Domingo, 16 de Junho de 2019

Diário de Sorocaba

buscar

<< Urutu-cruzeiro e Jararaca-pintada são os novos habitantes do Zoo

Publicada em 16/01/2013 às 20:53
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

A urutu-cruzeiro consta na lista oficial dos animais ameaçados de extinção do Ibama (Foto: Secom)
Desde o início deste ano, o Parque Zoológico Municipal "Quinzinho de Barros" está com novos habitantes em seu serpentário. No dia 4 de janeiro, nasceram 11 filhotes de Jararaca-pintada (Bothrops neuwiedi); dois dias depois, no dia 6, nasceram mais 10 filhotes da Urutu-cruzeiro (Bothrops alternatus). O fato está sendo muito comemorado pela Secretaria do Meio Ambiente já que a Urucu-cruzeiro consta na lista oficial dos animais ameaçados de extinção do Ibama.

Para Jussara de Lima Carvalho, secretária do Meio Ambiente, o feito inédito comprova o sucesso do programa de reprodução em cativeiro do Zoo. "Esse nascimento está sendo muito comemorado por toda a nossa equipe. O Zoológico estimula a reprodução dessas e outras espécies de serpentes, contribuindo para a sua conservação", declara.

Rodrigo Teixeira, médico-veterinário do Zoo, ressalta a importância desse acontecimento no parque. "Muitas vezes, a mídia e os leigos podem questionar o porquê de estarmos reproduzindo cobras, mas quero deixar claro que, para nós, todos os animais são iguais. O nascimento desses filhotes é tão importante quanto foi o do mono-carvoeiro ou da arara-azul, que também são espécies ameaçadas de extinção."

O médico-veterinário explica que o Urutu-cruzeiro faz parte do topo da cadeia alimentar. "Mexendo no topo dessa cadeia, ocasiona o desequilíbrio da natureza, já que, quando você elimina esse réptil, aumenta-se a população de roedores e isso causa incômodo para nós, seres humanos, daí a importância da sua conservação."

Valdir Aureliano, tratador do Zoológico desde 1987 e do serpentário desde 2001, conta que os filhotes, logo ao nascer, já fizeram a troca de pele e, com três dias de vida, receberam a sua primeira alimentação. "E ela tem um veneno potente, 'quando não mata, aleija', diz o ditado popular", brincou.

O serpentário do "Quinzinho de Barros" possui quatro espécies diferentes de Jararacas - Jararaca-comum (Bothrops jararaca), Jararaca-da-Amazônia (Bothrops atrox), Jararaca-pintada (Bothrops neuwiedi) e Urutu-cruzeiro (Bothrops alternatus). No local, os visitantes também podem conferir outras cerca de 40 espécies diferentes, como a tartaruga-mordedora, rã-touro, cobra-verde, cascavel, entre outras.

O Zoo está localizado na rua Teodoro Kaisel, 883, na Vila Hortência, e funciona de terça-feira a domingo, das 9 às 17 horas. 

 

Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar