Sexta-Feira, 23 de Agosto de 2019

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< Traficante alega que R$ 2.500 apreendidos eram para presentes

Publicada em 14/10/2012 às 00:30
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

Guarda civil municipal contabiliza o dinheiro apreendido com a dupla (Foto: Divulgação/GCM)
A atitude suspeita de dois indivíduos dentro de um Fiat Uno chamou atenção de agentes da Ronda Ostensiva Municipal (Romu) da Guarda Civil Municipal (GCM), que decidiu abordar a dupla Na Vila Barão. A equipe estava em patrulhamento pelos próprios municipais do bairro, quando deteve os dois. Com eles havia drogas, produtos de origem suspeita e R$ 2.500, que seriam provenientes do tráfico. Para driblar os guardas, um dos detidos disse que o dinheiro era para presentes do Dia das Crianças.

Os guardas civis estranharam o fato de o veículo estar trafegando em baixa velocidade pela rua Pedro de Mesquita, por volta das 21 horas, porém, quando a dupla percebeu a aproximação dos agentes, fugiu saindo pela porta do passageiro e deixando o Uno no meio da rua. Alcançados e rendidos, os dois foram reconhecidos como Wesley Santana Quinor, 28 anos, e um adolescente de 16, que conduzia o carro.

Nada de ilícito foi encontrado com eles. Quinor foi questionado sobre a situação e alegou que eles tinham fugido porque se assustaram. Ele explicou que o carro era dele, mas como não sabia dirigir pediu para o garoto conduzir o Uno para ele. O rapaz explicou ainda que eles saíram pela porta do passageiro porque a do motorista estava emperrada.  

Mediante a história do detido, os agentes fizeram buscas pelo carro e localizaram um aparelho celular, R$ 2.500, em notas diversas no porta-luvas, e dois rádios automotivos no porta-malas, além de 30 pinos de cocaína e uma porção bruta de 90g da mesma droga. Quinor tentou reverter a situação dizendo que o dinheiro seria para comprar presentes para o Dia das Crianças. 

Mesmo assim recebeu voz de prisão e junto com o adolescente foi levado para o plantão norte, onde foi autuado por tráfico e corrupção de menores. O rapaz acabou conduzido ao Centro de Detenção Provisória (CDP) e o garoto, liberado para sua mãe, que assinou um termo de compromisso e responsabilidade.  

  

Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar