Sexta-Feira, 5 de Junho de 2020

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< 'Comerciante' vendia remédios falsificados em loja de brinquedos

Publicada em 19/05/2012 às 05:12
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

Cada meia cartela de Pramil, ou seja, dez comprimidos, era vendida por R$ 15 (Foto: Divulgação)
Na tarde desta quinta-feira, policiais civis da Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes (Dise) receberam denúncia de que no Parque São Bento estaria sendo praticado o comércio ilegal do medicamento Pramil, utilizado para casos de disfunção erétil, que tem sua venda proibida pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). De acordo com a Polícia Civil, esse medicamento chega ao País através do Paraguai.

Disfarçados e com uma viatura descaracterizada, os investigadores seguiram as informações e chegaram à rua José Lourenço de Godoy, onde encontraram o suspeito em frente de uma loja de brinquedos. Um dos policiais o abordou e simulou interesse pelo medicamento. Enquanto esse policial conversava com o suspeito, os outros acompanhavam a cena de longe.

Ao policial disfarçado, o suspeito disse se chamar Paulo Renato e confirmou ter o medicamento e que por meia cartela, ou seja, dez comprimidos, cobrava R$ 15. Ainda interessado, o falso comprador pediu ao suspeito que lhe fornecesse uma cartela, quando o viram se dirigir ao interior da loja e retirar a encomenda de dentro de um balcão. No ato de entrega do remédio, o policial se identificou e deu voz de prisão ao homem.

No interior da loja, toda a equipe fez buscas e localizou outras 17 cartelas de Pramil, totalizando 360 comprimidos. No mesmo local, os policiais apreenderam 1.050 pacotes de cigarros e 2.750 DVD's de títulos diversos, aparentemente falsificados. Paulo Renato Beloto Schlomer, 55 anos, foi preso em flagrante e conduzido ao Centro de Detenção Provisória (CDP), onde permanece à disposição da Justiça. 
 
  
  
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar