Quarta-Feira, 16 de Outubro de 2019

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< Famílias do “Sorocaba E” ganham aquecedores solares sem custo

Publicada em 07/12/2010 às 21:45
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

Com o programa de Eficiência Energética, as despesas com energia elétrica devem diminuir em cerca de 45% (Foto: Pedro Henrique Negrão)
As 320 famílias que residem no Conjunto Habitacional “Sorocaba E”, no Jardim Brasilândia, receberam ontem orientações sobre os aquecedores solares que ganharão totalmente sem custo da CPFL Piratininga, em parceria com a Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano do Estado de São Paulo (CDHU) e a Prefeitura de Sorocaba.

O objetivo do programa de Eficiência Energética é reduzir as despesas com energia elétrica desses moradores em até 30%, e trazer benefícios ambientais. Os aquecedores solares e os novos chuveiros híbridos serão trocados em todos os apartamentos no prazo de seis meses.

A CPFL Piratininga também doou 2.240 lâmpadas fluorescentes compactas, substituindo as lâmpadas incandescentes que utilizam 60 watts, passando a 15 watts, o que representa uma redução de 15% no valor das contas de energia elétrica. 

“Com as trocas de chuveiro elétrico, considerado o grande vilão da conta de luz, por aquecedor solar, e das lâmpadas incandescentes por fluorescentes, totaliza uma economia a esses moradores de quase 45%. A principal orientação às famílias é o uso racional da energia elétrica”, explica o gerente regional da CPFL Piratininga, Alexandre Hugo.

O gerente da divisão do poder público da CPFL Piratininga, Devanir Mantovani, conta que, apenas no “Sorocaba E”, foram investidos R$ 885.705,04 para o programa. Cada aquecedor solar custa cerca de R$ 3 mil, com equipamentos e instalação, porém o programa ofereceu tudo gratuitamente aos moradores.

A cabeleireira Helena Gomes de Oliveira acredita que a redução na conta de luz vai contribuir para as despesas da família. “São quatro pessoas na minha casa e atualmente gasto R$ 140 com energia. Com certeza essa economia irá ajudar no meu orçamento.”

O gestor de eficiência energética do CDHU, Eduardo Baldacci, explica que o Conjunto Habitacional “Sorocaba E” foi escolhido para ser atendido pelo programa por causa do prédio, pois este é o primeiro conjunto vertical a receber os aquecedores solares. O Conjunto Habitacional “Sorocaba R” já conta com 300 aquecedores.

“O padrão das construções do CDHU agora conta com o aquecedor solar. Em Sorocaba, devem sair mais 247 aquecedores no próximo ano. Já no Estado de São Paulo, são 20 mil aquecedores e mais oito mil foram comprados”, relata Baldacci.

O sistema de aquecimento solar possui o coletor, que absorve o calor, e o reservatório térmico, que armazena a água aquecida. Os equipamentos serão viabilizados por uma parceria da CPFL com a empresa GCE Brasil. 

O gerente regional da CPFL Piratininga explica que os aquecedores têm cinco anos de garantia e as famílias não terão despesas de manutenção.
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar