Sexta-Feira, 5 de Junho de 2020

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< Xodó do Galo agradece à torcida mas não garante presença no 2º semestre

Publicada em 04/05/2012 às 00:56
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

Meu futuro a Deus pertence, né? Vamos esperar um pouco e depois sentar com a diretoria do Atlético e ver o que é melhor pra mim. Mas quero mesmo é fazer historia no brasileiro” (Foto: Arquivo/DS
Em entrevista dada ao DIÁRIO DE SOROCABA na quinta-feira (3), após as festas da conquista do acesso para a primeira divisão, o craque e artilheiro do Atlético Sorocaba, Luan, não assegurou sua presença no clube no segundo semestre. Porém deixou claro que gostaria de jogar a primeira divisão em 2013.

Luan Madson Gedeão de Paiva, hoje com 21 anos, 1m68, nasceu em 11 de agosto de 1990, em São Miguel dos Campos, cidade alagoana de 54 mil habitantes, que tem como mais famosa personagem, Ana Lins, guerreira da revolução pernambucana, que defendeu a província de Alagoas (a que viria a se transformar no Estado de Alagoas).

E o craque do Atlético, um dos destaques na campanha pelo aceso, puxou o lado da histórica personagem, com seu jeito guerreiro de ser: sempre tomando pancadas dos adversários, mas nunca desistindo e mostrando um talento e um faro de gol incomum.

Porém o Xodó da torcida do Galo não garantiu presença no clube no segundo semestre. Luan tem contrato até 2013, segundo comentou, e nas próximas semanas deve se reunir com a diretoria do clube. “Não sei ainda de nada. Meu futuro a Deus pertence, né? Vamos esperar um pouco e depois sentar com a diretoria do Atlético e ver o que é melhor pra mim. Mas quero mesmo é fazer historia no brasileiro”, disse.

ARTILHARIA ESCAPOU POR POUCO - Artilheiro-nato, mesmo com apenas 21 anos, cortejado por grandes clubes (quase foi para a Ponte Preta no ano passado),  Luan disse que ainda pretende ser goleador de um torneio; e explica que nos últimos dois anos, na A-2, o troféu de artilharia “bateu na trave”, mas vai continuar perseguindo. Ele marcou 12 gols em 2011 e 13 gols em 2012, totalizando 25 gols em dois anos, média de quase 13 gols por ano somente na A-2. Neste ano, está atrás somente de Rafael Martins, do Audax, que marcou 17 gols.

”É sempre bom fazer gols, né? Mas como nos dois últimos anos fiquei somente em vice, vou perseguir essa artilharia. O importante é estar sempre fazendo gols  e ajudando minha equipe a vencer. Neste ano, perdi para o Rafael Martins; ele é um grande jogador, ele mereceu. Mas fazer o quê? É a vida; e agora, bola pra frente e vamos treinar bastante pra ser artilheiro. Queria também agradecer a todos os sorocabanos que apoiaram o nosso time nesta campanha do acesso”, expressou o craque do Galo.

TÍTULOS E CONQUISTAS - Luan começou nas categorias de base do Galo e, apesar de jovem, desde então vem acumulando títulos e artilharias. Foi campeão da Copa Paulista de 2008, time comandando pelo treinador Paulo Roberto Santos, e no mesmo ano foi vice-campeão da Recopa Sul-Brasileira pelo Galo, além de campeão do Torneio Internacional da Independência em 2009, na Coréia do Sul; e neste ano conseguiu o acesso para a primeira divisão com o Atlético.

GOLS BONITOS - Luan demonstrou carinho com o clube que o revelou, mas não afirmou se vai ficar ou não. “O Atlético vai saber escolher o melhor pra mim. Mas minha vontade é ser feliz por onde eu passar, seja aqui ou em qualquer outro lugar, e fazer história”, disse. O atacante contou que vai tirar umas férias, mas não definiu ainda o local para onde irá. 

Autor de vários gols bonitos na sua carreira, tentos sempre marcados pelo talento e pela técnica, Luan marcou 12 gols e disse qual é o mais bonito deste ano. “Olha, tem uns três gols bonitos que fiz neste ano, mas acho que um dos mais belos e principal foi contra a Ferroviária.”


Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar