Terça-Feira, 12 de Novembro de 2019

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< Felger é opção para compra do presente da mamãe

Publicada em 10/05/2012 às 01:59
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

A artesã Aiko Takuta Nomura espera aumento de 50 % nas vendas (Foto: Fernando Rezende)
Na manhã desta quarta (9) começaram as atividades da 10ª Feira Local de Artesanato e Geração de Renda (Felger) na Praça Frei Baraúna. O evento é promovido pela Secretaria de Relações de Trabalho (Sert), em parceria com o Fundo Social de Solidariedade (FSS) e apoio da Associação Novos Rumos e Associação Sorocabana de Artesanato (ASA). A solenidade de abertura da feira contou com a presença do secretário da Sert, Luís Alberto Firmino, a presidente do FSS, Denise Lippi e representantes da Secretaria da Cultura, além da Banda Regimental do CPI-7. A feira segue até o dia 12, das 10 às 22 horas, e terá shows e apresentações de artistas regionais, além das barracas com produtos artesanais e comes e bebes. 

O objetivo é gerar renda aos 150 artesãos cadastrados. “Com tantos produtos diferenciados, a feira será a oportunidade de melhorar a renda”, afirma o secretário da Sert, Luís Alberto Firmino. Para ele, o Dia das Mães influenciará nas vendas. “As mães gostam da criatividade dos artesãos; gostam das coisas mais trabalhadas e caprichosas”, falou. 

A artesã Aiko Takuta Nomura, que trabalha com produtos artesanais há 13 anos, diz que a expectativa de venda é de 50% maior que em outros meses. “Eu exponho na feira desde a primeira edição e acredito que será um mês produtivo.” Aiko diz que seus trabalhos são muitos detalhados e que merecem muita dedicação, o que agrada os clientes e em especial, as mães. 

O público pode encontrar na área de trabalhos artesanais sabonetes feitos a mão, pinturas em tecido, bordados, crochê, bijuterias e tricô com diversas opções de presentes que variam de R$ 20 a R$ 100. 

A doméstica Sueli Prudente de Andrade diz que já visitou a feiras em anos anteriores e espera encontrar um presente para a mãe. “Vou andar um pouco e procurar algo que agrade minha mãe”, diz. Sueli também espera ganhar uma toalha da filha que a acompanhava durante o passeio pela feira. 

A cozinheira Denise Moreira Correia é mãe de Stefanny Marcos, de oito anos, e esta grávida de quatro meses. Ela deu uma parada na procura dos presentes da mãe e da sogra e sentou para comer um pastel. “Já dei uma olhada nas barracas, mas ainda estou em dúvida. Resolvi parar para descansar e fazer um lanche”, comenta. 

Além das barracas no setor artístico, o público pode se deliciar na praça de alimentação que neste ano está bem diversificada. Yakissoba, compotas de doces, acarajé, tapioca, pastel são exemplos das delícias que podem ser saboreadas.

 

Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar