Domingo, 15 de Setembro de 2019

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< Cinco mil domicílios ainda não responderam ao Censo

Publicada em 26/10/2010 às 20:49
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

Ibge promove varredura com 50 recenseadores até sábado (Foto: Arquivo DS)

O Censo 2010 vai até o próximo sábado (30), porém, dos 195 mil domicílios em Sorocaba que devem responder ao questionário do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), cinco mil ainda não foram ouvidos pelos recenseadores. Para isto, a sub-área de Sorocaba promove nos próximos dias uma varredura para que essa parcela da população colabore com o Censo.

Segundo a coordenadora de sub-área de Sorocaba, Marcilei Correia Ventris, todos os domicílios foram visitados pelos 529 recenseadores, porém cinco mil ainda não responderam ao questionário. A varredura do IBGE abriu os setores para verificar quais foram são as casas encontradas fechadas.

A maioria dos recenseadores foi dispensada, então 50 estão batendo às portas dos domicílios até sábado para concluir o Censo 2010.

Aqueles que não responderem ao questionário caem automaticamente na margem de erro do Ibge, que é de 5%. De acordo com a Lei nº 5564, de 14 de novembro de 1968, a não prestação de informações nos prazos fixados gera multa de um até dez salários mínimos.

O Censo 2010 no Brasil passou por 5.565 municípios, totalizando 58 milhões de domicílios brasileiros.

Em Sorocaba, o Censo 2010 foi iniciado em 3 de agosto. Neste ano, a pesquisa nacional teve como novidade o aparelho PDA (coletor eletrônico de dados), mais conhecido como computador de mão. Assim que o questionário é respondido eletronicamente, os dados são transmitidos, via internet, ao sistema Central de Processamento do IBGE, por um dos postos da cidade.

Os recenseadores estão devidamente uniformizados, com colete, boné e crachá, e o computador de mão. Quem quiser pode pedir o RG para identificação ou deve ligar no telefone 0800-7218181 para tirar dúvidas.

Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar