Segunda-Feira, 11 de Novembro de 2019

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< Motoristas se assustam com elevação do preço da gasolina

Publicada em 28/04/2011 às 19:48
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

A gasolina está sendo vendida nos postos de combustíveis por R$ 2,80 (Foto: Fernando Rezende)
Com a alta no preço do etanol, os motoristas optaram por abastecer com gasolina, porém essa migração está fazendo com que o preço do derivado de petróleo cresça cerca de R$ 0,20 por semana. 

O presidente da regional do Sindicato do Comércio Varejista de Petróleo (Sincopetro) de Sorocaba, Jorge Marques, explica que há 25% de álcool anidro na composição da gasolina, porém esse elemento está em falta no mercado. Nas usinas, a produção está abaixo do esperado, pois o investimento é para o açúcar. Esse é o motivo para a elevação no preço da gasolina, já que o etanol está custando cerca de R$ 2, o litro, desde a entressafra da cana-de-açúcar.

Para o gerente de posto de combustível, Wesley Silveira, a migração do álcool para a gasolina também é um dos fatores para a mudança de preço na bomba de combustível. 

O derivado de petróleo pode ser encontrado nos postos de combustível por R$ 2,80, o litro, e o preço estável da gasolina é de R$ 2,40. Silveira relata que os motoristas que possuem automóvel flex continuam optando por gasolina. “Por dia vendo seis mil litros de gasolina. O etanol está tendo baixa procura, são vendidos 1.500 litros por dia”, detalha.

A safra da cana-de-açúcar, de onde se extrai o etanol, já iniciou e a expectativa dos proprietários de postos e dos motoristas é que o valor do combustível diminua. Para Marques o preço da gasolina deve continuar subindo já que o consumo está elevado.

A analista fiscal, Camila Alves, diz que há uma semana estava pagando R$ 2,30, o litro da gasolina, e opina que o combustível está caro. “Para economizar dou carona para meus colegas de trabalho, que me ajudam a abastecer o carro, mas com o preço subindo daqui a pouco vamos ter de ir trabalhar de ônibus”, fala.

Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar