Quinta-Feira, 2 de Abril de 2020

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< População troca caminhada nas ruas por Complexo Esportivo em Iperó

Publicada em 17/10/2011 às 23:24
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

Complexo Esportivo da Escola Elisa também proporciona momentos de lazer à populaçäo iperoense (Foto: Luana Eid/AI-PMI)
O recém-inaugurado Complexo Esportivo da Escola Elisa já está sendo utilizado maciçamente pela população de Iperó. Com horários alternados ao da Escola, o local é mais uma opção de lazer para a cidade e funciona também como um incentivo à pratica de atividades físicas.

O Complexo conta com pista de atletismo, ciclovia, área técnica, arquibancada vegetal e academia ao ar livre. Há equipamentos de Leg Press duplo, peitoral duplo, simulador de caminhada e puxador duplo. A diretora de Esportes do Município explica para que serve cada um dos aparelhos ao ar livre; "O Leg Press Duplo deve ser utilizado para fortalecer os membros inferiores (pernas), assim como o simulador de caminhada que, além de fortacecer estes membros, também funciona como um exercício aeróbico sem impacto. Já o Peitoral e o Puxador Duplos fortalecem os membros superiores (braços, peitoral, ombros)". Estes aparelhos só devem ser utilizados, porém, por pessoas maiores de 13 anos, ressalta ela ainda.

Franciene Souza faz caminhadas pela cidade, mas pretende mudar de cenário. "Agora que descobri que o Complexo está aberto para a população, pretendo ir até lá conhecer. Já anotei o horário de funcionamento e estou ansiosa para fazer minhas caminhadas por lá", contou. "Iperó estava precisando de um lugar assim. Aqui a gente caminha com segurança. Antes eu costumava caminhar em locais que ofereciam riscos. Agora, o Complexo é um lugar agradável, onde, além de caminhar, podemos realizar alongamento e exercícios nos aparelhos, tudo ao ar livre. Como profissional da área, fico muito contente em saber que minha cidade dá tanta atenção ao esporte", comemora Aline Cristine Sartorelli, educadora física.

O espaço está aberto de terça à sexta-feira à populaçäo iperoense em geral, das 17h30 às 22 horas, e nos finais de semana, das 9 às 18.

PREFEITURA LUTA POR R$ 11 MI PARA OBRAS DE SANEAMENTO E ABASTECIMENTO - Como parte da luta pela qualidade de vida da população iperoense, a Prefeitura local está pleiteando recursos da Funasa (Fundação Nacional da Saúde) na área de saneamento e abastecimento de água da cidade. O esforço da equipe da Prefeitura resultou na seleção de Iperó para a fase de entrevistas para receber uma verba de aproximadamente R$ 11 milhões.

O projeto inclui estação elevatória de esgoto, rede de esgoto nos bairros Alvorada e Vileta, instalação de esgoto no Distrito Industrial, Portal do Cedro e Santa Cruz, poço e rede de água no bairro Alvorada, estação de tratamento de água no Centro e reserva de água. Estas obras são importantes para a saúde pública, já que saneamento básico e água de qualidade para todos influenciam diretamente na qualidade de vida da população. O Seama (Serviço de Água e Meio Ambiente de Iperó) já vem, aliás, realizando regularmente obras, como a estação elevatória do bairro Bela Vista, implantação de caixas d'água, tubulação e redes de esgoto, implantação de tubulações de água no Vileta, novos poços e laboratório equipado para garantir a qualidade da água. Essas melhorias, porém, são realizadas com recursos próprios.

Iperó ser uma das cidades selecionadas para a fase de entrevistas pela Funasa já significa uma grande conquista. Isso só foi possível graças ao empenho da equipe da Prefeitura, agilizando documentos e se empenhando para atingir esse objetivo. O saneamento básico é um assunto delicado no Brasil, sendo preciso grande esforço do Poder Público para alcançar as melhorias necessárias para a cidade, o que vem acontecendo constantemente.

Programa de Itapetininga é referência no 
tratamento de doenças do envelhecimento

O município de Itapetininga conta com atendimento de qualidade e diferenciado à sua população idosa. A Prefeitura local tem criado, assim, sempre mais novas políticas sociais voltadas à Terceira Idade. Há três anos, por exemplo, foi criado o Papi (Programa Ambulatorial das Pessoas Idosas), serviço pioneiro na região, que centraliza todos os atendimentos direcionados a pacientes idosos, com idade de 60 anos ou mais, portadores de doenças crônicas ou com agravos à saúde.

O Programa Ambulatorial das Pessoas Idosas oferece acompanhamento ambulatorial, atendimento especializado e diferenciado, composto por um atendimento especializado nas áreas de Geriatria, Fisioterapia, Psicologia, Assistência Social, Fonoaudiologia, Terapia Ocupacional, Nutrição, Enfermagem e Odontologia. Além disso, no Papi também são prestados serviços domiciliares, com atendimento a pacientes acamados. Hoje, mais ou menos 600 pessoas são atendidas mensalmente pelo Programa. 

O Papi de Itapetininga hoje é considerado na região da Diretoria Regional de Saúde (DRS XVI) um centro de referência no atendimento a pacientes idosos. O que diferencia o Programa dos demais é que todo atendimento é realizado por uma equipe multidisciplinar e a duração das consultas depende da necessidade de cada paciente e de seus agravos de saúde. Já no que se refere aos exames, o paciente é submetido a uma investigação diagnóstica, para síndromes demenciais, com exames de sangue, tomografia e ressonância magnética do crânio. Além disso, em busca de sempre oferecer um bom trabalho a toda população, a equipe multidisciplinar passa constantemente por reuniões e reciclagens, que ajudam os profissionais se atualizarem nesta área de atendimento tão ampla, que é o envelhecimento populacional. "Esse é o diferencial do serviço que prestamos em Itapetininga, no Papi, onde o paciente é atendido por uma equipe que engloba diversas áreas de atuação. Com isso, ele só recebe alta após passar por todo tratamento. A implantação deste serviço, foi muito importante no tratamento das doenças do envelhecimento no nosso Município", comento o prefeito Roberto Ramalho.

De acordo com a dra. Cássia Maria Braga Stocco, médica geriatra e diretora do Programa, o Papi surgiu com o intuito não apenas de prestar mais um atendimento de saúde para os idosos; ele busca proporcionar para os atendidos maior qualidade de vida e saúde, trabalhando também na integração deles com a família e a sociedade, fazendo com que as complicações de doenças crônicas sejam minimizadas através do acompanhamento de seus familiares, seja através das consultas ou das palestras que promovemos, a fim de trazer informações para os pacientes e seus acompanhantes. "Hoje, disponibilizamos, em Itapetininga, um serviço diferenciado, onde as pessoas da `melhor idade' são tratadas com dignidade e recebem um atendimento que não apenas olha a doença e sim todo o cenário em que está inserido o paciente. E é isso que nos faz ser referência na prestação deste serviço em toda região, fazendo até com que outras cidades venham conhecer nosso trabalho, para implantar em seus municípios programas semelhantes ao nosso. Isso nos orgulha muito", comemora a dra. Cássia Maria.

SERVIÇO - O Papi de Itapetininga funciona de segunda à sexta-feira, das 7 às 17 horas, anexo ao Ceami (Centro de Apoio à Melhor Idade), na avenida Wenceslau Braz, 369, Vila Aurora. Informações pelo telefone (15)3373-7275.

Capão Bonito sedia 5º Seminário 
de Apicultura do Sudoeste 

Apicultores de vários municípios do Sudoeste Paulista terão a oportunidade de conhecer novas técnicas de manejo, trocar experiências e o novo programa do agronegócio do Sebrae-SP amanhä, dia 19, quando Capão Bonito sediará o 5º Seminário de Apicultura, iniciativa da Associação dos Apicultores do Município (Aapica), com o apoio do Sebrae-SP, por meio do Escritório Regional Sudoeste Paulista, Prefeitura local, Fibria e Cooperativas de Crédito Rural dos Trabalhadores e Trabalhadoras da Agricultura Familiar (Creditag). 

Durante o encontro, serão apresentadas palestras que abordam desde o potencial da apicultura na região, passando pelo panorama atual das políticas públicas para a Apicultura, até a apresentação de novas tecnologias empregadas na produção do mel em outras regiões do País e em países da América Latina. 

O município de Capão Bonito é um dos principais produtores de mel do Estado e já possui certificação orgânica em decorrência do manejo adequado no campo e da certificação das florestas de eucalipto, condição que possibilita aos apicultores o acesso ao mercado internacional. A Associação dos Apicultores de Capão Bonito concentra de 2.500 colméias em uma área de 9.500 hectares, onde são produzidas 46,5 toneladas de mel. Além de Capão Bonito, também concentram a produção de mel na regiäo os municípios de Itararé, Buri, Apiaí e Ribeirão Branco. 

AGROSEBRAE - Durante o Seminário, os participantes teräo a oportunidade de conhecer também o Agrosebrae, programa voltado para a melhoria da competitividade do agronegócio, em benefício das pequenas propriedades rurais inseridas em dez cadeias produtivas, entre elas a Apicultura. A proposta é a de auxiliar os produtores rurais na busca pela competitividade nas principais cadeias produtivas do agronegócio paulista, por meio de capacitação com orientação em gestão empresarial, qualidade total, boas práticas agrícolas e acesso a mercados, entre outros. 

O programa, que será lançado oficialmente em Itapetininga no dia 4 de novembro, atenderá os pequenos produtores nas cadeias do Leite e Derivados, Apicultura, Cachaça, Fruticultura, Cafeicultura, Floricultura, Olericultura, Ovinocultura, Vitivinicultura e Psicultura. Ao todo, 3.700 empresários são beneficiados nos projetos.



Piedade precisa de autonomia para 
garantir investimentos no saneamento

Oferecer serviços de água e esgoto para toda a população, ter autonomia na regulação, garantir investimentos necessários e criar uma tarifa social que atenda todas as famílias de baixa renda. Esses são os objetivos da Prefeitura de Piedade, que encaminhou à Câmara de Vereadores projeto de lei que cria a Política Municipal de Saneamento Básico e autoriza a concessão da operação dos serviços. 

Os estudos feitos para o Plano Municipal de Saneamento Básico (PMSB), em
especifico os serviços de água e esgoto, mostram que o Município necessita de investimentos de cerca de R$ 46 milhões para os próximos trinta anos. Segundo o Executivo piedadense, os estudos para o PMSB apontaram duas alternativas viáveis para operação dos serviços de água e esgoto, o Contrato de Programa com a Sabesp e a Concessão Plena para empresa privada ou pública, que pode ser a própria Sabesp. No entanto, como o Estado não formalizou as garantias financeiras e econômicas para assegurar os investimentos em saneamento no Município, o projeto de lei que institui a Política Municipal de Saneamento Básico contemplou a Concessão Plena. Também porque a Sabesp apresentou um Plano de Investimentos somente depois que terminou o prazo de consulta pública do PMSB de Piedade, ou seja, não cumpriu o prazo. Além disso, a proposta da Sabesp gerou dúvidas, uma vez que näo detalhou as fontes dos recursos e a garantias financeiras que assegurem a execução dessas obras.

De acordo com os estudos realizados e com a legislação federal que rege o saneamento básico, a Concessão Plena mantém o Município com todos os poderes relativos sobre o saneamento. Isso significa total autonomia sobre a regulação dos serviços e política tarifária, bem como capacidade de planejamento novas obras e investimentos no setor. Já o Contrato de Programa é um modelo condicionado a um Convênio de Cooperação, onde o Município transfere ao Estado grande parte dos poderes de comando sobre o saneamento, ou seja, na prática o mesmo modelo que vigora atualmente em Piedade.


Votorantim inscreve interessados 
em participar do Projeto Caminhada

A Prefeitura de Votorantim, através das secretarias de Saúde e de Esportes e Lazer, está inscrevendo pessoas interessadas em participar do Projeto Caminhada nos bairros Rio Acima, Jardim Clarice, Parque Bela Vista, Barra Funda, Vila Nova Votorantim, Jardim Novo Mundo, Vila Garcia, Itapeva, Jardim Serrano e Jardim Archila. Para participar, é preciso se dirigir à Unidade Básica de Saúde do bairro e procurar a enfermeira responsável para preencher a ficha de inscrição. As caminhadas são realizadas ao longo da semana, conforme cronograma estipulado pela Prefeitura, sempre entre 7 e 8 ou das 8 às 9 horas.

Não há idade mínima ou máxima para comparecer às caminhadas. Além das inscrições recebidas, as UBS também vão encaminhar pacientes que passam por acompanhamento para participar. Os integrantes do projeto passam por aferição da pressão antes da atividade, alongamento, realizam a caminhada, fazem um novo alongamento e têm a pressão aferida novamente antes de serem liberados.

O Projeto Caminhada tem por objetivo melhorar a qualidade de vida da população e combater o sedentarismo, pois o exercício aeróbico melhora o funcionamento do coração e dos pulmões e contribui para o controle da respiração, além de fortalecer a musculatura. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (15)3353-8674 ou pelo e-mail projetos.sespol@yahoo.com.br.

Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar