso abordará tópicos como história da fotografia, câmera analógica e digital, obturador e diafragma, ISO, fotometria, linguagem e composição fotográfica e enquadramento. As aulas serão orientadas pela fotógrafa e produtora cultural Denise Galli. O curso tem carga horária de 26 horas e começará no próximo dia 11 de março. 

Outro curso com essa temática será “Fotojornalismo e antropologia visual”, com orientação do jornalista e fotógrafo Beto Rocha. Nele, os participantes terão a oportunidade de realizar trabalhos por meio de técnicas e linguagem fotojornalísticas. As aulas começam dia 06 de abril. Para ambos os cursos de fotografia, o aluno deve possuir máquina semi-profissional ou profissional e o investimento, para cada, é de R$ 400.

O MACS preparou, ainda, um curso baseado no primeiro livro publicado pelo museu, em 2012, “Arte, Museu e Educação”. Escrito por vários artistas, trata das várias transformações contemporâneas. A publicação será o fio condutor para discutir as contribuições da arte para a condição humana na vida cotidiana. As aulas serão ministradas pela professora Maria Ines Panuzzio. A oficina é destinada a professores da rede pública e particular de ensino e, também, aos interessados em geral. O curso terá carga horária de 30 horas e começará no dia 12 de março. O investimento é de R$ 360 ou R$ 36, por aula (total de nove aulas), mais R$ 39,90 pelo livro.

CINEMA - Os cinéfilos de Sorocaba e região também ganham programação especial. Durante todo ano, o museu promoverá o “Cine Café MACS”. O primeiro filme a ser exibido, no dia 23 de março, é “Prisioneiro das Montanhas”, considerado uma das melhores obras cinematográficas contemporâneas da Rússia. Após a exibição, os presentes participarão de um debate com Paulo Edson, músico e professor da Fatec Sorocaba. O valor do ingresso é R$ 20.


Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar