Domingo, 15 de Setembro de 2019

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< Câmara inicia processo de certificação de qualidade ISO 9001

Publicada em 27/10/2010 às 21:02
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

Os funcionários da Câmara participaram de palestras sobre a introdução da norma, ministrada pelo consultor Rogério Barros (Foto: Divulgação)

A Câmara de Sorocaba poderá ser umas das poucas do País a receber o certificado de qualidade ISO 9001. Para isso, o Legislativo sorocabano deu início à implantação do selo, que deverá durar nove meses. Ontem, os funcionários participaram de palestras sobre a introdução da norma, ministrada pelo consultor Rogério Barros (FOTO), da Gescam - consultoria contratada pela Câmara para assessorar no processo de certificação.   

“A norma ISO é muito parecida com uma lei e o trabalho da consultoria é interpretar essa norma e ajudar a Câmara a implantá-la”, explicou o consultor. “O certificado não pode ficar só no papel, deve trazer resultados práticos com a melhoria na qualidade do trabalho.” 

Para conquistar o ISO 9001, a empresa ou instituição deve cumprir oito requisitos que estabelecem um modelo de gestão de qualidade incluindo, entre outras ações, a documentação das atividades, a criação do conselho de qualidade, o treinamento de recursos humanos e a comunicação interna e externa.

Uma das exigências do modelo, a política de qualidade adotada pelo Legislativo de Sorocaba é “melhorar continuamente, com qualidade e transparência para a satisfação do sorocabano”. Através da portaria nº 143/2010, foi criada a comissão para implantação do ISO. Na próxima semana, consultores estarão na Câmara para conhecer os departamentos e dar continuidade ao processo.

“A Câmara já vem desenvolvendo um trabalho de melhoria tanto na qualificação dos profissionais quanto no atendimento à população. A certificação ISO 9001 vai coroar esse processo otimizando o serviço e dando maior transparência aos atos do Legislativo, resultando inclusive em diminuição de custos e tempo, o que deve tornar o trabalho desenvolvido pelos vereadores e pelos servidores cada vez melhor beneficiando, assim, todos os munícipes”, afirma o presidente Marinho Marte (PPS). 

Apenas 15 Câmaras do País possuem o certificado, concedido a 600 mil empresas em todo o mundo. O ISO 9001 tem validade de três anos, após esse período é realizada auditoria anual de manutenção sob pena de perda da certificação.

Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar