Sábado, 24 de Agosto de 2019

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< Radiologistas: Prefeitura quer ouvir Sertec

Publicada em 29/07/2011 às 20:06
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

Manifestação no último dia 23 apontou irregularidades; agora, Prefeitura quer ouvir empresa (Foto: Fernando Rezende)
Parece que o "imbróglio" envolvendo a contratação de funcionários terceirizados para os serviços de radiologia da Santa Casa e da rede pública municipal está longe de acabar. Embora o advogado da empresa Sertec - Serviços de Radiologia Sorocaba Ltda., Carlos Augusto Latorre, tenha garantido ao DIÁRIO na última quarta-feira que os serviços prestados pela empresa estão dentro da legalidade, a Prefeitura de Sorocaba vai convocar a empresa para prestar esclarecimentos sobre as condições de vínculo empregatício dos integrantes da Sertec.

Segundo o secretário de governo, Paulo Mendes, o Sintaresp - Sindicato dos Técnicos, Tecnólogos e Auxiliares em Radiologia fez uma denúncia de irregularidades à Prefeitura após uma licitação feita no início do ano. "Mandamos a denúncia para a secretaria jurídica, para que analisassem os aspectos que poderiam estar irregulares. Eles analisaram e, em uma reunião com o secretário da saúde, Ademir Watanabe, chegaram à conclusão de que era melhor checar o que estava acontecendo", conta. A empresa foi notificada a esclarecer todas as dúvidas em um prazo de cinco dias úteis.

Paulo Mendes explica que os problemas são de vinculação e da falta do contrato trabalhista. "Como o Ministério Público já está fiscalizando essa empresa, o jurídico achou conveniente que se manifestassem", avalia. O advogado da Sertec, Carlos Augusto Latorre, informou que ainda não foram notificados, e garantiu que vão se posicionar. Ele estranhou a posição da Prefeitura. "A Prefeitura sabe da situação, há 13 anos prestamos serviços a eles", disse. 

No último dia 23, integrantes do Sintaresp protestaram na Santa Casa e no saguão da Prefeitura contra as supostas irregularidades no regime de contratação dos técnicos em radiologia.
 
 
 
 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar