Terça-Feira, 19 de Novembro de 2019

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< Funk Como Le Gusta agita CineFest na noite desta sexta Exibição de curtas e longa-metragem complementa a noite de atrações culturais do evento

Publicada em 17/11/2011 às 19:27
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

O show faz parte da turnê de lançamento do álbum duplo “A Cura Pelo Som” (Foto: Divulgação)
O balanço contagiante do Funk Como Le Gusta será a atração desta sexta, dia 18, na programação do 8ª CineFest Votorantim. O grupo faz apresentação gratuita a partir das 21 horas no estacionamento do Auditório Municipal “Francisco Beranger”. O evento é uma realização da Prefeitura do município, em parceria com o Sesc Sorocaba.

Com mais de dez anos de carreira, o Funk Como Le Gusta vem mostrando seu singular trabalho musical mixando samba, soul e música latina. O show que será apresentado em Votorantim faz parte da turnê de lançamento do álbum duplo “A Cura Pelo Som”. A direção musical é assinada pelo próprio grupo, com produção artística do integrante Emerson Villani. 

No repertório, estão alguns dos principais hits da carreira e canções do novo trabalho do grupo, que incluem músicas inéditas, experimentações e composições dos últimos cinco anos de carreira. Formado por músicos experientes e produtores que atuam expressivamente no mercado artístico e publicitário, o Funk Como Le Gusta tem músicas e álbuns lançados em diversos países, com um repertório variado e arranjos que vão do jazz ao drum’n bass.

O grupo é composto por Kuki Stolarski (bateria), James Mü (percussão e voz), Sérgio Bartolo (contrabaixo), Emerson Villani (guitarra, violão e voz), Eron Guarnieri (teclado, escaleta e voz), Kito Siqueira (sax, barítono e alto), Hugo Hori (sax, tenor e flauta), Tiquinho (trombone), R16t (trompete, flugel horn e voz) e Jorge Ceruto (trompete e voz).

ATRAÇÕES DO CINEFEST - A agenda do evento está repleta de atividades hoje. A partir das 14 horas, acontece a Mostra Cinema e Educação, com a exibição de filmes curtos feitos por estudantes da rede municipal de ensino. 

Às 19 horas, ocorre a Mostra Nacional Competitiva com as produções “Pedro Perilima”, de Ian Costa (PB); “Ilhas Cayman”, de Gabriel Perrone (ES); “Dylan Sings Blue”, de Arthur Queiroz (SP); “Poeira e Luz”, de Rogério Corrêa (SP); “Tempestade”, de César Cabral (SP); e “A Fábrica”, de Aly Muritiba (SP). Depois, será apresentado o longa nacional inédito “Não se pode viver sem amor”, do cineasta chileno Jorge Durán. Conhecido pelos roteiros dos filmes “Lúcio Flávio, o Passageiro da Agonia” (1977), “Pixote, a Lei do Mais Fraco” (1981) e “O Beijo da Mulher-Aranha” (1984), em seu terceiro filme Durán narra diferentes histórias em que seus personagens se entrelaçam no decorrer da trama.

Na véspera do Natal, em meio a um Rio de Janeiro bem diferente daquele mostrado nos cartões, Gabriel (o estreante Victor Navega Motta) e Roseli (Simone Spoladore) dão início a uma odisséia em busca do pai do garoto, que o abandonou ainda bebê. 

Em suas andanças pela cidade, conhecem Pedro (Ângelo Antonio), um professor que precisa escolher entre uma mulher e sua profissão; Gilda (Fabíula Nascimento), uma dançarina de boate que esconde seu passado; e João (Cauã Reymond), jovem advogado desempregado e apaixonado, que procura uma solução desesperada para melhorar de vida. O diretor conversa com o público após a exibição do filme.

O CineFest Votorantim ocorre até domingo (20) no Auditório Municipal “Francisco Beranger” (Av. Newton Vieira Soares, s/nº). A entrada é franca.

Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar