Terça-Feira, 12 de Novembro de 2019

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< Eugénia Melo e Castro mostra seu novo trabalho hoje no Sesc Cantora e compositora portuguesa faz show a partir das 20 horas com o material do álbum “Um gosto de sol”; há ingressos

Publicada em 29/11/2012 às 00:30
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

Com o novo trabalho, Eugénia evidencia similaridades entre Minas Gerais e Portugal

A cantora e compositora portuguesa Eugénia Melo e Castro sobe ao palco do Sesc Sorocaba nesta quinta-feira (29) para apresentar seu novo álbum “Um gosto de sol”, às 20 horas. Na apresentação, ela busca transmitir pontos comuns entre o Brasil e Portugal. 

O disco, gravado inteiramente em Belo Horizonte, é dedicado à música de compositores de Minas Gerais, do chamado “Clube da Esquina”, formado por artistas consagrados como Milton Nascimento, Wagner Tiso, Toninho Horta, Fernando Brant, Márcio Borges, Ronaldo Bastos, Beto Guedes e Túlio Mourão, onde vários desses músicos têm participações especiais.

“Um gosto de sol” conta com 12 faixas, sendo que as seis primeiras apresentam suas personalíssimas versões para canções que já se tornaram clássicas. E as seis seguintes expressam talvez uma voz mais pessoal da cantora, mas sempre firmemente ancorada no universo da música dos mineiros.

São melodias como “Luz e mistério” (Caetano Veloso e Beto Guedes), “Fruta boa” (Mílton Nascimento e Fernando Brant), “Fogo de palha” (parceria de Eugénia Melo com Toninho Horta) e “O cerco” (Eugénia Melo e Castro) que contagiarão a plateia, com uma nova intenção vocal, tornando suave, contido, preocupando-se em ser agradável, mas com grande intensidade musical. 

Com este novo trabalho, Eugénia busca evidenciar as similaridades e as influências estéticas existentes entre Minas Gerais e Portugal, não só se limitando a cantar “os mineiros”, mas incluindo também um fado tradicional (“Maldição”, de Alfredo Duarte), interpretado de uma forma invertida no sentimento e na forma. Abrange, ainda, a poesia do português Fernando Pessoa (um poema musicado por Milton Nascimento e outro declamado por ela) e a obra do poeta mineiro Affonso Ávilla (na voz da atriz Débora Falabella, mineira também). Para a capa do CD, Eugénia escolheu uma bela pintura do artista plástico mineiro Rodrigo Guimarães.

O álbum, “Um gosto de sol”, é um lançamento do Selo Sesc e, assim como todos os lançamentos do Selo, pode ser adquirido nas unidades do Sesc São Paulo da capital e do interior, ou pela internet, por meio do portal www.lojasesc.org.br. O preço do CD é de R$ 20.

A CANTORA - Filha dos escritores Maria Alberta Menéres e E. M. de Melo e Castro, Eugénia Melo e Castro nasceu em Covilhã (Portugal), no ano de 1958. Em Lisboa estudou Artes Gráficas e aprendeu piano e canto. E em Londres frequentou a London Film School, estudando cinema e fotografia.

Teve experiências como atriz de teatro, cinema e televisão. A partir da década de 1980 começa a estabelecer uma parceria autoral e vocal com alguns dos mais renomados artistas brasileiros, como Tom Jobim, Chico Buarque, Simone, Caetano Veloso, Mílton Nascimento, entre muitos outros.

Uma das características do trabalho de Eugénia, que já se estende por mais de 30 anos, é que ela nunca se abdicou da “maneira de falar de Portugal”, misturando sempre o país de origem com o Brasil. Construiu toda a sua carreira se dividindo entre Lisboa (onde mora) e o Brasil (onde aparece com grande frequência), gravando sempre com músicos brasileiros.

Em 2007 recebeu o prêmio Qualidade Brasil pelo conjunto da sua obra musical, que foi e está integralmente lançada no Brasil. Em 2008 o seu programa de televisão “Atlântico” foi considerado um dos 50 melhores programas de TV em Portugal, ficando em 23º lugar.

SERVIÇO - Os ingressos para o show desta noite estão à venda na bilheteria do Sesc por R$ 5 (trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculados no Sesc e dependentes), R$ 10 (usuário inscrito no Sesc e dependentes, deficientes físicos, aposentados, maiores de 60 anos, estudantes e professores da rede pública de ensino com comprovante) e R$ 20 (inteira). Mais informações pelo telefone 3332-9933


NO TEATRO DO SESI

Maurício Nogueira passeia pela MPB com canções autorais e tributos 

O sorocabano Maurício Nogueira apresenta nesta quinta-feira (29), no Teatro do Sesi Sorocaba, seu show de música popular brasileira, a partir das 20 horas, com entrada franca. Apresentação faz parte do projeto “Sorocaba em Cena”, do Sesi.

O músico vai executar um repertório de sambas e suas vertentes, de autoria própria, como “Desilusão” e “Amor Negro”, de seu primeiro disco, além de canções inéditas. Interpretará também compositores consagrados com sambas, sambas-canções e bossas que trazem nas letras principalmente a alegria, os dilemas da vida a dois e as dificuldades do cotidiano do brasileiro. Fazem parte desse repertório também canções de grandes nomes da MPB como Toquinho e Chico Buarque, Dorival Caymmi, Lauro Maia, Tom Jobim e Vinícius de Moraes. 

Com mais de 100 composições, Maurício Nogueira descobriu ainda na pré-adolescência o dom pela música. Desde então, foi influenciado por artistas que antecedem o sucesso da bossa nova, como Lupcínio Rodrigues, Ataulfo Alves e Noel Rosa. Mas carrega também o estilo do samba urbano de Paulinho da Viola, Chico Buarque, Toquinho e Vinícius, Edu Lobo e Baden Powel. 

O show marca os dez anos de lançamento de seu primeiro CD. No espetáculo desta noite, traz elementos acústicos que dão identidade à sua música, ao som da banda formada por quatro músicos que embelezam as melodias dedicadas ao violão, instrumento do cantor. 

O Teatro do Sesi Sorocaba está na Rua Gustavo Teixeira, s/nº, Mangal. O espetáculo é livre para todas as idades e a entrada é gratuita. Os ingressos são distribuídos no local, uma hora antes da apresentação. Mais informações no (15) 3388-0440 


Ary Toledo faz show em Sorocaba no próximo dia 8

O humorista Ary Toledo chega a Sorocaba no próximo dia 8 de dezembro, sábado, para apresentar seu show “Ary Toledo 5.0”, no Ipanema Clube (Rua Sete de Setembro, 700, Centro), às 21h30.  
O show, que comemora 50 anos de palco do humorista, é divido em quatro categorias de piadas: política, sogra, crianças e raças, tem duração de 90 minutos e é indicado a maiores de 16 anos. 

Para cadeiras numeradas, os ingressos custam R$ 60 (inteira) e R$ 30 meia-entrada para sócios do Ipanema Clube, estudantes, idosos, funcionários públicos e professores. Mesas com quatro lugares custam R$ 240 para associados do clube e R$ 300 para não sócios. Pontos de vendas: Big Chico (Rua da Penha, Centro), Valtec (Rua Francisco Scarpa, Centro), Nippo Turismo (Rua Padre Luiz, Centro) e no próprio Ipanema Clube. Mais informações pelo telefone (15) 3519-4330


Grupo Madrigal Uniso apresenta espetáculos nesta quinta e sexta-feira

O Grupo Madrigal Uniso apresenta nesta quinta e sexta-feira, dias 29 e 30 de novembro, na Usina Cultural “Ettore Marangoni”, a 1ª Edição do Concerto Beneficente Madrigal Uniso, a partir das 21 horas. Nos espetáculos, músicas brasileiras, sacras e renascentistas serão interpretadas e apresentadas pelo Madrigal, que hoje possui em sua composição 14 vozes. Além disso, som e iluminação tornarão o espetáculo ainda mais rico, criando ambientes e sensações, de acordo com cada peça musical.

O Madrigal Uniso é um coro oriundo de raízes universitárias e, entre seus integrantes, há desde estudantes até profissionais da voz. O grupo tem um repertório eclético, pesquisando os cantos sacros de Mozart, Vivaldi, John Leavit, Faure e, também, desenvolvendo um repertório que busca raízes no “sertão” e que canta a beleza de nosso povo e das diversas regiões do Brasil. Faz apresentações em hospitais, festivais e igrejas, criando, desta forma, uma identidade própria. 

O evento possui caráter beneficente e os ingressos já estão esgotados, mas há possibilidade de haver mais apresentações no mês de dezembro. Outros detalhes pelo telefone (15) 8803-1002

  

Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar