Sexta-Feira, 15 de Novembro de 2019

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< Semana de Conciliação Trabalhista vem fechando bom índice de acordos Cerca de 40% das 360 audiências obtiveram resultados positivos somente no primeiro dia

Publicada em 13/06/2012 às 01:21
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

Movimentação tem sido grande junto à Casa do Advogado, em busca de conciliação trabalhista (Foto: Divulgação)
Somente na segunda-feira (11), primeiro dia da Semana de Conciliação promovida pelo 15º Tribunal Regional do Trabalho (TRT/Campinas) em Sorocaba, em parceria com o Núcleo de Práticas Jurídicas da Esamc e subsecção local da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), mais de 40% das 360 audiências resultaram em acordos, O atendimento das partes envolvidas em processos trabalhistas na cidade continuará sendo realizado até sexta-feira, dia 14, em dois turnos, das 8 às 11 e das 13 às 17 horas, na Casa do Advogado, na avenida 3 de Março, 495, no Alto da Boa Vista.

De acordo com o advogado Lourenço Fernando Santos, membro da Comissão do Exercício da Advocacia Trabalhista da OAB local, o primeiro dia foi sinônimo de sucesso, pois a proposta é obter o maior número de conciliações possíveis, mas segundo ele não era esperado um número tão alto de acordos positivos. Na opinião do advogado, as pessoas estão mais abertas à conciliação: "O primeiro dia teve uma porcentagem de acordos conciliados muito elevados. A expectativa é de que essa porcentagem aumente ao longo dos demais dias", resumiu Fernando Santos. 

Ao todo, são 40 conciliadores, 17 deles alunos de Direito da Esamc Sorocaba e os demais professores, advogados e diretores da OAB, que estão ali presentes ao longo da semana para dar suporte junto às partes que pretendem celebrar um acordo e findar os processos. 

A homologação dos acordos será realizada por um juiz do 15º TRT/Campinas durante a semana que vem. "A conciliação, ao aproximar as partes, facilita o diálogo e conduz à composição amigável. Com isso, não apenas reduz as despesas do Estado, os incidentes na execução e o tempo demandado para a solução dos conflitos, como também fomenta a paz social tão desejada pela sociedade", diz o coordenador do Núcleo de Práticas Jurídicas da Esamc, professor dr. Carlos Sanches, para quem a iniciativa vai ao encontro da metodologia de ensino da Escola, que preza pela formação do jovem advogado segundo a cultura da conciliação como forma de resolução dos conflitos, em substituição ao litígio. "Nós temos como objetivo formar advogados conciliadores e, neste sentido, a Esamc Sorocaba orienta seus alunos de Direito para que busquem sempre resolver os conflitos entre as partes e somente em última instância, esgotadas todas as alternativas, procurem o Judiciário", explica ele.

 

Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar