Sexta-Feira, 5 de Junho de 2020

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< Polícia prende trio após roubo a banco em Iperó e recupera dinheiro e armas

Publicada em 21/12/2012 às 00:52
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

O bando estava na cidade pela quarta vez e havia dormido numa chácara alugada

Três pessoas foram presas na manhã de ontem, em Iperó, após roubarem um banco no Centro da cidade. Márcio Roberto Santos, 34 anos, considerado o chefe do grupo, agiu ao lado da companheira, Caroline Teixeira Lopes, de 21, e do comparsa, Gean Ferreira de Oliveira, da mesma idade. O trio conseguiu fugir da cidade com R$ 8.320,75 no sentido de Sorocaba, mas foi detido na estrada vicinal que liga os municípios.

Com uma pistola 9 mm com timbre das Forças Armadas, Santos teria rendido um vigia do banco, por volta das 11h55, e roubado sua arma para a entregar a Oliveira, informou a polícia. Outro vigia teria sido rendido e sua arma repassada a Caroline. Ainda segundo a polícia, o trio anunciou o assalto e retirou todo o dinheiro dos caixas. Ninguém ficou ferido.

A fuga no sentido de Sorocaba se deu num VW Gol, que averiguado constou como veículo roubado, e estava com o número do chassi adulterado. Com base nas informações de testemunhas, os PMs cabo Chasney e soldado Brandido conseguiram interceptar o automóvel antes que ele chegasse a Sorocaba. Mais viaturas da Polícia Militar seguiram para o local a fim de auxiliar na prisão do trio.

Os militares recuperaram o dinheiro e as armas dos vigias, e apreenderam a pistola e o veículo utilizado para o crime. A Polícia Civil investiga agora a participação de mais pessoas neste grupo, pois no roubo em novembro era outro comparsa que auxiliava Santos 

ALUGUEL DE CHÁCARAS – De acordo com a delegada Ana Cássia Labronice Gomes, a primeira a ser interrogada após a prisão foi Caroline, que a todo o momento se referia ao crime como “trabalho”. Ela teria revelado que esteve na cidade cerca de quatro vezes - a última vez foi em novembro, quando ocorreu um roubo a banco no dia 14. Deste crime, os criminosos fugiram levando R$ 7.307,89. A delegada investiga se o trio teve mesmo participação neste crime.

O trio, que reside em São Paulo, utilizaria o aluguel de chácaras para conseguir ficar na região e arquitetar seus planos criminosos. Ainda em depoimento, Caroline teria dito que o trio fugiria para Sorocaba e na cidade passaria a noite em um hotel, antes de voltar para São Paulo. 

Santos e Oliveira, que já tinham passagem por roubo, seriam encaminhados para a cadeia de São Roque, depois de interrogados; e Caroline seguiria para a de Votorantim. O trio deve ser indiciado por roubo qualificado, adulteração de chassi e roubo ou receptação do carro, conforme apurasse a polícia sobre o fato. 


GCM apreende moto e carro na zona leste

Um homem que tentava dar a partida numa moto Yamaha RD, de cor azul, abandonou o veículo ao ver uma viatura da Guarda Civil Municipal (GCM) entrar pela avenida Francisco P. Miranda, no Parque dos Espanhóis. 

Ele entrou num condomínio e não foi localizado pela equipe. A moto estava com o chassi adulterado e, ao consultar a placa, ficou constatado que pertencia a outra moto da mesma marca, porém de cor preta. 

Já o carro foi apreendido na rua Esperança, Jardim Santa Fé. Um garoto de 16 anos conduzia um Ford Ka, de cor prata, em alta velocidade e com o escapamento solto. Os agentes abordaram o condutor e encontraram um cigarro de maconha com ele, que declarou ser o veículo de uma conhecida, de quem não saberia dizer o nome. O automóvel estava com a documentação atrasada.

As duas ocorrências foram apresentadas no plantão sul e os veículos recolhidos por um guincho. O garoto foi liberado a sua mãe sob assinatura de termo de compromisso e responsabilidade.


Desempregado é preso acusado de violentar garoto de 14 anos 

Um homem de 31 anos foi preso na noite de ontem na Vila Carvalho, acusado por estuprar um adolescente de 14. De acordo com o boletim de ocorrência, registrado no plantão norte, o desempregado estaria ainda influenciando o garoto a usar drogas. Uma aposentada de 52 anos denunciou o caso à polícia depois de ter sido agredida e quase violentada por ele. Ela é proprietária do quarto em que ele morava. 

Conforme relatou à polícia, a aposentada teria percebido que os dois mantinham relação íntima no cômodo e decidiu intervir ordenando que o garoto fosse embora. No mesmo instante, ela teria sido agredida pelo inquilino que chegou a rasgar suas roupas tentando violentá-la. A mulher relatou que mesmo após o ocorrido os dois ainda ficaram juntos. 

A aposentada contou que já teria visto o desempregado corromper o garoto ensinando-o a usar drogas. O acusado, encontrado sozinho em seu quarto, teria afirmado que ficava com o garoto pelo fato de ele ser homossexual. Ao procurar o adolescente em sua casa, no Jardim Santa Rosália, os policiais nada ouviram de contraditório. Ele teria dito apenas que é amigo do desempregado.

A mãe do adolescente disse que o filho sofre de problemas psiquiátricos e que está se tratando. Conforme contou, há dois meses o garoto mudou o comportamento e passou a ficar nervoso e agitado, chegando a quebrar janelas, utensílios de cozinhas e armários. A mãe confirmou a desconfiança sobre o fato de o filho usar drogas, mas que não tinha ainda presenciado nada em relação a isso.

O acusado foi autuado por estupro de vulnerável, estupro tentado, corromper ou facilitar a corrupção de menor de 18 anos, e foi levado para a cadeia de Pilar do Sul. O adolescente foi submetido a exame de corpo de delito para atos libidinosos e lesão corporal.


Adolescente vai detido com drogas no Habiteto

Um garoto de 14 anos estava sentado na pista de skate da avenida Chico Xavier, no bairro Ana Paula Eleutério, com 41 pedras de crack, seis porções de maconha e um pino de cocaína. 

Quando avistou a viatura da Ronda Ostensiva Municipal (Romu) da GCM, jogou na grama o frasco com crack e cocaína. Na abordagem, foram localizadas as porções de maconha e a quantia de R$ 33. A ocorrência foi apresentada na Delegacia da Infância e Juventude (Diju), onde se verificou que o adolescente já possui passagem pelo mesmo ato infracional. Ele foi liberado sob termo de compromisso assinado pela sua mãe.


Comerciante é executado durante culto em igreja na zona norte de SP

Um homem de 34 anos foi executado dentro de uma igreja evangélica, na Vila Maria, zona norte da Capital paulista, na noite de quarta-feira. O assassino deu cerca de 10 tiros na vítima durante um culto que reunia pelo menos 150 pessoas.

De acordo com testemunhas, o comerciante João Gualberto Pimentel dos Santos estava nos fundos do templo quando foi atingido pelos tiros. O atirador teria, inclusive, afastado duas pessoas que estavam próximas à vítima antes de disparar. 

Santos não teve tempo de fugir. O primeiro tiro foi na nuca e os demais nas costas. Ninguém mais ficou ferido. O criminoso, que aparentava ter menos de 18 anos, fugiu em um veículo no sentido da Ponte da Vila Maria. 

O irmão da vítima relatou, em depoimento à polícia, que não sabia o que motivou o assassinato. O comerciante frequentava esporadicamente a igreja. 

Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar