Sábado, 6 de Junho de 2020

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< Comércio noturno sem luzes de Natal Ruas sem decorações típicas e movimento regular marcam o primeiro dia de comércio noturno no Centro

Publicada em 01/12/2010 às 22:11
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

Mesmo com o pagamento da primeira parcela do 13º salário, consumidores devem deixar as compras para a última hora (Foto: Pedro Henrique Negrão)
As lojas do Centro da cidade começaram ontem a abrir até as 22 horas para facilitar as compras de Natal, mas a circulação de pessoas foi apenas regular. A movimentação de consumidores à noite esteve bem abaixo do que deve ser nas proximidades das festas de fim de ano. Embora algumas pessoas já tenham recebido a primeira parcela do 13º salário, parece que as compras vão ficar para a última hora.

As ruas centrais também não apresentam nenhuma decoração natalina. “Não tem nenhum clima de Natal, porque não tem as luzes. É simplesmente o comércio funcionando à noite. Antigamente tinha Papai Noel, árvores enfeitadas, mas agora não fizeram nada”, observou o motorista Marcos Paulo de Oliveira.

Gerente de uma loja de calçados que está aberta há apenas um mês e meio, Décio Mariano dos Santos Júnior demonstrou confiança. “Para a primeira noite, estamos esperançosos com o movimento”, disse. Júnior explicou que cerca de 10 a 15% dos funcionários foram contratados de forma temporária esperando sucesso. “A expectativa de vendas é muito boa”, torce. Segundo a Associação Comercial de Sorocaba, 80 mil pessoas passam pelo Centro diariamente, mas, nos dias que antecedem as festas de fim de ano, o giro de visitantes aumenta 40%, por conta também dos consumidores que vêm de cidades vizinhas.

COMPRAR COM SEGURANÇA - A união entre Polícia Militar, Polícia Civil e Guarda Municipal garantiu a segurança de quem resolveu ir ao Centro, através da Operação “Natal Seguro”, que segue até 30 de dezembro. Os oficiais terão folgas reduzidas e férias suspensas. Policiais à paisana e veículos descaracterizados farão patrulhamento. Além da área central, a operação atingirá outras avenidas importantes da cidade. 

A dica da Polícia para os consumidores é tomar cuidado com desconhecidos no interior de lojas. “É quando as pessoas estão mais distraídas, verificando preços e qualidade dos produtos. O ladrão procura vítimas vulneráveis e desatentas, portanto é preciso ter atenção”, avisa o delegado titular da Delegacia das Investigações Gerais (DIG), José Humberto Urban Filho. 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar