Sexta-Feira, 24 de Maio de 2019 ASSINE O DIÁRIO 15.3224.4123

Diário de Sorocaba

buscar

<< Defesa Civil libera parte de obra para construção de shopping

Publicada em 15/01/2013 às 21:06
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

As obras já foram retomadas no bloco liberado (Foto: Gui Urban/Secom)
Mesmo sem o término do inquérito policial instaurado para investigar as causas do desmoronamento de uma parede de 10 metros da antiga fábrica de tecidos Cianê, parte da obra do shopping que está sendo construído no local foi liberada. A Defesa Civil de Sorocaba liberou na última sexta-feira (11) o bloco 'J´ para a continuidade das obras de construção do shopping Pátio Cianê. Conhecido no projeto como espaço Lifestyle, o trecho compreende a rua Francisco Scarpa até a avenida Afonso Vergueiro, e abrigará a parte de entretenimento do shopping como bares e restaurantes. A liberação deu-se após a entrega da documentação de responsabilidade técnica (ART - Anotação de Responsabilidade Técnica) por parte da empresa responsável pelo amparato (escoramento) das paredes naquela área.

Segundo o presidente da Defesa Civil, Roberto Montgomey Soares, que acompanha o serviço, essa etapa havia sido cumprida dois dias antes, mas havia necessidade documental por parte do executor. "O cronograma está sendo cumprido conforme apresentado pela construtora", explicou. Esse trabalho de acompanhamento, inclusive, mantém-se até a finalização de todo o escoramento das paredes das duas unidades que compreendem o projeto do shopping; as antigas fábricas Nossa Senhora da Ponte e Santo Antônio.

Ainda segundo Montgomery, o bloco I, onde houve a queda da parede em 20 de dezembro, continua interditado até que todo o serviço seja executado e corresponda ao trabalho necessário à garantia da segurança no local.

Na semana passada, foi entregue à polícia os documentos e CDs requisitados pelo Instituto de Criminalística para que a investigação sobre o acidente seja prosseguida. A conclusão da perícia deve sair até o final de fevereiro.

As obras já tiveram início na sexta-feira, simultaneamente ao escoramento das paredes da antiga tecelagem Cianê, retomadas no dia 7, e com previsão de 20 a 30 dias para conclusão. Segundo a assessoria de imprensa do Shopping Pátio Cianê, o cronograma continuará o mesmo e a entrega do empreendimento deve ser mantida para setembro deste ano. 

A QUEDA - Sete pessoas morreram no desabamento da parede da Cianê. Os tijolos da parede que mede cerca de 10 metros caíram sobre quatro carros e uma moto, por pouco não atingiu um ônibus municipal que transportava aproximadamente 45 passageiros. No local foram encontrados ainda os corpos da auxiliar administrativa Nhayara Pamela Airola, 25 anos, sua irmã Evelin Cristina Siqueira, de 30, e de seu sobrinho Tiago Alves Siqueira, de 5. O taxista Humberto Dias Ferreira, de 53, e o vigilante Rayner Alves, de 28, estavam em horário de trabalho. Alves, encontrado na moto, estava em seu primeiro dia de trabalho. Também o médico, Adilson Nunes Filho, de 35, não resistiu aos ferimentos. O soldador Anderson Schendroski Assunção, 26 anos, foi o único sobrevivente. Ele estava num Ford Fox com sua esposa, a assistente administrativa Samantha Bianca da Conceição, de 24, que morreu na hora.

 

Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar