Sábado, 6 de Junho de 2020

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< Região: Tatuí adere à implantação de calçadas ecológicas

Publicada em 01/12/2010 às 21:55
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

Calçada ecológica instalada ao lado da Artecola, no Jardim Gonzaga (Foto: AI/PMT)
Empresas e entidades de Tatuí aderem à implantação de calçadas ecológicas

A Prefeitura de Tatuí, através da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, vem buscando estabelecer parcerias junto à população, a fim de realizar a implantação da chamada "calçada ecológica", aliada ao planejamento da arborização da via urbana. Dentre os benefícios provenientes da implantação da calçada ecológica, segundo técnicos da Secretaria podem ser destacados contribuição para a melhoria da estética do espaço urbano; aumento da permeabilidade do solo, permitindo a infiltração de água da chuva no solo, reduzindo a sua velocidade em direção aos córregos e rios e evitando a erosão dos mesmos; auxílio na redução de alagamentos e enchentes; e valorização do imóvel e de seu entorno, além de garantir o crescimento adequado das raízes das árvores nas calçadas e evitar que as mesmas danifiquem o piso. 

Em relação à arborização urbana, dos benefícios advindos de sua implantação podem ser destacados a redução da incidência dos raios solares (contribuindo para um maior conforto térmico devido à diminuição da sensação térmica) e a diminuição dos índices de doenças de pele; o aumento da umidade relativa do ar e ainda o fato de proporcionar abrigo e alimento para avifauna. 

Algumas empresas e entidades do Município, entendendo os benefícios oriundos da implantação de uma calçada com maior permeabilidade, vêm aderindo a este programa. Desde o segundo semestre de 2009 até o momento, sete empresas ou entidades aderiram ao programa, sendo que uma delas encontra-se em processo de aprovação do projeto elaborado pelo corpo técnico do Departamento de Áreas Verdes da Prefeitura local. Este projeto contemplará a realização da calçada ecológica e plantio de cinco mudas de árvores de espécies nativas no entorno do prédio comercial na região central de Tatuí (cruzamento da rua Cel. Aureliano de Camargo com a rua XV de novembro), onde está instalada a Valecred Soluções Financeiras. 

As empresas ou entidades que já implantaram o referido modelo foram três situadas na avenida Virgilio Montezzo Filho, próximo ao novo Fórum; a Associação dos Ceramistas, no bairro Santa Emília; o Banco de Alimentos, no bairro Valinho, e recentemente a Artecola, situada no Jardim Gonzaga. A parceria entre a Prefeitura e a iniciativa privada tem por objetivo promover os benefícios supracitados para melhoria de qualidade de vida dos moradores das adjacências. Algumas pessoas físicas também já fizeram calçada ecológica em Tatuí, em frente às residências voluntariamente, a fim de usufruir dos benefícios citados. 

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente, através do seu Departamento de Áreas Verdes, realiza a orientação para implantação do projeto de forma gratuita. Os interessados no modelo de calçada ecológica devem entrar em contato através dos telefones (15)3251-3250 ou 3259-2731 - e-mail deave@tatuí.sp.gov.br ou meioambiente@tatui.sp.gov.br ou pessoalmente à avenida Cônego João Clímaco (avenida das Mangueiras), 422, no Centro.

Iphan relata em Tatuí experiências positivas na defesa do patrimônio

A socióloga tatuiana Sônia Rampim Florêncio realizou palestra sobre patrimônio histórico no Centro Cultural Municipal, em Tatuí. Sônia trabalha no Setor de Educação Patrimonial do Instituto Nacional do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), cuja sede é em Brasília. O evento, organizado pelo Conselho Municipal de Turismo (Comtur), contou, entre os presentes, com os secretários Jorge Rizek (Cultura, Turismo, Esporte, Lazer e Juventude) e Paulo Borges (Meio Ambiente) e o vereador Vicente Aparecido Menezes. O secretário de Cultura e Turismo da Prefeitura de Iguape, Carlos Alberto Pereira Júnior, também foi convidado para mostrar o resultado das ações da cidade em parceria com o Iphan. "Iguape é a única cidade em São Paulo tombada em nível federal", destacou Sônia.

A palestrante, durante sua apresentação, mostrou a importância da sensibilização das pessoas em relação ao patrimônio histórico de "pedra e cal" e também do imaterial (manifestações artísticas, religiosas e culturais, documentos, etc.).

O Comtur promove há meses reuniões com debates e troca de experiências sobre o tema patrimônio histórico, reunindo arquitetos, historiadores, professores, engenheiros e interessados no assunto, no Centro Cultural. Já participaram dos encontros Júlio César Victoria Barros, professor do Núcleo de Preservação do Patrimônio Histórico do Senai; Roberto Leme Ferreira e Alexandre Martins, arquitetos do Conselho de Preservação do Patrimônio Histórico do Estado de São Paulo; e Ricardo Luis Dal'Bó, arquiteto do Departamento de Patrimônio Histórico da Secretaria de Cultura e Turismo da Prefeitura de Jaú. 



Associaçäo de Aposentados de Votorantim vai a Brasília reivindicar melhorias salariais

A Associação dos Aposentados e Pensionistas de Votorantim (Apevo) esteve representada pelos seus diretores Jandir Teixeira e Jomar Teles Procópio no 1° Congresso Mundial dos Aposentados promovido pela Cobap (Confederação Brasileira de Aposentados e Pensionistas) em Brasília, nos dias 23 e 24 de novembro. Participaram do encontro representantes da Bolívia, Chile, Equador, Argentina, Espanha, Itália, França, Inglaterra e Estados Unidos. Foram discutidas as políticas de Previdência Social, fazendo um comparativo da situação da Previdência desses países com a do Brasil.

Segundo os diretores da Apevo, a participaçäo de Votorantim foi mais do que válida, colhendo-se a experiência de diferentes associações e países presentes. A programação do Congresso abrangeu temas como projetos de lei voltados para aposentados e pensionistas, saúde da pessoa idosa, movimento social dos aposentados e Previdência Social principalmente. Jandir e Jomar destacaram ainda, entre as palestras, a do ministro da Previdência Social, Carlos Eduardo Gabas, e a do presidente do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), Valdir Simão. Segundo os representantes da Apevo, Gabas criticou certos setores por insistirem em afirmar que a Previdência está quebrada, dizendo que essa conversa é de grupos privados que querem vender planos particulares. O grande problema da Previdência é o `DRU' (Desvio de Recursos da União), "que teve mais de R$ 66 bilhões desviado para outros fins. Segundo o palestrante, isso daria para conceder o aumento e o pagamento dos atrasados para os aposentados e, mesmo assim, a Previdência não iria quebrar".

TESES DE VOTORANTIM - Na ocasião, foram ainda apresentadas para os participantes do Congresso Mundial as teses dos diretores da Associaçäo dos Aposentados e Pensionistas de Votorantim em favor dos aposentados e também foi entregue ao presidente da Câmara dos Deputados, deputado federal Marcos Maia, pelas mãos do presidente da Fapesp (Federação dos Aposentados, Pensionistas e Idosos do Estado de São Paulo), Antônio Alves da Silva, mais de 300 mil assinaturas coletadas entre entidades de todo o Estado. pedindo a votação do PL 4.434 (projeto que prevê que os aposentados voltem a receber o mesmo número de salários de quando da concessão dos benefícios). 

Os diretores concluíram que a representatividade da Apevo está melhorando e é preciso uma união das associações, federações, confederações e políticos para que os aposentados se tornem uma classe predominante e que conquistem uma condição social digna. 

Mais de 1.500 casas do Jardim Tatiana já receberam selo para regularização fundiária

Desde o início da semana passada, agentes da Prefeitura de Votorantim percorrem as casas do Jardim Tatiana para fixar o selo de identificação do Programa Cidade Legal. A ação objetiva a regularização fundiária do bairro para a outorga das escrituras. Para a realização desse trabalho, que compreende ainda uma pesquisa a ser respondida pelos moradores, a área foi dividida em 27 setores. 

Mais de 1.500 residências já receberam o selo de identificação, restando apenas alguns setores que serão concluídos nos próximos dias, um número além das expectativas iniciais. Paralelamente a esse trabalho, outros agentes percorrem as casas colhendo informações para o preenchimento de um questionário. Nessa visita, os moradores são orientados a comparecerem em data e horário indicados ao posto de atendimento montado no salão da Paróquia de Nossa Senhora do Carmo, onde os agentes agilizam a documentação, inclusive tirando os xeroxs para os moradores.

Os trabalhos no bairro tiveram início na semana anterior, através das reuniões com os moradores, que contou também com a participação do prefeito Carlos Pivetta. Na oportunidade, ele destacou que nesta etapa é muito importante que as pessoas colaborem ao máximo com a equipe de assistentes sociais que estão nas ruas, com o fornecimento das informações. "Nosso maior objetivo é agilizar para que os moradores do bairro tenham suas escrituras", resumiu Pivetta.

Os agentes que estão percorrendo as residências estão devidamente identificados. Já no posto de recebimento de documentos, o movimento dos moradores também tem sido intenso, à medida em que eles são cadastrados em suas casas.


Departamento Hidroviário fará novos estudos da hidrovia Tietê-Paraná

O Departamento Hidroviário, órgão vinculado à Secretaria Estadual dos Transportes, e a Emae (Empresa Metropolitana de Águas e Energia), vinculada à Secretaria de Saneamento e Energia, assinaram convênio para o desenvolvimento de novos estudos sobre o uso múltiplo das águas e o aproveitamento do trecho Anhembi-Salto do Rio Tietê, para fins de geração de energia, navegação e contenção de cheias. A assinatura do convênio envolverá investimentos da ordem de R$ 2,4 milhões. 

Com duração de 15 meses, o convênio prevê a expansão da hidrovia Tietê-Paraná em 200 quilômetros, a partir da cidade de Anhembi, viabilizando uma nova conexão hidrovia-ferrovia em Salto. Com isso, a hidrovia, que hoje possui 650 quilômetros no trecho paulista, chegará a 850 quilômetros navegáveis. O projeto contempla a construção de até cinco barragens, de baixo impacto ambiental e capazes de gerar energia à região, com eclusas que permitirão a passagem das embarcações. 

A expansão entre Anhembi-Salto beneficiará o transporte de cargas como soja, milho, álcool e cana. Em 2009, foram transportadas 5 milhões de toneladas de cargas e a previsão é fechar 2010 com cerca de 6 milhões. "A hidrovia cresce, em média, 12% ao ano e, com o projeto de expansão e aproveitamento múltiplo, estimamos que o movimento atinja 12 milhões de toneladas/ano, após sua conclusão", comenta Frederico Bussinger, diretor do Departamento Hidroviário. 



Boituva promoverá Mutirão de Combate à Dengue

Entre os dias 6 e 10 de dezembro, a cidade de Boituva estará engajada na luta contra a Dengue novamente. Será realizado um outro mutirão de combate aos criadouros do mosquito Aedes Aegypti, transmissor da dengue, numa ação promovida pela Equipe de Combate ao Mosquito da Dengue, da Secretaria Municipal de Saúde, com o objetivo de acabar com os possíveis focos do mosquito.

Os bairros em que o mutirão irá passar já estão definidos: * Segunda-feira (6): Residencial Novo Mundo e Jardim Paraíso; * Terça-feira (7): Vila Aparecida e Jardim das Palmeiras; * Quarta-feira (8): Jardim Planetário e São Vicente de Paulo; * Quinta-feira (9): Terras de Santa Cruz e Jardim Santa Cruz; e * Sexta-feira (10): Jardim São Paulo, Santa Rita, CDHU e Vila Ginasial.

A Secretaria de Saúde ressalta a importância da colaboração dos moradores e orienta que serão recolhidos materiais que possam servir de criadouros, como pratos de plantas, pneus e garrafas. Farão parte da força tarefa de limpeza, promovida pela Prefeitura de Boituva, os funcionários da Secretaria de Saúde, por meio da Equipe de Combate ao Mosquito da Dengue, da Secretaria de Cooperação dos Assuntos de Segurança Pública e da Secretaria de Meio Ambiente.



Sesi de Itapetininga recebe "Ontem ao Luar"

O Teatro do Sesi de Itapetininga apresenta nesta quinta-feira, dia 2, o espetáculo "Ontem ao Luar", que resgata os diversos gêneros musicais representativos do século passado, desde a inesquecível era do rádio, através dos choros, canções, valsas, marchas, ranchos, sambas, boleros, tangos e modinhas, que divertiram e emocionaram gerações e serviram de pano de fundo para as serenatas e as serestas. Os integrantes deste espetáculos são músicos com formação e experiência erudita e internacional e outros na área popular, experimentando nessa mescla uma expressão musical diferenciada, reunindo os melhores estilos populares com um toque refinado, para resgatar e valorizar os sucessos consagrados nestes períodos históricos da música seresteira apreciada no Brasil.

Os tradicionais seresteiros e seresteiras tinham um jeito peculiar de interpretar, valorizando o sentimento contido em cada nota e cada palavra, sempre permeada por frases musicais e arranjos criativos, e, atualmente, chamam a atenção dos jovens músicos e de novos apreciadores do gênero. 

Os ingressos são gratuitos e devem ser retirados com uma hora de antecedência na própria bilheteria do Teatro do Sesi de Itapetininga, à avenida Padre Antônio Brunetti, 1.360, na Vila Rio Branco.



PIEDADE - Olimpíadas da Língua Portuguesa: aluna é classificada em 1º lugar

A estudante Caroline Lima Floriano, da EMEIEF Maurício França F. Camargo, foi classificada em 1º lugar nas Olimpíadas da Língua Portuguesa no gênero "Poesia". O trabalho desenvolvido pela aluna passou por duas comissões, uma composta de pais e comunidade e outra por membros da Diretoria de Educação. Como prêmio, após ser classificada para representar os 5º anos a nível municipal, Caroline recebeu um aparelho celular, doado por um empresário da cidade.   

Com o tema o "Lugar Onde Vivo", o evento das Olimpíadas da Língua Portuguesa, organizado pelo Ministério da Educação e Cultura, envolveu todas as escolas do Município, que trabalharam oficinas com informações sobre o assunto abordado. Além das Olimpíadas, Caroline e Ana Beatriz Aparecida Soares, da mesma Escola, participam do Concurso "Assis Chateaubriand", em homenagem a Carlos Drummond de Andrade. As alunas desenvolveram pesquisas sobre a vida e obra do autor, bem como elaboração dos gêneros `crônica' e `contos', tão abordados pelo poeta. 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar