Quinta-Feira, 27 de Junho de 2019

Diário de Sorocaba

buscar

<< 'Lanterna Verde' estreia hoje para ‘levantar’ a DC Comics

Publicada em 18/08/2011 às 19:26
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

A Warner Bros. produz e adapta a versão cinematográfica do herói em 3-D e 2-D (Foto: Divulgação)
A DC Comics mais uma vez chega aos cinemas e entrega sua versão de "Lanterna Verde" ('Green Lantern', 2011) - O filme". A Warner Bros. produz e adapta a versão cinematográfica do herói em 3-D e 2-D, em parte de vários enredos da série em quadrinhos.

“Em um universo tão vasto quanto misterioso, uma pequena, mas poderosa força existe há séculos. Protetora da paz e da justiça, ela é conhecida como a Tropa dos Lanternas Verdes. Uma irmandade de guerreiros designada a manter a ordem intergaláctica, na qual cada Lanterna Verde possui um anel que lhe garante superpoderes. Porém um novo inimigo, chamado Parallax, ameaça destruir o equilíbrio das forças do universo, e o destino dos guerreiros e do planeta Terra estará nas mãos do seu mais novo recruta, o primeiro humano a ser selecionado para a Tropa: Hal Jordan, interpretado por Ryan Reynolds." Esta é a sinopse oficial do filme, e sua execução foi falha, segundo inúmeras críticas que recebeu lá fora ('Lanterna Verde' estreou nos EUA há mais de dois meses).
 
Ryan Reynolds fica longe do carisma de Robert Downey Jr. ('Homem de Ferro') ou a presença de Hugh Jackman ('Wolverine'). Os vilões Hector e Sinestro, interpretados com muita competência por Peter Sarsgaard e Mark Strong, carregam a aventura, como foi com Lex Luthor/Kevin Spacey em "Superman" e Heath Ledger/Coringa em "Batman".
 
Dirigido por Martin Campbell ('007 - Cassino Royale'), o estúdio não ficou contente com a condução do filme, e já quer outro nome na direção do projeto. Para trocar de diretor, teriam de entrar num acordo, pois Campbel tem um contrato para dois filmes, já que na época a Warner via com bons olhos ter uma pessoa ligada a filmes como "Cassino Royale" e "A Lenda do Zorro" no comando da possível franquia verde. A verdade é que o filme é ruim.

Executivos da Warner Bros. esperam com mais ansiedade os resultados do novo filme do "Batman", de Chriostopher Nolan, e também do novo "Superman", de Zack Snyder. A previsão é um novo "Lanterna Verde" em 2013 ou 2014.

OUTRAS ESTREIAS - A comédia brasileira "Onde Está a Felicidade?" também entra em cartaz hoje. Na produção, a chef de cozinha Teodora embarca em uma jornada de descobertas que farão dela uma nova mulher. Crises no amor e na vida profissional a levarão – junto com o amigo Zeca e a espanhola Milena – a percorrer o Caminho de Santiago de Compostela, cenário ideal para encontros, reencontros e aventuras.

Outra comédia que ganha as telonas, desta vez norte-americana, é a "Professora Sem Classe", com Cameron Diaz e Justin Timberlake no elenco. 
 
 
 
O herói do anel 
surgiu em 1940

O primeiro Lanterna Verde foi Alan Scott, surgido em 1940, na revista em quadrinhos "All-American Comics #16", pelas mãos de Martin Nodell e Bill Finger. Ele é bem diferente do herói dos cinemas. 

Seu poder é mágico e atuava contra o crime na cidade de Gotham City, a mesma de um certo herói que gosta de morcegos. O super-herói da chamada Era de Ouro dos Quadrinhos, porém, foi reformulado em 1959, em "Showcase #22", por Julius Schwartz, John Broome e Gil Kane como um novo personagem com o mesmo nome. Este foi o mais famoso e base para o herói dos cinemas. 

O Lanterna Verde da Era de Prata, membro fundador da Liga da Justiça, é Hal Jordan, um piloto de testes escolhido por um alienígena moribundo, Abin Sur, para se tornar o defensor do setor espacial 2814, que inclui a Terra, tornando-se um dos membros da Tropa dos Lanternas Verdes.

O herói nunca foi o mais popular entre os seus - Superman e Batman são páreos duros - mas Geoff Johns, ex-funcionário de Richard Donner, e Ivan Reis, um excepcional desenhista brasileiro, conseguiram revitalizar sua popularidade nos quadrinhos. 
 
 
 
 
 
 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar